Monthly Archives: julho 2015

COMEMORAÇÃO PELOS 10 ANOS DA FEIRA LIVRE DA INGAZEIRA É AMANHÃ

Nesta sexta-feira dia 31 de julho o grupo Amigos da Feira-Livre irão realizar um evento para comemorar os 10 anos da Feira-Livre da Ingazeira. A feira foi reimplantada no dia 1° de julho de 2005 pela ACASI e o SEBRAE.
Uma programação cultural foi organizada para celebrar essa grande conquista do povo Ingazeirense.

 

VEJA A PROGRAMAÇÃO DO ANIVERSÁRIO DE 10 ANOS DA FEIRA LIVRE:

Paulo: Yane Marques é um exemplo de determinação para os pernambucanos

Pernambuco teve o melhor desempenho da sua história nos Jogos Pan-Americanos, competição realizada em Toronto, no Canadá. Ao todo, foram 18 medalhas conquistadas, sendo seis de ouro, seis de prata e seis de bronze. A sertaneja Yane Marques, ouro no Pentatlo, foi recebida, nesta segunda-feira (27), pelo governador Paulo Câmara, no Palácio do Campo das Princesas. No encontro, o chefe do Executivo estadual destacou a importância do bom desempenho dos pernambucanos na competição internacional, reforçando que Yane foi responsável pela popularização da sua modalidade Brasil.
 
“A gente fica muito feliz de ver uma sertaneja ganhar uma medalha de ouro. Yane tem uma trajetória muito bonita, que ela trilhou com muita dedicação e esforço. Ela fez o Brasil conhecer o Pentatlo; poucos conheciam essa modalidade antes dessa pernambucana de Afogados da Ingazeira. Tenho certeza que ela vai continuar dando muitas alegrias para todos nós”, enalteceu Paulo.
Yane Marques participou de três Pan-Americanos, onde conquistou duas medalhas de ouro e uma de prata. Ela ainda foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres. “Essa é a prova de que todo o esforço vale a pena”, comentou a atleta, que já está nos preparativos para os Jogos do Rio de Janeiro, em 2016. 
 
“Ano que vem temos as Olimpíadas do Rio de Janeiro; vamos apoiar e torcer para que ela continue essa trajetória bonita no esporte e garanta mais uma medalha de ouro para Pernambuco e para o Brasil”, reforçou Paulo Câmara.
 
Beneficiária do Bolsa Atleta, do Governo do Estado, Yane treinará pelo Exército Brasileiro até 2017. Sobre a sua rotina de preparação, a sertaneja disse que utiliza algumas instalações no Recife e ainda participa de encontros fora do País. “Eu treino quatro vezes por semana, com horário específico para cada modalidade”, pontuou.
 
Durante o encontro, Paulo Câmara, que já defendeu o Estado em provas de natação na adolescência, confidenciou que gosta de acompanhar as diversas competições esportivas. “Acredito que o esporte, em suas diversas modalidades, oferece muitas oportunidades para os jovens”, salientou.
PERNAMBUCANOS – Além de Yane Marques, outros pernambucanos obtiveram êxito no Pan do Canadá. João Paulo (Basquete); Bruno Santana e Samira Rocha (Handebol); Etiene Medeiros (Natação) e Bárbara Micheline (Futebol) garantiram a medalha de ouro para o Brasil. Etiene Medeiros e Joanna Maranhão (Natação); João Rafael e Jaqueline (Vôlei); Erica Sena (Marcha Atlética) e Keila Costa (Salto Triplo) asseguraram a prata. Rômulo (Futebol) e Jaqueline Teles (Rugby) conquistaram o bronze, assim como Joanna Maranhão e Etiene Medeiros (outras modalidades de Natação), sendo duas, cada.
 
O governador ressaltou que o Estado seguirá apoiando seus talentos. “Sabemos das dificuldades de ser um atleta desse nível no Brasil. Isso exige realmente muito esforço de cada um. Queremos ajudar no sentido de facilitar. Yane realizar sua rotina de treinamentos no Recife é uma ótima notícia. Mas queremos oferecer mais condições para ela e para os demais atletas pernambucanos”, garantiu Paulo.

Ex-prefeito de Afrânio desviou quase R$ 2 milhões de convênios para conta da arrecadação. Foi condenado pelo TCE

O TCE julgou irregular  na sessão da Segunda Câmara, o objeto de uma auditoria especial realizada na prefeitura de Afrânio, no exercício de 2012, para apurar denúncia de irregularidades na execução de convênios celebrados com o Governo Federal na gestão do ex-prefeito Carlos Cavalcanti Fernandes.

A denúncia foi feita ao TCE pela atual prefeita do município, Maria Lúcia Mariano de Miranda, alegando que os recursos de vários convênios foram repassados irregularmente para as contas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Devidamente notificado, o ex-prefeito apresentou defesa, porém o relator do processo, auditor substituto Adriano Cisneiros, não considerou todos os seus argumentos.

Restaram comprovadas, segundo ele, as seguintes irregularidades: desvio de recursos de convênios para a conta destinada à arrecadação tributária no valor de R$ 1.830.000,00; não execução de obras de melhoria sanitária, fruto de convênio celebrado com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa); execução parcial de uma quadra escolar e de uma creche no povoado de Extrema; prestação de contas parcial de um convênio celebrado com a Secretaria das Cidades do Estado de Pernambuco e transferência de valores da conta do salário-educação para outras mantidas pela prefeitura.

Como a maioria dos convênios foi celebrada com órgãos do governo federal, a Câmara decidiu enviar cópias do processo, TC Nº 1300453-0, para o TCU e para o Ministério Público (para a apuração de responsabilidades), e dar conhecimento dos fatos à Secretaria das Cidades e à Controladoria Geral do Estado. O voto foi aprovado por unanimidade.

Condenado por improbidade: Em 2014, Carlos já havia sido condenado pela Justiça Federal 8ª Vara a ressarcir ao município  o valor de R$ 80 mil. Segundo a Justiça Federal os recursos conveniados para “construção de quadra poliesportiva escolar”, foram desviados de finalidades, em 01/09/12 em ato de improbidade administrativa caracterizada pelo prejuízo ao erário público.

imagem2101

Fonte:Nill Junior

COZINHA COMUNITÁRIA É REABERTA DEPOIS DE COBRANÇA EM NOSSO BLOG

A Cozinha Comunitária da Ingazeira,  foi reaberta no mês julho, depois de algumas cobranças e denúncias feitas por internautas ingazeirenses ao nosso blog. A prefeitura municipal através do seu gestor o prefeito Luciano Torres, decidiu após muitos meses fechada reabrir as portas da Cozinha para população.

 O que chama a atenção é que quase todos os anos a Cozinha fica mais tempo fechada do que aberta, enquanto em outros municípios isso não acontece, pois  funcionam normalmente sem interrupções.

 É importante as cobranças dos internautas, pois se a população não reivindicasse, talvez até hoje a cozinha não estivesse aberta.  Queremos agradecer a prefeitura por atender ao povo da Ingazeira.

TCE aplica multa de R$ 3 mil ao prefeito Luciano Torres da Ingazeira

O prefeito da Ingazeira, Luciano Torres, foi multado pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) em R$ 3.201,75, durante sessão realizada no último dia 7 de julho. A Primeira Câmara do Tribunal de Contas de Pernambuco julgou ilegais as contratações temporárias realizadas pelo prefeito Luciano Torres em 2014. De acordo com o Tribunal, foram 210 servidores que foram contratados de forma temporária para diversos cargos e que tiveram o registro negado.

 

Fonte: Afogados On-Line

PF cumpre mais mandados de busca e apreensão. Casa de Fernando Bezerra Coelho foi um dos alvos

bezerra-coelho-ministro-integracao-nacional-coletiva-20120104-original

Casas de Fernando Collor (PTB-AL),  Ciro Nogueira (PP-PI) e do deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), e ex-deputado Mário Negromonte (PP-BA), também no alvo

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira (14) a Operação Politeia, um desdobramento da Lava Jato, com a execução de mandados de busca e apreensão na residência de políticos suspeitos de envolvimento com o esquema de corrupção. Os agentes da PF foram às casas do senador Fernando Collor (PTB-AL), em Brasília e em Maceió, nas do senador Ciro Nogueira (PP-PI) e do deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), em Brasília, na do ex-ministro e ex-deputado Mário Negromonte (PP-BA), na Bahia, e na do ex-ministro e senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE).

(Correção: inicialmente, esta reportagem informou que a PF havia cumprido mandado de busca e apreensão da residência do empresário Arnon de Mello, filho do senador Fernando Collor. Na verdade, o mandado foi cumprido somente nas casas de Collor, em Brasília e em Alagoas).

Segundo a PF, esta nova fase da Lava Jato foi batizada de Politeia porque no livro “A República” o filósofo grego Platão descreve uma cidade perfeita, onde a ética prevalece sobre a corrupção.

Ao todo, a PF tem 53 mandados para cumprir, autorizados pelos ministros Teori Zavascki, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF). Os mandados fazem parte de seis inquéritos do Supremo que investigam políticos dentro da Operação Lava Jato.

operacao-pf

Segundo a Polícia Federal, o objetivo é evitar que provas importantes sejam destruídas pelos investigados. As buscas ocorrem na residência de investigados, em seus endereços funcionais, sedes de empresas, em escritórios de advocacia e órgãos públicos.

Na capital alagoana,  agentes da polícia também cumpriram mandado no prédio da TV Gazeta, afiliada da TV Globo. A Gazeta tem Collor como um dos principais acionistas. Agentes também realizaram buscas na Organização Arnon de Mello (OAM), pertencente à família.

No Rio de Janeiro, a PF realizou buscas no prédio da BR Distribuidora. Também foram alvo das buscas as casas de dois diretores da BR Distribuidora, José Zonis e Luiz Cláudio Caseira Sanches.

Além de Alagoas, Distrito Federal e Rio de Janeiro, também há mandados para os estados da Bahia (11), Pernambuco (8), Alagoas (7), Santa Catarina (5) e São Paulo (5). Cerca de 250 policiais federais participam da ação em todo o país.

A defesa de Collor usou as redes sociais para se manifestar sobre a busca e apreensão em suas residências. No Twitter e no Facebook, os advogados do senador do PTB disseram repudiar com “veemência” a ida dos policiais federais a residência dele.

“A medida invasiva e arbitrária é flagrantemente desnecessária, considerando que os fatos investigados datam de pelo menos mais de dois anos, a investigação já é conhecida desde o final do ano passado, e o ex-presidente jamais foi sequer chamado a prestar esclarecimentos”, diz trecho da nota.

Responsável pela defesa do senador Ciro Nogueira (PP-PI), o advogado Antonio Carlos
de Almeida Castro, o Kakay, classificou de “abusiva” a busca e apreensão de documentos na casa do cliente dele.

“O senador já falou, colocou à disposição da polícia o sigilo telefônico, bancário e fiscal. Vivemos uma época em que medidas invasivas se tornaram regra, não exceção. Ele já prestou depoimento”, ressaltou Kakay.

Nota de Fernando : Por meio de nota, o advogado André Luís Callegari, que defende Fernando Bezerra Coelho, disse que o parlamentar do PSB confia no trabalho das autoridades e que continua à disposição da política para colaborar nas investigações. Segundo o criminalista, Bezerra está aguardando para prestar depoimento no inquérito da Lava Jato.

“O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) manifesta sua confiança no trabalho das autoridades que conduzem este processo investigatório e continua, como sempre esteve, à disposição para colaborar com os ritos processuais e fornecer todas as informações que lhe forem demandadas; inclusive, de documentos que poderiam ter sido solicitados diretamente ao senador, sem qualquer constrangimento. Fernando Bezerra Coelho aguarda o momento de seu depoimento e reitera sua confiança no pleno esclarecimento dos fatos”, escreveu o advogado no comunicado. (G1)

Fonte: Nill Junior