Monthly Archives: fevereiro 2014

Náutico e Sport jogam na próxima quinta-feira, na Arena Pernambuco

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Depois de uma longa espera, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) deferiu a liminar da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), mantendo a partida Náutico x Sport para a próxima quinta-feira, dia 27 de fevereiro, na Arena Pernambuco.

A partida é referente à primeira rodada do Campeonato Pernambucano, que não foi realizada, inicialmente, porque o Náutico se sentiu prejudicado. O clube alvirrubro jogaria diante do Guarany de Sobral-CE, numa quinta-feira e só teria um dia para descanso visando o confronto diante do Leão, que estava marcado para o domingo, na Ilha do Retiro, 9 de fevereiro.

Depois de uma longa reunião, a partida foi remarcada para a segunda-feira, dia 10 fevereiro, no entanto, a partida seria na Arena Pernambuco. O Náutico reclamou novamente, acionou o Tribunal de Justiça Desportiva novamente para garantir o jogo na Ilha do Retiro. A partida foi novamente suspensa.

Não demorou muito para outra confusão acontecer. A FPF marcou a partida para o dia 27 de fevereiro. Mas como o Sport avançou na Copa do Nordeste, o duelo contra o CSA, foi marcado para esta terça-feira, dois dias antes do clássico marcado pela federação. Os rubro-negros acionaram também o TJD e conseguiu suspender a partida.

A FPF recorreu no STJD e garantiu a manutenção da data, como previa o confiante presidente da entidade máxima do futebol pernambucano, Evandro Carvalho.

Fonte: Blog do Torcedor

Adidas retira do mercado camisas com apelo sexual após reclamação brasileira

As camisetas lançadas pela Adidas para a Copa do Mundo com desenhos de um coração em formato de bumbum e uma mulher de biquíni foram mal recebidas pelo Governo brasileiro, o que levou a empresa patrocinadora do Mundial a retirar os produtos do mercado nesta terça-feira, após reclamação do Brasil alegando apelo sexual.
 

“A Adidas sempre acompanha de perto a opinião de seus consumidores e parceiros e, por isso, anuncia que os produtos em questão não mais serão comercializados pela marca”, informou a Adidas em comunicado, acrescentando que as camisetas seriam vendidas apenas nos Estados Unidos.

O governo havia solicitado à Adidas a retirada dos produtos do mercado.

O presidente da Embratur, Flávio Dino, afirmou que as camisetas não retratam a realidade do país e que a campanha da empresa “ignora e desrespeita” a linha de comunicação que o governo adota para a promoção turística do Brasil no exterior.

“Isso atrapalha a organização do Mundial. O problema é a apropriação disso e deturpação do que pode ser a Copa. Já comunicamos nossas agências espalhadas por 15 países para que façam a divulgação de que não aceitaremos isso”, afirmou Dino, em nota publicada no site da Embratur.

O Governo está preocupado com o chamado “turismo sexual” durante a Copa do Mundo deste ano, evento que deve atrair até 600 mil estrangeiros ao país durante os meses de junho e julho.

Em mensagem divulgada via Twitter também nesta terça, a presidente Dilma Rousseff afirmou que o governo aumentará os esforços na prevenção da exploração sexual na Copa.

“O Brasil está feliz em receber turistas que chegarão para a Copa, mas também está pronto para combater o turismo sexual”, afirmou Dilma.

As duas camisetas da Adidas que provocaram a indignação do governo brasileiro seriam parte de uma edição limitada à venda só nos EUA. Numa delas, há uma caricatura de uma morena de biquíni em frente ao Pão de Açúcar, com a frase “Lookin’ to Score” (que significa no futebol “tentando marcar”, mas que também tem conotação sexual). Na outra, um coração tem o formato de um bumbum com um biquíni em uma declaração de amor ao Brasil.

A Adidas é a fornecedora oficial de material esportivo da Copa do Mundo e fabricante, por exemplo, da bola do Mundial.

Fonte: ESPN

Justiça solta empresário que atropelou dez pessoas na Vila Madalena

O empresário Sulivan Cândido de Oliveira, de 26 anos, obteve alvará de soltura nesta terça-feira, 25, expedido pela 1ª Vara Criminal de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Ele foi preso em flagrante no domingo, quando atropelou dez pessoas após a passagem de um bloco do carnaval de rua na Vila Madalena.

Oliveira, que estava no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, responde por lesão corporal culposa (sem intenção) e embriaguez ao volante. Nenhuma das vítimas se feriu gravemente. Após o acidente, ocorrido por volta das 19h30 próximo ao cruzamento das ruas Fidalga e Aspicuelta, ele foi linchado por foliões que participaram do carnaval e seu veículo, depredado.

A reportagem não conseguiu contato com o advogado de Oliveira. O processo está em segredo de Justiça.

Ao Estado, a mulher dele, Luana de Souza Siqueira, de 29 anos, que também foi agredida, admitiu que Oliveira havia bebida cerveja antes de dirigir. O casal também participou do carnaval de rua. Segundo testemunhas, o empresário discutiu com foliões que bloqueavam a rua e depois acelerou duas vezes sobre a multidão antes de tentar fugir, atropelando sete homens e três mulheres.

À polícia, ele disse que tentou evitar que sua mulher fosse agredida antes de atropelar os foliões. Nesta terça-feira, a delegada Bárbara Costa, do 14º DP (Pinheiros) tomou depoimento de mais vítimas sobre o ocorrido. A polícia pretende usar imagens das câmeras de segurança dos bares da região para confrontar as versões.

Fonte: ESTADÃO

Em carta, ONU cobra explicações do Brasil por ‘uso excessivo’ de força policial

Em uma comunicação sigilosa, a Organização das Nações Unidas (ONU) cobrou explicações do Brasil por causa do “uso excessivo de força policial”, afirmou estar “profundamente preocupada” e denunciou supostas violações de direitos humanos por parte das autoridades para conter as manifestações ainda em meados de 2013. Mas até o dia 1º de fevereiro deste ano, a queixa da ONU sequer foi respondida oficialmente pelo governo brasileiro.

Em uma carta que estava sendo mantida em sigilo enviada por relatores das Nações Unidas ao governo de Dilma Rousseff, a entidade denunciou supostos abusos e pediu que explicações fossem dadas. Na carta de 26 de junho de 2013, a ONU aponta para “o suposto uso excessivo de forças policiais contra manifestantes”. “A polícia teria usado gás lacrimogêneo e balas de borracha para lidar com as manifestações, além de ter prendido dezenas de pessoas”, indicou.

Segundo a ONU, o uso teria sido “arbitrário e violento”. “Como consequência, muitos manifestantes e jornalistas foram feridos”, disse. Na carta, a ONU ainda denunciava o fato de que a polícia teria jogado bombas de gás em restaurantes e outros locais privados. “Foi relatado que um número elevado de manifestantes pacíficos foram presos. Alguns chegaram a ser presos antes da participação nos protestos”, alertou a carta.

A ONU admite que “alguns manifestantes atuam de forma violenta”. Mas alerta que estava “profundamente preocupada” diante da reação das autoridades. A ONU também alertou o governo sobre a situação dos jornalistas. “Preocupações foram expressadas de que jornalistas participando e cobrindo os protestos estavam em sérios riscos”.

Exigências

Na carta, a ONU listou uma série de exigências ao governo brasileiro e que até agora não foram respondidas. A entidade quer saber como que as ações de autoridades públicas estão em linha com os compromissos internacionais do Brasil em direitos humanos.

A ONU ainda pediu “detalhes completos da base legal para o uso da força durante protestos pacíficos”. A entidade ainda quer que o Brasil forneça “informações detalhadas sobre as bases legais para as prisões e detenções de manifestantes pacíficos”.

Na carta, a ONU ainda pede que o Brasil submeta ao organismo os resultados de investigações e exames médicos sobre o uso excessivo da força. “Se nenhuma investigação foi feita ou se terminaram sem conclusão, por favor explique o motivo”.

Outra exigência feita pela ONU era de que as pessoas responsáveis por violações fossem levadas a julgamento, além de pedir que o governo adotasse medidas “para prevenir que esses atos voltem a ocorrer”.

Em dezembro, um dos relatores que assinou a carta, Frank La Rue, esteve no Brasil. Segundo ele, o tema voltou a ser alvo de um debate com a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário. Mas ele admite estar “preocupado” por conta da violência da parte das autoridades e de grupos de manifestantes durante a Copa do Mundo.

Fonte: ESTADÃO

Prefeitura anuncia programação do carnaval de Afogados da Ingazeira

banner-fachada-prefeitura-500x400-01

Em mais um ano homenageando a tradição dos tabaqueiros, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira divulga a programação oficial do Carnaval 2014. Algumas novidades foram divulgadas para este ano. Diferente de anos anteriores, a abertura oficial será na Sexta-feira, a partir das 19 horas, na Avenida Rio Branco.

Tabaqueiros

A abertura contará com um grande cortejo de estandartes dos blocos que abrilhantarão o carnaval do município, seguindo em direção ao Polo do Frevo, na praça da alimentação. Passistas de frevo, tabaqueiros, maracatu e troças também participam do “arrastão”.

 

Além do Polo do Frevo, a Prefeitura organiza outros polos de animação, a exemplo do Polo das Tradições (nas proximidades do Bar de Dona Diná) e do Polo Rio Branco (Av. Rio Branco).

tabaqueiro

Outro destaque é o primeiro ano de desfile do Bloco dos Tabaqueiros, personagem marcante do Carnaval de Afogados da Ingazeira, o que o torna especial, diferente, destacando-o do carnaval de outros municípios da região. Além dos tradicionais desfiles realizados no Polo do Frevo, os tabaqueiros agora tem um bloco, que sairá na Segunda de Carnaval (ver programação em anexo).

 

Mais de quinze blocos desfilarão pelas ruas de Afogados da Ingazeira durante os quatro dias de folia. Asa no frevo, povão, virgens, jegue-elétrico, bigode grosso, tabaqueiros, leão do norte, tô na folia, cazá-cazá e a cobra vai subir são alguns deles.

 

Tabaqueiro – figura mascarada que se confunde com a própria história do Carnaval de Afogados da Ingazeira, distante 386 km do Recife. Com máscara artesanal, vestidos com macacão – muitas vezes colorido, o tabaqueiro é fruto das velhas tradições do carnaval de rua do município. No começo, muitos deles traziam amarrado à cintura uma tabaqueira, para armazenar o tabaco, cheirado durante as apresentações. Daí o nome Tabaqueiro. Os mais apegados à tradição, defendem o uso de máscara feita pelo próprio folião, em papel machê, e o uso de relhos e chocalhos como apetrechos da folia.
 

PROGRAMAÇÃO CARNAVAL AFOGADOS DA INGAZEIRA 2014

A tradição dos tabaqueiros

 

Sexta, 28 de Fevereiro

 

19h – ABERTURA OFICIAL DO CARNAVAL 2014

(Concentração no Polo Rio Branco, na Avenida Rio Branco, com desfile até a Praça de alimentação Participação de todos os blocos que fazem a folia em Afogados da Ingazeira, presença de tabaqueiros, passistas de frevo, maracatu, troças e foliões em geral)

 

20h – Orquestra show de frevo (Polo do Frevo, Praça de alimentação)

 

Sábado, 01 de Março

 

10h – Genival e Grupo Versátil, em ritmo de Frevo – AABB

10h – Bloco Asa no Frevo (concentração no Rancho do Magnata. Saída do desfile às 17h, com Orquestra Anos Dourados)

14h – Bloco das Virgens (concentração no ateliê de Luciano Pires. Saída do desfile às 17h, até a Praça de alimentação)

15h – Bloco do povão (Rua Décio Amaral Padilha, com tenda eletrônica e DJ Choque)

16h – Trio elétrico carnaval tradição dos tabaqueiros, com a Banda Show Metrópolis (concentração no Polo Rio Branco)

16h – Desfile do Bloco das Crianças do Conj. Res. Miguel Arraes, no Polo Rio Branco

20h – Cavalheiros da Rosa Mística, com orquestra Show de Frevo (Polo Rio Branco. Desfile em direção à Praça de Alimentação)

21h – Orquestra Show de Frevo (Polo do Frevo)

22h –Bloco A Onda, com  a banda Saia Rodada Elétrico (Polo Rio Branco)

 

Domingo, 02 de Março

 

08h – Bloco Uni-duni-tê (concentração na Av. Rio Branco)

08h – Bloco Virgens do Sobreira (concentração na Rua Berta Céli. Desfile pelas ruas da cidade e jogo no Cohabão)

11h – Genival e grupo Versátil em ritmo de Frevo (Bar de Djalma)

11h – Bloco Chupa Litro (concentração na Vila Pitombeira. Desfile a partir das 16h, em direção à Av. Rio Branco)

11h – Bloco Picolé de Cachaça – Clube Campestre, com Orquestra Anos Dourados

12h – Josimar em ritmo de Carnaval (Polo das Tradições, no bar do bode assado)

12h – Bloco Leão do Norte (concentração no Polo das Tradições, com desfile às 16h em direção à Av. Rio Branco)

14h – Bloco Jegue Elétrico (Bairro São Sebastião. Com forró estigado elétrico e DJ Bruna V) 14h – Bloco Cazá, Cazá (concentração no rancho do Magnata, com saída às 16h em direção à Av. Rio Branco)

15h – Bloco do Povão (concentração na Rua Décio Amaral Padilha. Com tenda Eletrônica e DJ Marco Som)

16h – Trio Elétrico Carnaval Tradição dos Tabaqueiros, com Banda Badauê (Polo Rio Branco)

19h – Desfile infantil com orquestra Show de Frevo (Polo do Frevo)

22h – Bloco A Onda, com Acadêmicos (Polo Rio Branco)

 

Segunda, 03 de Março

 

12h – Genival e Grupo Versátil (Polo das Tradições)

12h – Bloco Tô na Folia (concentração no polo das tradições, com saída às 16h em direção à Av. Rio Branco, com Trio Elétrico e cantora Sheyla Toy)

14h – Carnafunk Bloco Bigode Grosso (concentração no bar do pilão)

14h – Bloco dos Tabaqueiros (concentração no Polo das Tradições e arrastão em direção ao Polo do Frevo)

15h – Bloco do Povão (concentração na Rua Décio Amaral Padilha, com tenda eletrônica e DJ Brum)

17h – Desfile do Bloco Estrela Verde. Saída do São Cristóvão em direção à Av. Rio Branco.

19h – Desfile dos Tabaqueiros ao som da Orquestra Show de Frevo (Polo do Frevo)

22h – Bloco A Onda – Gabriel Diniz (Polo Rio Branco)

 

Terça, 04 de Março

 

10h – Genival e Banda Versátil (AABB)

11h – Bloco Chupa Litro (concentração na Vila Pitombeira)

12h – Josimar em ritmo de carnaval (Polo das Tradições)

12h – Bloco A cobra vai subir (concentração no polo das Tradições e arrastão pela Av. Rio Branco a partir das 16h, ao som de trio elétrico e Banda Vizzu)

15h – Bloco do Povão (Rua Décio Amaral Padilha, com Tenda Eletrônica e DJ Marco Som)

19h – Desfile das Virgens, com orquestra Show de Frevo (Polo do Frevo)

22h – Bloco A Onda – Com Jameson Pancadão (Polo Rio Branco)

 

Fonte: ASSCOM

Fla x Emelec: cerca de 30 mil bilhetes vendidos para jogo pela Libertadores

De acordo com a assessoria de imprensa do Flamengo, cerca de 30 mil ingressos foram vendidos até o momento para o jogo contra o Emelec, quarta-feira, às 22h, no Maracanã, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Deste montante, 21 mil foram comercializados em pacotes para os jogos em casa pela competição, e o restante, na venda avulsa.

Os bilhetes para a estreia do Rubro-Negro em casa pela Libertadores seguem à venda. Os preços variam de R$ 100 a R$ 300 para o torcedor comum e, de R$ 80 a R$ 270 para os sócios-torcedores. Há meia-entrada para estudantes.

Fonte: Globo Esporte

“Ele pode até ter desistido de mim, mas eu não vou desistir dele”, diz Paula Fernandes sobre seu pai

Paula Fernandes, 29, foi a participante do arquivo confidencial do “Domingão do Faustão” o último domingo, e deu um depoimento emocionante sobre seu pai.
 
Ele não aceitou falar sobre a filha para o programa, e ela contou que não tem mais relação com o pai desde que ele se separou de sua mãe. “Ligo para meu pai quase todo dia, mas ele não atende. Mais difícil de ajudar alguém é quando a pessoa não quer ser ajudada. Meu pai é assim. Eu não sei o que ele espera, o que ele deseja.
 
É uma luta diária. Mando presente e ele manda devolver”, relatou.
Mesmo assim, Paula fez um apelo emocionante e amoroso para seu pai. “Desejo que ele seja forte, que ele possa fazer o papel dele. Fica meu desabafo. Tento ajudar esse homem todos os dias. É a grande paixão da minha vida e acabou sendo minha maior desilusão. Ele pode até ter desistido de mim, mas eu não vou desistir dele”.
 
O namorado dela, em contrapartida, apareceu em um depoimento cheio de carinho. “Esperei 34 anos para aparecer alguém como você na minha vida. Espero cumprir nossa promessa de ficarmos juntos mais 66 anos”, disse Henrique do Valle.
 
Fonte Yahoo Notícias

População de Tuparetama faz visita em defesa da Barragem de Ingazeira

 
Nesse domingo (23/02/2014) mais de 400 pessoas de Tuparetama atenderam o convite do vereador Joel Gomes, da Câmara de Vereadores e da Prefeitura de Tuparetama e saíram em comitiva  para o local da  Barragem de Ingazeira, no intuito de conhecerem as dimensões das obras da tão sonhada barragem que acalenta os milhares de sertanejos que hoje sofrem com a falta de água. 
 
À frente da ação, o vereador Joel Gomes que, inclusive, foi apresentado ao Dr. Marcos, engenheiro responsável pela construção, como um dos que mais lutaram em favor da continuidade das obras paralisadas da Barragem de Ingazeira, pelos populares que lá se encontravam como o agricultor Bolé e Lírio que não se cansaram em elogiar o trabalho de Joel Gomes em favor da Barragem. 
O Prefeito Dêva Pessôa disponibilizou os ônibus da Prefeitura para que a população que desejasse visitar as obras pudesse ir e vir com tranqüilidade. E assim ocorreu. Os ônibus tiveram que dar duas viagens pela quantidade de pessoas que, com sorrisos estampados nos rostos, ouviram atentamente o que explicava o Chefe de Segurança e o Engenheiro responsáveis pela obra. 
 
Contente mesmo estava o Vereador Joel Gomes que externava a sua alegria e até estendeu uma faixa com o Vereador Hidalberto Lima com os seguintes dizeres: “Indenização sim, paralisação não” e outra que narrava: “Barragem de Ingazeira, nosso sonho e desejo de todos”. A população atendeu ao convite do Vereador Joel Gomes e abraçou com ele a Barragem de Ingazeira como uma das mais valiosa e promissora obra que ora se realiza no Alto Sertão do Pajeú.
Serão mil hectares de terras para irrigação que será doada pelo governo federal aos proprietários que terão suas terras inundadas pelas águas da Barragem de Ingazeira e  criação de uma Colônia de Pescadores, uma vez que o próprio DNOCS fará o peixamento do lago represado.  Estima-se que terá uma produção de 90 toneladas de peixes/ano, acumulará 48.782.900 metros cúbicos de água, ofertará 560 empregos diretos e 1.120 indiretos.
 
Fonte: Blog do Marcello Patriota

Eleições 2014 e os apoios regionais foram tema no Debate das Dez da Pajeú

J

Nesta segunda-feira (24), nos estúdios da Pajeú, o ex-prefeito de Afogados da Ingazeira e atual secretário de recursos hídricos do Estado, Totonho Valadares (PSB) e o jornalista Mário Viana Filho (PTB), falaram sobre os apoios e o andamento das campanhas para as próximas eleições. Totonho como liderança política do grupo de Eduardo Campos e Mário como liderança do grupo de Armando Monteiro. Participou também o deputado federal João Paulo (PT) que falou sobre a visão e como deve se comportar o PT.

Desafios

Totonho disse que Eduardo Campos assim como nas eleições passadas, conseguiu eleger como prefeito de Recife um nome também desconhecido pela população na área política.

“O governador Eduardo Campos além de se um grande administrador e um grande politico é também um grande estrategista”, disse Totonho.

Inovação

Totonho disse que Eduardo está buscando inovar o ingresso de pessoas na área politica e foi buscar um de seus auxiliares, o Paulo Câmara, que segundo informações é um grande técnico é uma pessoa que tem ajudado bastante no desenvolvimento do Estado de Pernambuco para disputar a eleição como candidato a governador.

“Por outro lado à gente também sabe que das dificuldades que vamos ter, pois vamos enfrentar um candidato forte, conhecido, senador que já vem participando das campanhas”, lembrou Totonho.

Totonho disse que confia em Eduardo Campos e que por isso vai marchar junto com ele, mas que o por ele (Tonho) o candidato seria Fernando Bezerra Coelho que vai ser candidato a senador.

Totonho disse que pelo fato do governador Eduardo Campos ter que se dividir entre o grande projeto que é a candidatura a presidência e apoiar os seus indicados do bloco governista a responsabilidade das lideranças politicas regionais para ter sucesso na candidatura de Paulo Câmara, mas que dependendo do desempenho do governador para Presidência da República isso pode contribuir também nessa arrancada.

“Nós hoje temos três candidatos a Dilma, o Aécio e Eduardo, dependendo do desempenho dessa campanha de Eduardo Campos, pode efetivamente contribuir para que o Paulo Câmara tenha um grande desempenho e do esforço também dos correligionários e de todas as pessoas que fazem parte tanto do PSB como dos partidos coligados da Frente Popular aqui do Estado de Pernambuco”, disse Totonho.

Confiança

Perguntado sobre o suposto clima de já ganhou dentro do PTB com o anúncio de que o candidato do PSB seria Paulo Câmara, Mário Filho disse que não, pois todos sabem que toda eleição é difícil e principalmente quando se trata de um pleito de governo do Estado.

Mário disse que vê Armando Monteiro com grandes chances desde que foi anunciada a sua pré-candidatura, vem pontuando índices importantes em todas as pesquisas, liderando em todos os cenários e em todas as regiões de Pernambuco e que isso é evidente e claro, mas que não existe eleição fácil nem definida.

“Eu acho que essa escolha talvez não tenha sido a melhor do PSB porque acredito que teria outros quadros que talvez trouxesse assim uma vantagem maior para o partido, como seria o caso de Fernando Bezerra”, disse Mário.

A posição do PT

Por telefone o deputado João Paulo (PT) falou que o partido continua fazendo suas avaliações.

“Setores mais à esquerda defendem dois palanques (com PT e PTB cada um para um lado) para favorecer o segundo turno. Outro, um palanque forte para disputa”.

Segundo João Paulo, uma posição só sai no final de abril. Apertado sobre sua disposição pessoal, João Paulo não abriu o jogo. “Estou preferindo que o PT defina a estratégia política. Temos outros nomes como Humberto e Tereza. Tenho que ter cautela, aguardar a estratégia e depois o nome”.

Sobre a escolha de Paulo Câmara como candidato governista, João Paulo também tem parecer cauteloso. “Vamos esperar a definição oficial e avaliar. Prematuramente, sabe-se que não é uma eleição fácil, já que o governador também tem um trabalho no Estado”, ponderou.

Totonho disse que acha que se o PT não fizer parte da chapa de Armando e optar por uma candidatura própria, a eleição fica mais fácil para que o PSB consiga eleger Paulo Câmara.

“Eu acho que tudo isso vai depender ainda do desempenho que a Dilma esta tendo, que tem sido de certa forma negativo em relação ao que já esteve em pesquisas anteriores”, disse Totonho.

Já Mário disse que pelas conversas que tem escutado nos bastidores, acha que é praticamente certo o apoio do PT a Armando Monteiro, mesmo porque o PTB nacional está do lado da presidente fazendo parte hoje do grupo que dá sustentação ao governo e também que quando Eduardo rompeu com o governo federal, por outro lado Armando declarou o seu apoio à Dilma.

“Acho que por toda essa relação de aproximação e demonstração de apoio, eu acredito que já é quase definido, agora quanto a formação da chapa eu acho que ainda leva um tempo”, disse Mário.

Durante o intervalo do Debate, Totonho Valadares falou sobre a acusação do vereador Renon de Ninô (PROS) que em entrevista a Pajeú na última sexta-feira (21) disse que ele (Totonho), estaria cercando uma rua que dá acesso a sua fazenda e deixando vários moradores prejudicados.

Renon afirmou que o ex-prefeito desapropriou vários terrenos durante o tempo em que esteve à frente do município como prefeito e, que agora, espera a atitude do atual prefeito (José Patriota) se terá “peito” para “peitar” o ex-prefeito com essa situação.

Totonho disse que a área que está sendo cercada é de sua propriedade, onde o mesmo adquiriu quando no local somente havia mato e fez a estrada interligando a PE 292 até a sua propriedade. O ex-prefeito afirmou que tomou a iniciativa de cercar a área, devido quando há festas no Aplausos Shows, fica impossibilitado de ter acesso até a sua propriedade devido aos veículos de pessoas que estão na festa, estarem estacionados na estrada, impedido a passagem.

O ex-prefeito falou que o vereador Renon de Ninô estaria incitando as pessoas a derrubarem a cerca e que isso não seria postura correta para um legislador.

“Eu não sabia que Renon como vereador e ex-presidente da Câmara, podia estar incitando o pessoal a derrubar cerca ou muro de áreas que não lhe pertencem, fica até uma coisa muito deselegante para uma pessoa estar fazendo isso”, disse Totonho.

Fonte: Blog do Nill Júnior

Torcedor do Santos é agredido em São Paulo após clássico e morre

Márcio Barreto de Toledo, 34 anos, foi espancado por cerca de 15 pessoas perto da sede da Torcida Jovem, no Jardim Aricanduva, e não resistiu.

O torcedor do Santos, Márcio Barreto de Toledo, de 34 anos, faleceu na madrugada desta segunda, após ser agredido por cerca de 15 pessoas entre às 20h e 21h do domingo. Ele estava saindo da quadra da Torcida Jovem, no Jardim Aricanduva, Zona Leste de São Paulo, e caminhava para o metrô Penha, quando foi abordado e atacado com barras de ferro.

Segundo membros da torcida, o crime teria sido realizado por torcedores do São Paulo. Ele foi encontrado com vida e levado para o Hospital do Tatuapé, mas não resistiu. O corpo de Márcio já está no Instituto Médico Legal da Zona Leste. A autópsia será feita na manhã desta segunda. Na sequência o corpo será liberado para o velório.

Márcio era associado da Torcida Jovem e tinha ido ao jogo entre São Paulo e Santos, no Morumbi, que terminou empatado em 0 a 0. Ele havia retornado para a quadra da torcida, onde ainda realizou alguns ajustes nos carros alegóricos da escola de samba, antes de sair e ser atacado.

O torcedor, que morava na Vila Guilhermina, também na Zona Leste de São Paulo, é pai de um garoto chamado de Serginho, de apenas cinco meses. A diretoria da organizada esteve com a família após o ocorrido.

 

Fonte: Globo Esporte 

Palmeiras perde invencibilidade no Paulistão para Botafogo-SP

Caiu o último invicto do Campeonato Paulista. Neste domingo, o Palmeiras visitou o perigoso Botafogo-SP em Ribeirão Preto e acabou derrotado por 3 a 1, em duelo válido pela 10ª rodada do Estadual. Todos os gols da partida aconteceram no primeiro tempo. Mike abriu o placar para os anfitriões, Valdivia empatou de pênalti, mas Camilo e Marcelo Macedo trataram de balançar a rede e acabar com a invencibilidade da equipe alviverde na competição.

Com o resultado positivo, o Botafogo-SP volta à liderança do grupo B do Estadual, com 19 pontos. Na mesma chave, o Corinthians é apenas o quarto colocado, com 14 pontos. Apesar da derrota, o Palmeiras segue tranquilo na liderança do grupo D, com 23 pontos somados. O segundo colocado Bragantino tem 16.

No duelo deste domingo em Ribeirão Preto, o Botafogo-SP abriu o placar aos 19 minutos da primeira etapa. Marcelo Macedo cruzou da esquerda, Mike se antecipou a William Matheus e finalizou para o gol. Mas o Palmeiras empatou pouco depois. Aos 24, Valdivia cobrou pênalti com categoria, deslocou o goleiro e deixou tudo igual.

O Botafogo-SP, porém, não se abateu. Aos 33, Camilo roubou a bola de William Matheus, avançou pela intermediária e chutou, a bola desviou na zaga e morreu no funda da rede. Animado com a vantagem, o time da casa marcou mais um quatro minutos mais tarde. Marcelo Macedo bateu pênalti no canto esquerdo de Fernando Prass, que quase chegou na bola, mas não evitou o gol.

O Palmeiras tentou pressionar na segunda etapa, todavia pouco produziu. O time de Gilson Kleina ainda teve o meia Bruno César expulso, depois de discussão com o árbitro. Alex Silva, do Botafogo-SP, também recebeu o segundo amarelo e acabou expulso no fim da partida. Mas nada que atrapalhasse o triunfo do time anfitrião, que faz ótima campanha no Estadual: são cinco vitórias em cinco partidas em casa.

Para alavancar as vendas de materiais esportivos no ano do centenário, a diretoria do Palmeiras lançou mais um uniforme nesta semana, mas a nova camisa comemorativa parece não ter trazido sorte, uma vez que o Palmeiras, com muitos desfalques, perdeu a primeira no ano do seu centenário. Na próxima rodada, nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Estádio do Pacaembu, o Alviverde encara o São Bernardo, para reencontrar o caminho das vitórias. O Botafogo-SP joga no sábado, novamente em casa, contra a Penapolense.

O jogo

Único invicto neste Campeonato Paulista, o Palmeiras tinha um adversário indigesto neste domingo. Líder do Grupo B, o Botafogo-SP tinha 100% de aproveitamento no Estádio Santa Cruz, com cinco vitórias em cinco jogos, e contava com o apoio de sua torcida mais uma vez para seguir imbatível em Ribeirão Preto. Além disso, o time de Gilson Kleina também sofria com os desfalques, o que deixaria a situação ainda mais complicada.

Sem contar com Wesley, o treinador alviverde optou por jogar com dois volantes de contensão: França e Eguren. A formação prejudicou a saída de bola da equipe alviverde e facilitou as chegadas perigosas do Botafogo. O primeiro erro fatal aconteceu aos 20 minutos, quando Giovanni o time de Ribeirão Preto interceptou a bola ainda no meio de campo, Giovanni recebeu pela esquerda e cruzou para a área. Mike foi mais rápido do que William Matheus e completou para o fundo das redes.

A falta de criatividade do Palmeiras no meio de campo deixava Miguel Bianconi isolado na frente, sem muito ter o que fazer. Marquinhos Gabriel, uma das apostas, pouco produzia, enquanto Valdivia, apesar do esforço, era bem marcado. Mendieta, por sua vez, também estava apagado e ainda recebeu, ao longo da etapa inicial, a incumbência de ajudar a saída de bola alviverde.

O cenário era desfavorável, mas ainda assim o time de Gilson Kleina conseguiu chegar ao empate três minutos depois de sofrer o gol. Em um dos poucos momentos que pressionou o Botafogo, o Palmeiras colocou a bola na área Mendieta tentou o chute, mas ficou na marcação. Valdívia ficou com o rebote, finalizou e acertou o braço do zagueiro. O árbitro foi rigoroso, marcou o pênalti para o time alviverde e o meia chileno mostrou categoria, deslocou o goleiro e empatou o confronto.

Se a igualdade poderia dar ânimo aos jogadores do Palmeiras, os minutos seguintes mostraram que o cenário seria bem diferente. A defesa alviverde seguiu com dificuldades para sair com a bola dominada e os erros custaram caro. William Matheus, que já havia falhado no primeiro gol, se atrapalhou no meio de campo, Camilo aproveitou, roubou a bola, partiu em direção ao gol e chutou da entrada da área, sem dar chances a Fernando Prass, para marcar o segundo.

A desvantagem também não serviu de alerta. Os erros da defesa alviverde prosseguiram e o Botafogo se aproveitou disso mais uma vez. Daniel Borges desceu pela direita, fez o cruzamento e a bola tocou na mão de William Matheus, para completar o dia infeliz do lateral. O árbitro mostrou o mesmo rigor e marcou o pênalti. Na cobrança, Marcelo Macedo escolheu o canto direito, o mesmo de Fernando Prass, mas o goleiro palmeirense não alcançou. Era o terceiro do Botafogo-SP.

Ciente da má partida de sua equipe, Gilson Kleina tentou mudar. Bruno César e Vinícius entraram com a missão de alterar o cenário do jogo, nos lugares de Miguel Bianconi e Marquinhos Gabriel, que nada produziram no primeiro tempo. As mudanças até modificaram a postura do Palmeiras, que chegou a assustar com Valdivia, mas era pouco para um time que tinha a obrigação de tirar uma vantagem de dois gols.

O Botafogo se aproveitou da apatia alviverde e passou a tocar bola com tranquilidade no campo de ataque. A torcida foi no embalo e ensaiou gritos de ‘olé’, irritando os jogadores do Palmeiras. Entre os mais insatisfeitos, Bruno César deixou sua equipe em situação ainda pior. O meia cometeu falta dura, reclamou muito com o árbitro e foi expulso de campo. Era a confirmação da primeira derrota do Verdão no ano do Centenário.

 

Fonte: ESPN