Monthly Archives: maio 2016

Ricardo Teobaldo visita obras da Barragem de Ingazeira

O deputado federal Ricardo Teobaldo (PTN) visitou na manhã da última sexta-feira (27) as obras da Barragem de Ingazeira, no Sertão do Pajeú. A obra segue próxima de sua conclusão, com cerca de 70% executada.

“Mais uma vez venho até Ingazeira vistoriar a barragem. Essa é uma obra que estou acompanhando e cobrando de perto. A conclusão trará diversos benefícios para região. Teremos uma melhora significativa na qualidade de vida da população, promovendo um maior desenvolvimento local. Além disso coloca o Sertão do Pajeú em outro patamar econômico””, destacou Teobaldo.

O parlamentar também reforçou sua gestão frente ao governo federal. “Irei mais uma vez procurar o Ministro da Integração para tratar dessa obra e trabalhar para garantir sua continuidade”, disse Ricardo Teobaldo durante a vistoria.

A Barragem de Ingazeira fica situada entre os municípios de Ingazeira e Tuparetama. A obra acumulará um volume de água de 48,7 milhões de metros cúbicos. Com investimentos da ordem de R$ 42 milhões, o projeto vai levar água para consumo, irrigação, turismo e piscicultura às famílias dos municípios de Ingazeira, São José do Egito, Tabira e Tuparetama.

Estudantes protestam contra Paulo Câmara na inauguração da ETE Eduardo Campos

Estudantes de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, aproveitaram a presença do governador Paulo Câmara (PSB) na inauguração da Escola Técnica Estadual Governador Eduardo Campos, também no município, nesta sexta-feira (27), para protestar por melhorias para a própria escola. Policiais militares usaram spray de pimenta e houve violência para dispersar os adolescentes.

Após a inauguração da escola técnica, os alunos da Escola de Referência em Ensino Médio Conde Pereira Carneiro se aproximaram de Paulo Câmara para reclamar sobre a merenda, a falta de fardamento, as condições da quadra esportiva da unidade. Os tablets prometidos, segundo os estudantes, também não chegaram.

Mesmo sem ser recebidos pelo governador, alguns adolescentes seguiram o socialista até o carro oficial e, na saída, gritaram e fizeram cobranças a ele.

Estudantes relataram, porém, que alguns policiais responderam ao protesto com violência. “Uma policial me puxou pela roupa. Eu disse a ela que estava ali para defender meu futuro e que não queria violência”, afirmou à reportagem do Jornal do Commercio Maria Eduarda Karolline, 15 anos.

Um grupo de estudantes foi recebido pelo secretário de Educação, Fred Amâncio, que disse estar surpreso com as demandas porque a escola tem bons níveis de rendimento nos indicadores estaduais. As queixas dos alunos foram ouvidas e, segundo o secretário, anotadas para tomar providências.

Grupo é preso por tentar fraudar concurso da Polícia Militar em PE

(Delegado Joselito Amaral deu detalhes sobre a Operação Ponto Eletrônico)

Quadrilha tentou burlar segurança ao utilizar pontos eletrônicos. Certame ocorreu na manhã deste domingo e oferece 1.500 vagas.

A Polícia Civil de Pernambuco desarticulou um grupo suspeito de tentar fraudar o concurso da Polícia Militar (PM), que ocorreu na manhã deste domingo (29) em várias cidades de Pernambuco. De acordo com a corporação, a quadrilha tentou burlar o certame com a utilização de pontos eletrônicos para repassar gabaritos a uma pessoa que estava do lado de fora do prédio onde a prova era realizada. O grupo planejava atuar tanto na capital como no interior do estado. Ao todo, 13 pessoas foram presas, incluindo professores, candidatos e o líder do esquema.

De acordo com o diretor metropolitano da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Amaral, os professores fizeram as provas relativas às suas matérias e, faltando 15 minutos para o fim do tempo estipulado, saíram e entregaram os gabaritos para o líder, que estava dentro de um carro, em local não divulgado, no Recife.

Segundo o policial, o concurso não foi prejudicado, pois os agentes prenderam o cabeça da operação antes que pudesse repassar os gabaritos aos candidatos que seriam beneficiados com a fraude. Amaral acrescentou que a regra que estipula que os candidatos só podem deixar os locais de prova faltando 15 minutos para o fim, foi criada, justamente, para pegar esse grupo que já vinha sendo investigado.

“As famílias [dos candidatos] têm muito a lamentar. Pais e mães que estiveram aqui e presenciaram seus filhos sendo presos por fraude, justamente em um concurso de pessoas que vão tentar combater a criminalidade”, afirmou Joselito Amaral. Os suspeitos foram pegos em várias cidades do estado, mas a maioria deles na Região Metropolitana do Recife.

(Carro onde líder do esquema comandava esquema foi apreendido)

A polícia informou que as investigações continuam e outras pessoas podem estar envolvidas. Além dos presos, os agentes apreenderam modernos pontos eletrônicos e um Honda Civic prata, onde estava o líder do esquema. Todos os presos serão ouvidos e, na segunda-feira pela manhã, serão encaminhados para audiência de custódia. Todos responderão pelo crime de fraude.

Coordenada pela Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar, as investigações tiveram início há pouco mais de um mês. O material apreendido foi encaminhado para a sede do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GOE), Cordeiro, Zona Oeste do Recife. Mais informações da ‘Operação Ponto Eletrônico’ serão divulgadas nesta segunda-feira (30) na sede da Secretaria de Defesa Social. Ao todo, 50 policias civis e 162 PMs trabalharam na operação.

Concurso

Com mais de 121 mil inscritos – cerca de 80 candidatos concorrendo a uma única vaga – este concurso da Polícia Militar é tido como um dos maiores já vistos no estado. Eles vão disputar as 1.500 vagas disponíveis. A relação de candidatos por vaga é quase o triplo do número de concorrentes a uma vaga do curso de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 2014. Na época, havia 30,2 candidatos disputando uma das vagas no curso da universidade.

Fonte: G1 Pernambuco

Secretaria de Saúde da Ingazeira realizou Campanha Maio Amarelo na última sexta-feira

O Governo Municipal da Ingazeira, por meio da Secretaria de Saúde em parceria com educação realizaram na manhã da última sexta-feira (27) a campanha Maio Amarelo, afim de chamar a atenção para um trânsito mais humano.

Este ano o tema foi o uso do cinto de segurança na prevenção de acidentes de trânsito, durante o mês a temática foi abordada nas escolas com a participação dos alunos, concurso de redação e de desenho.

A Secretaria de Saúde, montou na feira livre um estande onde foi dado orientações sobre medidas de prevenção no trânsito e orientações sobre os primeiros socorros em caso de acidentes de trânsito, com a equipe do Corpo de Bombeiros.

Depois foram realizadas as premiações dos vencedores do concurso: 1º lugar desenho de Laura Gabriela e 2º lugar, Vitória Aparecida, ambas alunas da Professora Roseli, da Escola Argemiro Veras e a aluna Stephanny Kaisse vencedora da redação, aluna da professora Elizandra. Na modalidade ensino médio, a vencedora foi Bianca em 1º lugar e Cíntia em 2º lugar ambas da escola Aristaque Veras alunas da professora Josi.

 

Veja vídeo da ação: casa lotérica é assaltada em Afogados da Ingazeira

Ação foi similar a esta, registrada a uma semana em cidade do Estado.

A Casa Lotérica A Grande Jogada, que fica na Avenida Manoel Borba, centro comercial de Afogados da Ingazeira, foi assaltada por dois homens armados que chegaram em uma moto com placa de Sertânia.

Na fuga a moto dos assaltantes não pegou, fazendo com que os bandidos roubassem outra moto para empreender fuga. É mais uma ação criminosa a casas lotéricas no Pajeú.

Os criminosos usaram inicialmente uma moto Titan 150 placas KJP 4729, da cidade de Sertânia. A lotérica não informou quanto foi levado. A polícia faz diligências para tentar acha os acusados. Como crime, houve grande movimentação na Manoel Borba.

Fonte: Nill Júnior

Luan Santana, Bell Marques e Wesley Safadão fazem shows gratuitos no São João de Caruaru

Festejos na Capital do Forró vão do dia 4 a 29 de junho

O cantor baiano Bell Marques foi escolhido para fazer o show de encerramento dos festejos juninos na Capital do Forró. O show dele será no dia 29 de junho, quando é celebrado o Dia de São Pedro, no Pátio de Eventos de Caruaru, no Agreste pernambucano.

Confira o roteiro de shows do Divirta-se

O São João do município será um pouco mais curto neste ano. A abertura da festa está marcada para o dia 4 de junho, com shows de Elba Ramalho e Flávio José. Outros grandes nomes da música nacional aparecem na grade.

Entre os shows mais aguardados, o de Wesley Safadão está marcado para o dia 25 de junho. No dia 10 de junho, Luan Santana sobe ao palco. Santanna e a dupla Matheus e Kauan estão programados para 11 de junho. O sanfoneiro Dorgival Dantas toca no Dia dos Namorados, 12 de junho. O cantor sertanejo Gusttavo Lima se apresenta em 28 de junho. A programação foi divulgada nesta quinta-feira, pela Secretaria Municipal de Comunicação da cidade.

Tradicionalmente, a programação junina na cidade tem início no último fim de semana de maio e segue com maratona de shows até o dia 29 de junho, totalizando 30 dias de festa. Neste ano, o Pátio de Eventos Luiz Gonzaga foi reservado para receber a festa da Tocha Olímpica, no dia 30 de maio. O evento, de responsabilidade do Comitê Olímpico, contará com apresentações de grupos de cultura popular.

Os homenageados do São João deste ano serão os cantores e compositores caruaruenses Walmir Silva e Gilvan Neves, a artesã Marliete Rodrigues e o jornalista Marcolino Junior (in memoriam).

Confira a programação:

4 de junho
Azulão
Nando Cordel
Elba Ramalho
Cavaleiros do Forró
 
5 de junho
Israel da Mídia
Magníficos
Solteirões
 
8 de junho
Fabiana Pimentinha
Silvério Pessoa
Os Gonzagas
 
10 de junho
Berinho
Novinho da Paraíba
Luan Santana
Pedrinho Pegação
 
11 de junho
Calango Aceso
Santanna
Caru Forró
Matheus e Kauã
 
12 de junho
Walmir Silva
Adelmário Coelho
Dorgival Dantas
 
15 de junho
Jailson Rosseti
Valdir Santos
Os 3 do Nordeste
Banda Zé do Estado
 
17 de junho
Marcus Lessa
Flávio José
Danilo Botrel
Gabriel Diniz
 
18 de junho
Aviões do Forró
Gilvan Neves
Geraldinho Lins
Iohannes
 
19 de junho
Renilda Cardoso
Limão com Mel
Luan Estilizado
 
21 de junho
Virados do Forró
Del Feliz
Vilões do Forró
 
22 de junho
Desejo de Menina
Arreio de Ouro
Didi de Caruaru
 
23 de junho
Elifas Júnior
Benil
Petrúcio Amorim
Brasas do Forró
 
24 de junho
Fulô de Mandacaru
Margareth Menezes
Paula Mattos
Santa Dose
 
25 de junho
Gatinha Manhosa
Bichinha Arrumada
Jorge de Altinho
Wesley Safadão
 
26 de junho
Erisson Porto
Amigos Sertanejos
Márcia Felipe
 
27 de junho
Brucelose
Mastruz com Leite
Erick Moreira
Maciel Melo
 
28 de junho
Anjo Azul
Israel Filho
Gusttavo Lima
 
29 de junho
Lucas Costa
Jonas Esticado
Bell Marques
 
Fonte: Diário de Pernambuco

Deputado Ricardo Teobaldo estará amanhã na Ingazeira

O deputado federal Ricardo Teobaldo (PTN) inicia a partir desta quarta-feira (25) uma série de encontros no Agreste e no Sertão do Pajeú. A primeira parada acontece em Surubim. Durante os dias seguintes o parlamentar vai percorrer os municípios de Brejinho, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, São José do Egito, Solidão, Tabira e Tuparetama. Entre os compromissos programados está a assinatura de convênios em Surubim e uma visita a Barragem de Ingazeira, obra que vem sendo acompanhada periodicamente por Teobaldo.

Em Surubim, ao lado do prefeito Túlio Vieira (PT), o deputado Ricardo Teobaldo assinará alguns convênios originados de emendas parlamentares de sua autoria. Teobaldo também participará da inauguração de reformas de praças e obras de calçamento no município.

No Pajeú o parlamentar visitará as obras da Barragem de Ingazeira. “Essa é uma obra que cobro e acompanho sempre. Esse esforço é necessário devido a sua importância para a região. Com a barragem teremos uma melhora significativa na qualidade de vida da população, promovendo um maior desenvolvimento local. Além disso coloca o Sertão do Pajeú em outro patamar econômico”, ressaltou Ricardo Teobaldo.

Já em Tabira a agenda contemplará as comemorações de emancipação política do município com a inauguração do centro de comando e monitoramento da Guarda Municipal.

Além da agenda administrativa, Ricardo Teobaldo também realiza alguns encontros políticos na região. “Tenho visitado sempre o Pajeú. Volto novamente essa semana para realizar também uma agenda política, já visando as eleições municipais. Temos alguns prefeitos que vão fortes para reeleição e outros com chances claras de vitórias. Vamos trabalhar para garantir o êxito do nosso grupo no Pajeú”, destacou.

Elba, Wesley Safadão e padre Fábio de Melo estão no São João de Campina Grande

Cidade paraibana disputa com Caruaru o título de Maior São João do Mundo

Cidade que disputa com Caruaru o título de Maior São João do Mundo, Campina Grande, na Paraíba, terá shows de Elba Ramalho, Wesley Safadão e o padre Fábio de Melo. A programação dos festejos juninos começa em 3 de junho e segue até 3 de julho.

A festa de abertura será comandada por Biliu de Campina, Jairo Madruga, Flávio José e Marcia Fellipe (substituta da dupla As Coleguinhas, formada por Simone e Simaria). O encerramento, no dia 3 de julho, terá apresentações de Stela Alves, Capilé, Aviões do Forró, A Barka.

A vocação religiosa da festa, dedicada a São João Batista, responsável pelo batismo de Jesus Cristo, segundo a tradição católica, será reforçada pelos padres Fábio de Melo, no dia 14 de junho, e Reginaldo Manzotti, no dia 21.

Os shows principais serão realizados no Parque do Povo. Além disso, haverá shows nos distritos de Galante e São José da Mata. A programação oficial de Caruaru, a cidade rival de Campina Grande no quesito festejos juninos, será lançada nesta quinta-feira.

Programação do Palco Principal:

3 de junho

Biliu de Campina, Jairo Madruga, Flávio José, Marcia Fellipe

4 de junho

Pinto do Acordeon, Jorge de Altinho e Felipe Lemos

5 de junho

Os 3 do Nordeste, Brasas do Forró e Gabriel Diniz

7 de junho

Filarmônica Estrelas da Serra, Funpop Jazz Band, Luther College Jazz Orchestra, Maestro Marquinhos Farias

8 de junho

Diogo Cirne, Forró Sacaneado, Diego Santana e Banda Encantus

9 de junho

Inaudete Amorim, Forrozão Karkará e Banda Palov

10 de junho

Sandra Belê, Maciel Melo, Aduílio Mendes e Netinho Lins

11 de junho

Capilé, Coroné Grilo, João Lima, Gatinha Manhosa

12 de junho

Alexandre Tan, Os Nonatos, Vicente Nery

14 de junho

Padre Fábio de Melo

15 de junho

Felipe Santos, Matheus Felipe, Shylton Fernandes, Cavaleiros do Forró

16 de junho

Gente Boa, Esdras Veras, Alcymar Monteiro, Forró das Antigas

17 de junho

Biliu de Campina, Santanna, Luan e Forró Estilizado, Lagosta Bronzeada

18 de junho

Chambinho, Nando Cordel, Ramon Schnayder

19 de junho

Del Felix, Poeta Francinaldo, Os Gonzagas, Cavalo de Pau

21 de junho

Reginaldo Manzotti

22 de junho

Joverlaine, Sirano e Sirino, Talysson Lopes, Jonas Esticado

23 de junho

Iohannes, Elba Ramalho, Geraldinho Lins

24 de junho

Tony Dumont, Edmar Miguel, Ton Oliveira, João Lima

25 de junho

Zé Calixto, Cabruêra, Amazan, Solteirões do Forró

26 de junho

Genival e João Lacerda, Raniere gomes, Lucy Alves, Banda Magia

28 de junho

Luizinho Clixto, Targino Gondim, Impacto X

29 de junho

Edglei Miguel, Jurandir da Feira, Waldonys, Saia Rodada

30 de junho

Eloiza Olinto, Assisão, Magníficos

1 de julho

Forró na Manha, Fabiano Guimarães, Wesley Safadão, Coco Seco

2 de julho

Novinho da Paraíba, Gitana, Dorgival Dantas, Banda Afrodite

3 de julho

Stela Alves, Capilé, Aviões do Forró, A Barka

Fonte: Diário de Pernambuco

Justiça mantém data do concurso da Polícia Militar de Pernambuco

O juiz da 2ª Vara da Fazenda da Capital, Évio Marques da Silva, decidiu, na tarde desta quarta-feira (25), não conceder liminar para adiamento e reabertura das inscrições do concurso da Polícia Militar de Pernambuco. Na semana passada, um grupo de transexuais e travestis entrou com a ação na Justiça, após a Secretaria de Defesa Social (SDS) prometer alterar um dos itens do edital, que excluía os candidatos trans. A primeira etapa das provas está prevista para o próximo domingo (29).

A exclusão do item atendeu ao pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), durante audiência, realizada no último dia 16, com representantes do Governo do Estado e de movimentos LGBT. O edital anterior retirava o direito de transexuais serem admitidos, pois previa a eliminação de quem apresenta as patologias constantes no CID-10 – Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde, adotado pela Organização Mundial de Saúde. No CID-10, o “transexualismo” é tratado como transtorno de identidade sexual.

Após representantes da SDS confirmarem que o item – considerado homofóbico – seria retirado, um grupo de transexuais que não havia se inscrito no concurso, acreditando que seria eliminado na fase da avaliação médica, decidiu que deveria recorrer à Justiça para garantir que as inscrições fossem reabertas. No entanto, a decisão não foi favorável. A Secretaria de Defesa Social (SDS) ainda será notificada da decisão judicial.

Com mais de 121 mil inscritos, um recorde no Estado, as provas do concurso da PM serão aplicadas no Recife e Região Metropolitana e nos municípios de Caruaru, Garanhuns, Nazaré da Mata, Petrolina e Serra Talhada.

Fonte: Niil Júnior

Mendonça Filho recebe propostas de Alexandre Frota para educação

O ator Alexandre Frota e Marcello Reis, integrante do grupo Revoltados On Line, posam ao lado ministro da Educação, Mendonça Filho

O ministro da Educação, Mendonça Filho, recebeu no começo da tarde desta quarta-feira (25) a visita do apresentador e ex-ator pornô Alexandre Frota e de outros quatro integrantes do grupo Revoltados On Line, que apoiou o impeachment de Dilma Rousseff.

Uma foto do encontro foi divulgada por Frota nas redes sociais. “Estive com o ministro da Educação hoje e pude colocar algumas ideias para ajudar um país que eu amo”, escreveu em seu perfil no Instagram.

Em um vídeo postado no Facebook, o grupo afirma que entregou ao ministro uma pauta com sugestões para a área. Entre elas, está o projeto “Escola sem partido”, que defende o fim do que os idealizadores da proposta chamam de “doutrinação ideológica das escolas”.

Projetos de lei sobre o assunto tramitam no Congresso Nacional, em câmaras municipais e assembleias legislativas pelo país. Em Alagoas, o projeto “Escola Livre” foi aprovado pelos deputados estaduais, mas vetado pelo governador Renan Filho (PMDB). No mês passado, no entanto, a Assembleia Legislativa do Estado derrubou o veto por 18 votos a oito.

A lei obriga professores a serem “neutros” em sala de aula e os proíbe de “doutrinar” e “induzir” alunos em assuntos políticos, religiosos e ideológicos, sob pena até de demissão.

Em nota, Mendonça Filho afirmou que “tem como prática atender às solicitações de audiência, assim como dar retorno aos contatos recebidos”. “Não discrimino ninguém, porque respeito a liberdade de cada pessoa fazer suas escolhas de vida. Conheci Frota no movimento pró-impeachment, assim como o pessoal do Revoltados On Line. Não vejo problema em recebê-los para uma visita”, declarou.

Fonte: UOL Notícias

Microcefalia: casos confirmados chegam a 1.434 no país, diz ministério

Foram 50 novas confirmações em uma semana no país. Pernambuco é o estado com mais casos confirmados: 359.

O número de casos confirmados de microcefalia no Brasil chegou a 1.434 — 50 a mais que no último balanço do Ministério da Saúde. Ao todo, foram 7.623 notificações desde o início das investigações, em 22 de outubro, até 21 de maio. Segundo a pasta, 2.932 casos foram descartados e outros 3.257 casos ainda estão sendo investigados.

Os dados são do boletim divulgado pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (24). Dos casos confirmados de microcefalia, 208 tiveram teste positivo para o vírus da zika.

Foram registradas ainda 285 mortes suspeitas de microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gestação (abortamento ou natimorto) no país. Destes, 60 foram confirmados para microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central. Outros 187 continuam em investigação e 38 foram descartados.

Estados

O estado com maior número de casos confirmados ainda é Pernambuco, com 359 casos, seguido da Bahia, com 247, Paraíba, com 129, e do Maranhão, com 126.

Fonte: G1

Aécio Neves entra na mira do STF após novo escândalo

Antes de Machado se referir ao “esquema do Aécio”, na trama para derrubar o governo eleito, uma outra confissão se destaca no processo contra o político mineiro

Após a queda do ministro do Planejamento, o agora senador Romero Jucá (PMDB-RR), em meio à articulação e execução do golpe de Estado, em curso no país, a ação do Judiciário desperta apreensão entre os líderes tucanos para um rápido desfecho contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Os novos fatos tendem a alterar o curso da disputa entre os caciques tucanos. Citado em diferentes delações premiadas e gravações incidentais, o candidato derrotado em 2014 pela adversária petista Dilma Rousseff coleciona suspeitas de liderar uma quadrilha que atua na circulação de propina em estatais, empreiteiras e no tráfico de influência.

Investigado pela Polícia Federal e citado no escândalo da Lava Jato, Aécio Neves entra no campo de mira do ministro Teori Zavascki, relator do processo no Supremo Tribunal Federal (STF), após revelada a trama golpista que afastou Dilma Rousseff do cargo. Romero Jucá e o ex-presidente da Transpetro Sergio Machado foram flagrados enquanto articulavam o impedimento da presidenta eleita, democraticamente. Na conversa, Aécio Neves foi citado como o primeiro em uma lista de futuros réus no STF, com todas as consequências políticas que o processo possa significar.

A luta fratricida, no ninho tucano, ganhou novos episódios, nesta manhã, com a articulação do chanceler José Serra — porta-voz do governo golpista no Itamaraty — para assumir o cargo deixado por Romero Jucá. Se alcançar o objetivo, reduzem-se as chances para as possíveis candidaturas, em 2018, de Aécio Neves, prestes a se ver diante da Justiça, e do governador paulista Geraldo Alckmin, náufrago em outros escândalos no seu Estado, como o da merenda escolar e do Metrô.

Uma provável ascensão de Serra, no entanto, estaria com os dias contados até a votação, no Plenário do Senado, para o retorno ou o afastamento definitivo de Dilma, que se fortalece nas ruas, junto aos movimentos civis e nas redes sociais. Pertencer a mais um governo fracassado, para Serra, seria a pior das credenciais junto aos eleitores. O ministro de facto das Relações Exteriores, no entanto, teve seu possível envolvimento em esquemas criminosos citado por Jucá.

Confiantes que um pedido de prisão de José Serra, hoje, seria o cenário mais pessimista, os articuladores do governo imposto passam a lidar, prioritariamente, com a situação de Aécio Neves fora do páreo. Afinal, os holofotes do Judiciário se voltam, agora, para os fatos que marcam as investigações sobre o ex-governador mineiro.

Aécio Neves foi citado no depoimento do doleiro Alberto Youssef, em uma de suas delações premiadas. O réu afirmou, diante do juiz Sérgio Moro — titular da vara federal do Paraná — ter ouvido do ex-deputado José Janene (filiado ao PP, morto em 2010) que Aécio dividiria uma diretoria de Furnas com o PP e que a irmã dele faria uma suposta arrecadação de recursos junto à estatal Furnas S/A, uma empresa de economia mista ligada ao Ministério das Minas e Energia. A arrecadação e distribuição de propina teria ocorrido entre 1996 e 2000, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. Em 25 de agosto do ano passado, durante acareação entre Youssef e Paulo Roberto Costa (ex-diretor de Abastecimento da Petrobras) na CPI da Petrobras, o doleiro reiterou que Aécio recebeu dinheiro desviado de Furnas.

— Eu confirmo (que Aécio teria recebido dinheiro de corrupção) por conta do que eu escutava do deputado José Janene, que era meu compadre e eu era operador dele — respondeu Youssef à pergunta de um deputado.

Em 2015, o ministro Teori Zavascki arquivou o caso por insuficiência de informações, seguindo proposta do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mas poderá reintegrá-lo, a qualquer tempo, como subsídio ao processo da Lava Jato.

O senador mineiro também foi descrito como “o mais chato” cobrador de propinas, em julho do ano passado, no depoimento do entregador de valores Carlos Alexandre de Souza Rocha, conhecido como Ceará. O funcionário do doleiro Youssef disse — em outra delação premiada — ter ouvido que Aécio Neves cobrava, insistentemente, propina junto à empreiteira UTC. Ceará, um dos contratados do doleiro Alberto Youssef para transportar valores, disse ter levado R$ 300 mil a um diretor da UTC, no Rio de Janeiro, e que o montante seria destinado ao senador do PSDB. Ainda de acordo com Ceará, esse diretor, de sobrenome Miranda, estava ansioso pela “encomenda” e que teria dito:

— Esse dinheiro tá me sendo muito cobrado.

Aécio, propinas e escândalos

Antes de Machado se referir ao “esquema do Aécio”, na trama para derrubar o governo eleito, uma outra confissão se destaca no processo contra o político mineiro. No início deste ano, o lobista Fernando Moura, em depoimento ao juiz Sergio Moro, disse ter ouvido relato de uma suposta divisão de propina proveniente da estatal Furnas entre o PT e Aécio Neves. Segundo Moura, na sua delação premiada, o senador mineiro indicou Dimas Toledo para um cargo de direção em Furnas, logo após a eleição de 2002, quando Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito presidente pela primeira vez.

Moura é apontado pela Lava-Jato como lobista ligado ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Segundo o delator, ao assumir a diretoria, Dimas Toledo disse a ele que “em Furnas era igual”, numa referência ao esquema de propina. Ele disse:

— Não precisa nem aparecer aqui. Vai ficar um terço São Paulo, um terço nacional e um terço Aécio — afirmou Moura em depoimento.

As suspeitas que pesam sobre Aécio Neves foram ampliadas no acordo de delação premiada que o senador cassado Delcídio Amaral negocia com a Justiça. Amaral falou, em juízo, sobre suposta atuação de criminosa de Aécio Neves na CPI dos Correios, em 2006, durante as investigações do escândalo que deu origem à Ação Penal 470, no STF, conhecido como ‘mensalão’. À época, Aécio era governador de Minas Gerais e o PSDB local entrou no foco das investigações porque tinha adotado esquema semelhante para financiar campanhas eleitorais, em nível regional.

A gravação de Jucá

Ex-ministro do Planejamento, o senador Romero Jucá citou o ministro Serra e os senadores Aécio Neves, Aloysio Nunes e Tasso Jereissati, todos do PSDB, nas gravações que desembarcaram, nesta manhã, na Procuradoria Geral de Justiça (PGR), em Brasília. “O primeiro a ser comido vai ser o Aécio”, disse Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, em referência à Operação Lava Jato.

Jucá afirma, ainda, que Aécio não ganharia eleições:  “O Aécio não tem condição, a gente sabe disso, p… Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB…”. Os diálogos de uma hora e 15 minutos sugerem um pacto, inclusive com “o Supremo, com tudo”, para barrar a Lava Jato.

Machado: ”A situação é grave. Porque, Romero, eles querem pegar todos os políticos. É que aquele documento que foi dado…”

Jucá: “Acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com…”

Machado: “Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já”.

Jucá: “Caiu. Todos eles. Aloysio (Nunes, senador), (o hoje ministro José) Serra, Aécio (Neves, senador)”.

Machado: “Caiu a ficha. Tasso (Jereissati) também caiu?”.

Jucá: “Também. Todo mundo na bandeja para ser comido”.

Machado: “O primeiro a ser comido vai ser o Aécio”.

Jucá: “Todos, p…. E vão pegando e vão…”.

Machado: “O que que a gente fez junto, Romero, naquela eleição, para eleger os deputados, para ele ser presidente da Câmara? (E muda de assunto…) Amigo, eu preciso da sua inteligência”.

Jucá: “Não, veja, eu estou a disposição, você sabe disso. Veja a hora que você quer falar”.

Machado: “Porque se a gente não tiver saída… Porque não tem muito tempo”.

Jucá: “Não, o tempo é emergencial”.

Machado: “É emergencial, então preciso ter uma conversa emergencial com vocês”.

Jucá: “Vá atrás. Eu acho que a gente não pode juntar todo mundo para conversar, viu? (…) Eu acho que você deve procurar o (ex-senador do PMDB José) Sarney, deve falar com o Renan, depois que você falar com os dois, colhe as coisas todas, e aí vamos falar nós dois do que você achou e o que eles ponderaram pra gente conversar”.

Machado: “Acha que não pode ter reunião a três?”

Jucá: “Não pode. Isso de ficar juntando para combinar coisa que não tem nada a ver. Os caras já enxergam outra coisa que não é… Depois a gente conversa os três sem você”.

Machado: ”Eu acho o seguinte: se não houver uma solução a curto prazo, o nosso risco é grande”.

(…)

Machado: “É aquilo que você diz, o Aécio não ganha p… nenhuma…”.

Jucá: “Não, esquece. Nenhum político desse tradicional ganha eleição, não”.

Machado: ”O Aécio, rapaz… O Aécio não tem condição, a gente sabe disso. Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB…”

Jucá: “É, a gente viveu tudo”, conclui.

 

Fonte: Correio do Brasil