Monthly Archives: fevereiro 2016

Quixaba, Ingazeira e Serra Talhada na agenda de Paulo Câmara

O governador Paulo Câmara cumpre agenda neste sábado (27) no Pajeú. No município de Quixaba, o chefe do Executivo pernambucano assina a ordem de serviço que garante a requalificação de um trecho da PE-329. Com um investimento de R$ 5,2 milhões, a obra vai recuperar uma ligação essencial entre Pernambuco e a Paraíba. O cronograma prevê que a intervenção será entregue à população dentro de quatro meses.

Após autorizar a recuperação dessa rodovia, o governador segue para Ingazeira, onde libera recursos para a modernização do Sistema de Abastecimento de Água do município. No local, Câmara ainda entrega obras viabilizadas pelo Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) e realiza o lançamento dos programas Terra Pronta e Distribuição de Sementes no Pajeú.

A atualização do sistema que leva água da Adutora do Pajeú para as cidades de Ingazeira e Iguaraci terá um investimento de R$ 418 mil do Governo do Estado. As conexões já existentes foram feitas pela Compesa, em caráter emergencial. Essa intervenção, que interliga as adutoras do Pajeú e do Rosário, vai assegurar o abastecimento de água para 10 mil pessoas na região.

Com relação aos programas Terra Pronta e de Distribuição de Sementes, cerca de 30 mil pessoas serão favorecidas no Pajeú. No caso do Terra Pronta, o agricultor tem a sua terra preparada para o cultivo. E, depois, caso seja necessário, ele recebe grãos de feijão, milho e sorgo para a concretização do plantio, por meio do programa Distribuição de Sementes.

FEM – Em Ingazeira, o Fundo financiou a pavimentação de ruas, a reforma de unidades de saúde e a requalificação da Praça do Comércio, no Distrito de Santa Rosa, mais um equipamento que será entregue pelo governador, neste sábado. A partir de um investimento público de R$ 246,8 mil, sendo R$ 10 mil da prefeitura, o espaço ganhou uma área para a prática de exercícios e quiosques para a comercialização de alimentos.

Em 2014, o FEM destinou R$ 452,8 mil para o município sertanejo. O plano apresentado pela prefeitura de Ingazeira, para a edição 2015 do Fundo, prevê o calçamento da rua principal da cidade até o cemitério. Com ações coordenadas pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), a distribuição do FEM tem sido fundamental para a realização de obras essenciais. Além disso, a iniciativa contribui para o incremento da receita municipal.

A agenda termina com almoço em Serra Talhada, onde Câmara vai encontrar lideranças políticas na Capital do Xaxado. Além de nomes da oposição, como Sebastião Oliveira e Carlos Evandro, o prefeito Luciano Duque garantiu que também recepciona o governador para discutir atuais e futuras parcerias.

Fonte: Nill Júnior

Padre Luisinho volta a denunciar desmatamento no Sertão do Pajeú

O Sertão do Alto Pajeú continua sendo uma das regiões que mais insiste no desmatamento do seu bioma caatinga. Segundo o pároco Luiz Marques, há ilegalidades acontecendo em algumas cidades, como é o caso de Ingazeira e Tuparetama.

O Padre já havia se manifestado sobre o problema e conclamado as autoridades para tomarem as devidas providências. De nada serviu o alerta e o assunto voltou a ser discutido, dentro do tema apresentado este ano pela Campanha da Fraternidade.

“De lá pra cá nenhuma providência foi tomada para conter as derrubadas no Sertão do Pajeú, mas isso é uma questão de educar essas pessoas a não cometerem esses atos contra a natureza, se você não atinge o coração dessas pessoas elas não mudam, não sou eu nem o bispo que vamos mudar isso, mas a gente pode apontar outras formas de sobrevivência, porque nem todo mundo vive da venda de madeira, ou seja, tem uma série de atividades”, completou.

Fonte: Blog do Itamar

Prefeitura da Ingazeira esquece de tapar os buracos das ruas

Há mais de um ano que recebemos denúncias de moradores que reclamavam de vários buracos nas ruas da cidade. Por esquecimento ou falta de interesse, a gestão do prefeito Luciano Torres tem deixado os buracos aumentarem, pois o que mais se vê hoje no município é um grande número de buracos em várias ruas.

Em entrevista à Rádio Cidade FM de Tabira, em dezembro do ano passado, o prefeito Luciano Torres, chegou a dizer que só iria mandar consertar o calçamento da rua do comercio, depois que a Barragem da Ingazeira fosse concluída, segundo ele por passar muitos caminhões pela cidade.

Só que essa desculpa não convence, pois, os buracos estão em muitas ruas pelas quais os caminhões e caçambas que transportam materiais para a barragem não passam, e mesmo assim ainda não foram tapados.  

Um problema aparentemente tão fácil de resolver, mas talvez falte tempo para a equipe do prefeito fazer uma operação tapa-buracos. Não podemos dizer que falta dinheiro, pois só no mês de janeiro chegou mais de R$ 1 milhão de reais dos recursos do FPM.

Como perguntar não ofende, até quando os motoristas e pedestres da Ingazeira vão ter que conviver com esses buracos espalhados pelas ruas?

Aparelhos de ginástica amanheceram sujos de óleo em Santa Rosa

Nesta semana denunciamos através do nosso blog que no bairro de Santa Rosa equipamentos de ginástica que foram instalados na praça estavam amarrados com arame há mais de 6 meses para que a população não utilizasse enquanto o governo municipal inaugurasse com a presença de representantes do governo do estado.

Ontem verificamos que foi derramado óleo nos aparelhos. Ainda não se sabe quem fez isso. Até o momento o governo municipal da Ingazeira não se posicionou sobre quando o povo poderá usar os aparelhos.

Água chega até sábado em Iguaracy, Jabitacá e Ingazeira

Ramal da Adutora do Pajeú entre São José do Egito e Itapetim segue tocado por empresa MRM

Foram iniciadas e continuam caminhando as obras Adutora do Pajeú no Ramal entre São José do Egito e Itapetim, passando pelo Ambó. São cerca de 18 quilômetros de trecho. Falando ao colaborador Marcelo Patriota, o engenheiro Emilio Duarte, da MRM não falou em data para conclusão, mas estimou que pelo tempo de trabalho no trecho entre Afogados e São José do Egito, tem perspectiva de aproximadamente seis meses, avançando 3,6 km ao mês.

A obra está com a tubulação colocada desde a ETA São José do Egito, cortando os bairros São João, Borja e Planalto. A tubulação já atravessou a área urbana da cidade seguindo no sentido do Ambó.

Sobre etapa entre Ambó e Brejinho deverá ser feito um ramal de 6 quilômetros com uma tubulação complementar, como foi feito entre Riacho do Meio e Tuparetama.

Água em Iguaraci e Ingazeira: segundo o prefeito Luciano torres, falando ao programa Manhã Total, da Rádio Pajeú, os testes da Adutora que levará água a Iguaraci, Jabitacá e Ingazeira estão na fase final. Em Iguaraci, a perspectiva é de que a água deverá chegar nesta quinta. Em Ingazeira, a água deverá chegar até sábado, garante.

“Deveria chegar amanhã mas houve estouramento na fase de testes. A Compesa mobilizou equipes para resolver a questão e fazer a água chegar em Iguaracy”.

Ele informou também que a Compesa confirmou a liberação de R$ 430 mil para Adutora em Tuparetama. Há a necessidade para evitar falhas e interrupções na distribuição.  “Terça uma equipe da Compesa irá a Ingazeira, para dispensar cobrança das famílias que não receberam água”.

Fonte: Nill Júnior

Banda pernambucana acusa Aviões do Forró de usar músicas sem autorização

Ação judicial movida por compositores do estado se refere a Só se for gelada e Pra lavar

Os compositores pernambucanos Allan Clistenis e Arley Christian têm protagonizado, há quatro anos, uma batalha judicial contra o grupo Aviões do Forró. Os vocalistas da Dibôa, banda atuante no circuito local, alegam que o grupo cearense usa, sem autorização, as músicas Só se for gelada e Pra lavar, escritas por eles. 

“Eu e meu irmão somos cantores e compositores da banda Dibôia. Nossa banda é do Recife e já somos conhecidos Tpor aqui. Em 2012, nossa música Só se for gelada começou a estourar. No mesmo ano, Aviões do Forró veio fazer um show no Clube Internacional e conheceu a nossa música. Depois, eles começaram a usá-la. Como decidimos tomar uma atitude, buscamos fazer um acordo. Nosso empresário da época fez um trato com a banda, para que ganhássemos o dinheiro referente a dois shows deles, ou seja, R$ 300 mil. Até hoje, nunca vimos esse dinheiro”, afirma Allan. 

O processo de número 0047170-97.2012.8.17.0001 contra a banda corre na 26º Vara Cível da Comarca do Recife desde 2012. Inicialmente, a ação era voltada para o uso indevido da música Só se for gelada. Depois, segundo o pernambucano, quando o grupo Aviões do Forró começou a usar a composição Pra lavar, uma notificação foi enviada para a A3 Entretenimento – produtora responsável pelo grupo cearense-, mas nenhuma resposta teria sido dada.

“Em 2014, fizeram o mesmo com a música Pra lavar. Gravaram e depois descobriram que era nossa. Para se retratar, eu acho, chamaram a gente para cantar com eles no Olinda Beer. Cantamos e depois voltaram a usar a música. Eles fizeram shows e apresentações patrocinadas por marcas de cerveja, já que a letra fala disso. Então, notificamos a A3 entretenimento e nem responderam. No total, são quatro anos de processo. Tivemos quatro audiências e só vão advogados deles. Eles alegam em juízo que já pagaram”, completa Allan Clistenis.

Fonte: Diário de Pernambuco

Tarde de muita chuva na Ingazeira

Na tarde desta terça-feira (23) voltou a chover bastante na cidade da Ingazeira. A chuva que teve início por volta das 17:00hs se estendeu durante todo o fim de tarde até a chegada da noite. 

Prefeitura da Ingazeira recebeu mais de R$ 1 milhão de reais através do FPM em janeiro

No mês de janeiro de 2016 a prefeitura da Ingazeira recebeu o repasse de recursos através do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) o valor de R$ 1.043.643,46 (Um milhão, quarenta e três mil, seiscentos e quarenta e três reais e quarenta e seis centavos).

Este valor é referente apenas a um mês, o que indica que não houve alteração significativa no total de repasses, pois, considerados os valores que vieram no mês de janeiro de 2014 e janeiro de 2015, o dinheiro do FPM foi mantido. O que nos chama a atenção, é que a prefeitura da Ingazeira mesmo tendo recebido mais de 1 milhão de reais em janeiro deste ano em recursos de FPM mais uma vez não organizou uma programação de carnaval que agradasse aos foliões ingazeirenses. O que se viu durante todo o período de carnaval foi pessoas insatisfeitas com o descaso da prefeitura em relação a essa festa tradicional no município.  

Veja os valores que chegaram do FPM em janeiro de 2014, 2015 e deste ano:

(Demonstrativo do mês de janeiro de 2016)

(Demonstrativo do mês de janeiro de 2015)

(Demonstrativo do mês de janeiro de 2014)

Em quatro dias militares encontram 64,2 mil focos de Aedes no país

 
As Forças Armadas encontraram 64,2 mil focos de Aedes aegypti, mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya nos mais de 781,8 mil imóveis visitados em todo o país, segundo um balanço desta sexta-feira (20) divulgado pelo Ministério da Defesa. Esses pontos que foram eliminados representam 8,2% do total de locais inspecionados.
 
O número de checagens feitas pelo Exército, a Marinha e a Força Aérea Brasileira levam em conta apenas os imóveis comerciais e residenciais em que os militares conseguiram entrar. Se todas as portas estivessem abertas, a quantidade aumentaria para 951,8 mil, mas 16,1% estavam fechados.
 
Os dados compreendem um período de quatro dias, intervalo que as Forças Armadas participaram junto com agentes de saúde em 290 municípios de todos os Estados do Brasil. Ao todo, 55.394 militares participaram das ações que também contaram com a aplicação de larvicidas.
 
Em São Paulo, as mulheres e homens das Forças Armadas estiveram em 59,7 mil imóveis e localizaram focos do inseto em 22% deles. Um dos locais que mais preocupa é a cidade de Guarulhos, na Região Metropolitana. No município, as equipes da Aeronáutica encontraram quatro pontos de reprodução do mosquito em cada casa inspecionada.
 
Fonte: Uol Notícias

Chuvas mudam cena do Sertão, mas estiagem em 2016 deve ser ainda mais dura

Por Ed Wanderley

Em janeiro, precipitações foram até seis vezes maior que média, mas Apac diz que quadrimestre será ainda mais seco no Sertão que nos anos anteriores

As fortes chuvas de janeiro pintaram de verde um Sertão duramente castigado ao longo dos últimos três anos. Ao contrário das previsões meteorológicas realizadas em 2015, no primeiro mês deste ano, em alguns municípios, a precipitação chegou a ser seis vezes superior à média histórica. Ainda assim, a projeção não foi revista: espera-se que até abril, a região mais seca de Pernambuco seja castigada com ainda mais intensidade.

A informação é da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). Em 2015, apenas 13 municípios chegaram à média histórica de chuvas em pelo menos um dos quatro primeiros meses do ano. Este ano, apenas dois não receberam chuvas acima da média, fazendo a má notícia prevista ir de encontro ao otimismo recente. Na primeira quinzena de fevereiro, só três cidades apresentaram índice de precipitação acima de 100% em relação ao esperado: Custódia, Ibimirim e Manari.

De acordo com o meteorologista Fabiano Prestrelo, a previsão de que choveria abaixo da média foi feita em consenso na reunião climática entre os centros de meteorologia de todo o Nordeste e está mantida. “É o período mais chuvoso do Sertão, mas ainda assim, será abaixo da média.

O efeito, com maior intensidade, do fenômeno El Niño deve, inclusive, impedir a recuperação do nível dos reservatórios. Os próximos meses serão difíceis”, explica.

As mudanças visuais, ainda que temporárias, já são verificadas. Bastam alguns milímetros precipitados para mudar o cenário.

Uma prova é o registro do Sítio Lajedo, a 10 km do centro de Afogados da Ingazeira. O local, onde nasceu e cresceu o sertanejo Jaelson Pontes, foi fotografado em 25 de dezembro de 2015 e em 31 de janeiro de 2016. “Sempre visito o local. Há 7 anos, moramos na cidade. É bom demais ver a terra assim”, diz.

Apesar de impressionar visualmente, o geógrafo da Universidade Federal do Cariri João Ludgero explica que as plantas xerófitas da caatinga possuem essa capacidade de adaptação devido à evolução. “Elas sobrevivem com pouca água. Para isso, perdem as folhas e ficam acinzentadas para reduzir a transpiração e não reter luz e calor do sol. Além disso, o solo não é profundo, facilitando a absorção de qualquer chuva”, esclarece.

Resta esperar para verificar se as previsões se concretizam ou se, por alguma felicidade do acaso, um Sertão verde continue a ser um incomum, mas sempre bem-vindo, cartão postal do Nordeste…

Fonte: Diário de Pernambuco

Iguaracy tem a melhor Farmácia Básica do Estado de Pernambuco, diz coordenadora de farmácia do Hospital da Restauração

Na Audiência Pública, realizada na última quarta-feira (17), para prestação de contas da Secretaria de Saúde, o prefeito do Município de Iguaracy, Francisco Dessoles Monteiro, citou o esforço do Governo Municipal para manter a saúde em dias, mesmo com os poucos recursos, e com as dificuldades enfrentadas.

“Quem administra tem que fazer prioridades. Se o recurso está curto, você tem que priorizar alguns assuntos. Nós tivemos essa epidemia dengue, chikungunya e zika a partir de outubro e com isso tivemos uma despesa extra. Quem trabalha com medicamentos sabe como a demanda aumentou drasticamente nesse período”.

O prefeito citou ainda que os medicamentos sumiram rapidamente da prateleira, e isso apesar de Iguaracy ter a melhor farmácia básica do Estado de Pernambuco, e foi dito pela coordenadora de farmácias do Hospital da Restauração, que fez um levantamento e divulgou esses dados. O prefeito Patriota da cidade de Afogados da Ingazeira e presidente da AMUPE realçou ainda que Iguaracy tem o depósito de medicamentos mais organizado de Pernambuco.

Dessoles informou no evento outras importantes ações que vem ocorrendo na área da saúde:

“Foram 64 casos de tracoma descobertos nas escolas, casos esses que vocês sabem mais do que eu, porque trabalham na saúde, e vamos transformar em futuros donos de casa ou donas de casa porque foram diagnosticados em tempo hábil. Essas 64 crianças vão ter muito mais chances de ter uma vida normal do que se a gente negasse esse trabalho preventivo.

Nós devemos nos orgulhar também de ter zero caso de tuberculose diagnosticado nos últimos meses. A hanseníase, que também uma doença muito grave, nós temos zero caso diagnosticado no período de quatro meses. Nós temos a vacinação com todas as metas batidas.

Lógico que a saúde de Iguaracy, de Pernambuco e do Brasil não é nenhuma maravilha, nós sabemos disso. Estávamos até agora nos postos de saúde da família com um só médico para responder pelos quatro postos. Vocês viram aqui os dados financeiros como são perversos ao Município. Gastamos seiscentos mil reais com os postos de saúde e recebemos cem mil. Muita gente pensa que os PSF’s são bancados pelo Governo Federal”.

Fonte: Blog TV Web Sertão

Luciano Torres passou por cirurgia em Recife. Quadro é estável

A Secretária de Saúde da Ingazeira, Fabiana Torres, irmã do prefeito Luciano Torres confirmou ao blog que o gestor passou por procedimento na noite da última quarta-feira (17) no Hospital da Unimed, na Rua José de Alencar, Boa Vista, para tratar uma hérnia umbilical.
 
Segundo ela, o procedimento aconteceu às 21h, foi considerado em sucesso e seu estado de saúde é considerado estável.  Ele  continua na unidade. O procedimento foi programado no início do mês.
 
Após sentir-se mal, Torres foi levado dia 2 ao Recife. O diagnóstico indicou  um quadro de Duodenite moderada acompanhada de gastrite erosiva. Foi definido o procedimento cirúrgico para tratar da questão e também da hérnia que já tinha diagnosticado antes.
 
Fonte: Nill Júnior