Monthly Archives: janeiro 2016

Prefeitura divulga a programação oficial do Carnaval 2016 em Tabira

 
O Prefeito Sebastião Dias e a Secretária de Cultura, Gracinha Paulino, estiveram nessa quinta-feira (28) no Programa Show da Tarde, da Rádio Cultura FM, para divulgar em primeira mão a programação oficial do Carnaval 2016 na cidade de Tabira.
 
Sebastião iniciou explicando que está cumprindo as orientações do Ministério Público e o carnaval irá acontecer sem nenhum centavo dos cofres públicos, até mesmo a estrutura de palco e som será conseguida através de parcerias.
 
Outra afirmação do prefeito é que os salários foram colocados em dia. “Apesar das dificuldades nós pagamos. Existe prefeitura que está devendo até seis meses aos seus funcionários e a imprensa não divulga isso”, disse.
 
A secretária Gracinha disse que esse ano as Olimpíadas serão tema do carnaval em Tabira e por isso teremos o Carnaval Olímpico 2016. Os homenageados serão: Reisado Domingos Amaro do Povoado do Brejinho e os foliões Geraldo, Leide Pinheiro e Beton.
 
Por conta das dificuldades financeiras, a sexta-feira foi cortada e a festa de momo terá o seu início no sábado de Zé Pereira. Outra mudança confirmada pela secretária será o local do evento que deixará de acontecer na Avenida Raul Pereira Amorim para ser na Rua Severino Pires Sobrinho. O palco será montado em frente à casa do ex-vice-prefeito Joselito Rodrigues. Eis as atrações:
 
Sábado
 
Orquestra Maestro Virgínio
Renny e a Galera
Vilões Elétrico
 
Domingo
 
Banda BKL
Santa Dose
Pankada de Luxo
 
Segunda-feira
 
U’z Frajolas
Wagner Fernando
Feitiço de Menina
 
Terça-feira
 
Pegada de Play Boy
Harry Estigado Elétrico
Forró dos Bossas Elétrico
Forró Estigado
 
Fonte: Radar do Sertão

Obras da barragem de Ingazeira seguem sem interrupções

Após passar por algumas paralisações, a obra da Barragem de Cachoeirinha em Ingazeira está em ritmo contínuo, com homens e máquinas trabalhando. Desde o projeto inicial, passando pelas indenizações e chegando a fase que se encontra hoje, pode-se dizer que a obra está com 65% dos trabalhos concluídos.
 
O novo coordenador estadual do DNOCS Dr. Emílio Duarte de Souza e Silva, em visita a região prometeu que a obra estará pronta até o final de 2016. Para isso, o Ministério da Integração disponibilizará R$2 milhões de reais para que a obra não seja interrompida e esse prazo seja cumprido.
 
Cerca de 60 toneladas de concreto são preparados por dia na usina do canteiro de obras, para isso é usado 300 mil litros de água retirada de poços tubulares perfurados exclusivamente para a finalidade de atender as demandas da obra.
 
Fonte: Nill Júnior

Votação para escolha dos melhores do ano vai encerrar no dia 30 de Janeiro

 
Devido ao grande sucesso das enquetes para escolha dos Melhores do Ano 2015, Região do Pajeú, a direção do site Folha Do Pajeú decidiu prorrogar o término da votação para o dia 30 de janeiro. Os vencedores serão conhecidos e divulgados no mesmo dia, pois o resultado é imediato.
 
O evento para a entrega dos Troféus será no dia 19 de fevereiro no Kactu’s Recepções em Afogados da Ingazeira. Mais informações no site: www.folhadopajeu.com.br
 

Segundo pesquisa, em Pernambuco, 69 prefeitos têm parentes como secretários

Famílias controlam milhões por ano em municípios pequenos, onde não há atividade econômica que faça frente a esse poder, diz Vanuccio Pimentel, autor de pesquisa da UFPE
 
Pesquisa da UFPE mostra que 42% dos prefeitos do Nordeste têm algum parente no secretariado municipal
 
Assumir uma prefeitura e lotear cargos com parentes. Antiga, a prática continua bem em voga no Nordeste brasileiro de hoje. Pelo menos 42% dos atuais prefeitos nordestinos nomeou algum parente como secretário municipal, mostra uma pesquisa do Departamento de Ciência Política da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O levantamento cruzou dados de 1.511 municípios do Nordeste e em 641 deles o gestor municipal havia colocado alguém da família para chefiar as secretarias de Educação, Saúde ou Assistência Social; que lidam com a maior quantidade de repasses federais. Em 15 cidades, as três pastas eram controladas por familiares do prefeito.
 
Em Pernambuco, pelo menos 37,91% dos prefeitos tinham algum parente na prefeitura. Isso equivale a 69 das 182 prefeituras pesquisadas. “Pernambuco tem um dos menores índices. O maior número vai estar na Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Maranhão. Esse tipo de clã só consegue se organizar porque está em micro e pequenos municípios. A partir do momento em que a cidade aumenta, passar a ter outras demandas e outros atores políticos disputando o poder. Em Pernambuco, 70% dos municípios são de porte médio ou grande”, afirma Vanuccio Pimentel, autor da pesquisa e coordenador do Laboratório de Políticas Públicas Municipais da Faculdade ASCES, de Caruaru.
 
Os números, porém, podem ser ainda mais expressivos do que os mostrados na tese. O levantamento se restringe às pastas da Educação, Saúde e Assistência Social porque nas três áreas existem conselhos ou entidades nacionais que catalogam os nomes dos secretários municipais. Outras secretarias também podem estar ocupadas por parentes dos prefeitos nas cidades. Os dados utilizados no trabalho são de 2013, primeiro ano dos atuais mandatos municipais.
 
Em um levantamento similar, a pesquisa sobre perfil dos municípios brasileiros feita pelo IBGE em 2013 aponta que existem 1305 primeiras-damas ocupando o posto de secretárias de Assistência Social no Brasil. Dessas, 459 estão no Nordeste e 34 em Pernambuco.
 
O objetivo da pesquisa pernambucana era tentar definir o conceito de clã político: uma parentela que ocupa nacos do poder para se perpetuar no comando de municípios. Ao JC, Vanuccio alegou questão de ética na pesquisa para não divulgar o nome dos 69 prefeitos pernambucanos que teriam nomeados os próprios parentes.
 
Hoje, a legislação impede que parentes de até terceiro grau do atual mandatário possa concorrer nas eleições seguintes (primos são permitidos) e proíbe os prefeitos de nomearem parentes para cargos comissionados que não sejam classificados como funções políticas, como são as secretarias.
 
Apesar disso, Vanuccio não vê perspectiva de que esses clãs deixem de existir em um futuro próximo. “No final, uma família dessa, num município pobre, controla milhões por ano. E não existe atividade econômica na cidade que faça frente a esse poder”, diz.
 
CLÃS POLÍTICOS
 
PERNAMBUCO:
 
37,91% dos prefeitos têm parentes na administração municipal (ou 69 das 182 prefeituras)
 
56 têm parente em 1 secretaria
 
12 têm parentes em 2 secretarias
 
1 tem parentes nas 3 secretarias
 
NORDESTE:
 
42,42% dos prefeitos tem parentes na administração municipal (ou 641 de 1511 prefeituras)
 
476 têm parente em 1 secretaria
 
150 têm parentes em 2 secretarias
 
15 têm parentes nas 3 secretarias
 
Fonte: Nill Júnior

Chuvas registradas no Pajeú nas últimas 24 horas

 
Mesmo sem encher os reservatórios, a chuva segue caindo na região do Pajeú
 
Na noite da 5ª feira e madrugada da sexta choveu em Afogados da Ingazeira, Tabira, Ingazeira, Carnaíba e Solidão.
 
A chuva tem sido suficiente para molhar a terra e animado os agricultores que tem plantado milho e feijão. Confira alguns números:
 
Afogados da Ingazeira – 20.5 mm
Brejinho – 14.1 mm
Carnaíba – 18 mm
Iguaraci – 06 mm
Itapetim – 15 mm
Quixaba – 33.2 mm
Santa Terezinha – 33 mm
São José do Egito – 05 mm
Tabira – 20 mm

Menino de 10 anos cria museu sobre Luiz Gonzaga no interior do Ceará

Do Uol
 
Após uma visita ao museu de Luiz Gonzaga na cidade natal do artista, em Exu (PE), em 2013, o cearense Pedro Lucas Feitosa, 10, decidiu criar seu próprio espaço dedicado ao “Rei do Baião”. Assim surgiu, no município de Crato (CE), em pleno sertão do Cariri, o Museu do Luiz Gonzaga, onde o menino reuniu peças que remetem à vida do cantor.
 
O museu fica na sala da casa da bisavó de Pedro, já falecida. Fã de Gonzagão desde que tinha cinco anos, o garoto conta que, quando teve a ideia de abrir o espaço, já foi logo levando os objetos para o local sem consultar os pais. “Eu sou assim mesmo, nem falo com as pessoas antes de fazer”, brinca.
 
No acervo, Pedro não tem nada que efetivamente tenha pertencido a Luiz Gonzaga. Seu critério é encontrar objetos antigos, que façam parte da cultura da região ou que remetam à obra do cantor, como sanfonas, máquinas de costura, máquinas de escrever e folhetos de cordel.
 
Seu amor por Gonzagão começou em uma festa de sua escola, no dia de São João. O menino chegou cantarolando músicas do artista, embora nem soubesse a autoria. Então, uma tia percebeu seu interesse e deu a ele uma coletânea de músicas de Luiz Gonzaga. Pedro conta que sua canção preferida é “Numa Sala de Reboco”. “Ela tem uma coisa que me contagia”, diz.
 
 
ACERVO – O primeiro objeto do museu foi uma máquina de costura, e desde então, o acervo vem crescendo por meio de doações. Pedro lembra que o projeto ficou conhecido pelas pessoas da região depois de ser anunciado durante uma festa da igreja local. “O pessoal aqui da comunidade sabe do museu e vem falar comigo para doar coisas”, diz.
 
O garoto também consegue doações pela internet, onde divulga sua história por meio de uma página no Facebook. Ele explica que, para que as peças sejam aceitas, elas devem ser antigas e remeter à região nordestina.
 
A rotina do menino é toda dedicada ao museu. Quando os visitantes chegam, ele faz a função de guia e explica a história das peças e do ídolo Luiz Gonzaga. Enquanto está na escola, no período da manhã, o pai assume a tarefa. “Mas o meu pai não sabe explicar tão bem”, revela.
 
Cuidar do museu é um dos passatempos prediletos. “Às vezes eu deixo de ir na escola para ficar no museu, mas minha professora briga”, conta o garoto, que está no sexto ano do ensino fundamental. Para organizar o espaço, ele também tem a ajuda do primo Kaio Emerson, 8.
 
Seu objeto preferido é uma sanfona quebrada, que ele espera substituir por uma nova algum dia. “Essa sanfona foi doação, é só de brincar. Mas é a peça de que eu gosto mais”, afirma.
 
Assim como Luiz Gonzaga, Pedro toca triângulo e também quer aprender a tocar sanfona. Com o sucesso do museu, ele diz que tem planos para expandir o espaço. “Hoje o museu é só na sala de casa, mas vamos tentar aumentar”, conta.
 

Segunda-feira foi de chuva nos municípios do Pajeú

A semana começou com boa chuva na maioria dos municípios da região do Pajeú. Choveu 11 milímetros em Afogados da Ingazeira. Choveu também em Tabira, Solidão, Iguaracy, Ingazeira, Quixaba, Carnaíba e Irajaí. A segunda-feira registrou chuva durante o dia e a noite. Veja os números:

Afogados da Ingazeira – 11 milímetros
Brejinho – 24,0 mm
Calumbi – 17,5 mm
Carnaíba – 6,0 mm
Flores – 0,0 mm
Iguaracy – 2,5 mm
Ingazeira – 4,0 mm
Itapetim – 23,0 mm
Quixaba – 13,4 mm
Santa Cruz da Baixa verde – 17,0 mm
Santa Terezinha – 34,0 mm
São José do Egito – 22,5 mm
Serra Talhada – 36,2 mm
Solidão – 11,3 mm
Tabira – 13,0 mm
Triunfo – 23,0 mm
Tuparetama – 20,0 mm
 

Maciel Melo vai estrear como ator em novela da Globo

 
O Caboclo Sonhador Maciel Melo estará no elenco da próxima novela das nove da Globo, Velho Chico, que estreia em março. Junto com o baiano Xangai ele formará uma dupla de cantadores, na novela escrita por Benedito Ruy Barbosa e dirigida por Luiz Fernando Carvalho.
 
É de Barbosa e Carvalho, aliás, a novela O Rei do Gado (1997), que tinha no elenco os músicos Sérgio Reis e Almir Sater como a dupla de violeiros Saracura e Pirilampo. Maciel, que é natural de Iguaraci, e tem 33 anos de carreira, foi indicado ao papel por Xangai.
 
Os dois estão em Delmiro Gouveia, cidade às margens do rio São Francisco, em Alagoas, junto com o resto do elenco – entre eles, Rodrigo Santoro.
 
Por enquanto, Maciel tem composto trechos para as chamadas da novela, que serão cantados por Xangai. E juntos compuseram A lenda do rio para a trama. É certo que os personagens estarão na 1ª fase da novela.

Humorista Shaolin morre em Campina Grande

 
Laudiceia Veloso, viúva do artista, publicou informação em rede social.
Shaolin morreu após uma parada cardiorrespiratória.
 
O ator e comediante Josenilton Veloso, o Shaolin, morreu aos 44 anos nesta quinta-feira (14) após uma parada cardiorrespiratória, em uma clínica particular de Campina Grande, no Agreste da Paraíba. Shaolin recebia cuidados médicos em casa desde 2011, após sofrer um acidente.
 
A informação foi publicada no Facebook de Laudiceia Veloso, viúva do artista.
 
“#‎LUTO‬ Depois de 1821 dias, nosso guerreiro terminou sua batalha. É com muita tristeza que divido a nossa dor com todos vocês. Shaolin apresentou um quadro febril nesta terça e que, infelizmente evoluiu para uma infecção, precisando de internação imediata. Recebemos a notícia do hospital, neste momento, que ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. As informações sobre velório e local de sepultamento, divulgarei mais tarde. Obrigada a todos pelas orações e pela força!”, informou a viúva pela rede social.
 
Familiares do artista confirmaram ao G1 que o velório e o enterro vão acontecer no cemitério Campo Santo Parque da Paz, na avenida Assis Chateaubriand, número 5.460, no bairro Velame, em Campina Grande. O velório fica aberto ao público das 11h (horário local) até as 15h, quando a cerimônia será reservada à família. O enterro está marcado para às 17h.
 
Shaolin sofreu um acidente no dia 18 de janeiro de 2011 na rodovia federal BR-230, em Campina Grande. No mesmo dia, Shaolin foi socorrido e internado no Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Pouco tempo depois, foi transferido para o Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi submetido a cirurgias e ficou internado por cerca de cinco meses.
 
Em 2015, quatro anos após o acidente que o deixou em coma, Shaolin conseguia se comunicar e interagir com a família através de “expressões faciais e dos olhos”, conforme relatou sua à esposa época, Laudiceia Veloso.

Novos Conselheiros Tutelares de Ingazeira tomaram posse neste domingo

Aconteceu na manhã do último domingo (10), às 09hs, na Academia da Saúde a posse dos novos Conselheiros Tutelares da Ingazeira. A solenidade contou com a presença do Prefeito Luciano Torres e da Secretária de Saúde do município, Fabiana Torres. Estiveram presentes na solenidade os suplentes de conselheiro. Os familiares dos conselheiros também estiverem prestigiando a solenidade. A noite na Igreja Matriz aconteceu uma missa de ação de graças presidida pelo padre Luiz Marques.

Vão cumprir mandato de quatro anos os Conselheiros Tutelares: Diorges Guedes Veras, Fábio Felizardo Xavier, Maria Eliandra Ferreira Rodrigues, José Sérgio do Nascimento, e Tiago Talles Tunú de Morais.