Monthly Archives: outubro 2019

Prefeitura intensifica ações do programa Ilumina Afogados

A Prefeitura de Afogados informou em nota que, com recursos da taxa de iluminação pública, a Prefeitura vem trocando luminárias antigas, de mercúrio, por modernas e econômicas lâmpadas em LED.

A troca já foi feita em vias e espaços públicos como as academias da saúde da Varzinha e do Sobreira, Av. Artur Padilha, Av. Diomedes Gomes, Rua Antônio Rafael de Freitas, academia da saúde e canteiro central do anel viário, Rua Senador Paulo Guerra, Rua Professor Vera Cruz, Praças dos Residenciais Laura Ramos e Miguel Arraes, dentre outras áreas.

As lâmpadas em LED representam maior economia na manutenção, mais luminosidade, e uma vida útil 25 vezes maior do que as tradicionais. Além disso, as novas lâmpadas são sustentáveis, pois não possuem filamentos metálicos, mercúrio ou outras substâncias tóxicas em sua composição.

A Prefeitura também tem intensificado a manutenção e instalação de novas luminárias em pontos ainda precários da cidade em se tratando de iluminação pública. A orientação do Prefeito José Patriota é zerar as pendências de iluminação pública nos bairros da cidade. A população pode cobra o serviço através do telefone da ouvidoria municipal: 87 – 999781666.

A solicitação será imediatamente encaminhada para o setor responsável na Secretaria de Infraestrutura. O cidadão deve informar o bairro, o nome da rua, o barramento do poste, e, se possível, um ponto de referência para ajudar no trabalho da equipe.

Sarampo: Afogados da Ingazeira ultrapassa meta de vacinação

Afogados da Ingazeira ultrapassou a meta de vacinação contra o sarampo, na faixa etária de crianças entre seis meses e menores de cinco anos de idade. A meta inicial proposta pelo Ministério da Saúde era de 95%, mas o município já ultrapassou o percentual de 99,8% do público-alvo, e segue com o objetivo de atender a todas as crianças afogadenses nessa faixa etária.

O Secretário de Saúde, Artur Amorim, parabenizou todos os profissionais de saúde envolvidos e os pais e responsáveis que assumiram a responsabilidade de garantir proteção a suas crianças.

“Fico muito feliz em poder ver esses resultados, que mostram o carinho e o cuidado que a nossa gestão trata a saúde da nossa população,” destacou Artur.

No próximo mês, a Prefeitura inicia a vacinação direcionada a outro público-alvo, dessa vez na faixa etária entre 20 e 29 anos e que ainda não tenham sido imunizados.

Serra: Prefeitura cria 110 novos cargos efetivos e vai convocar aprovados em concurso

A Prefeitura Municipal de Serra Talhada (PMST) enviou à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei nº 032/2019, que dispõe sobre a criação de cargos de provimento efetivo de caráter permanente, a serem preenchidos por candidatos aprovados no último Concurso Público Municipal.

Estão sendo criadas 110 novos cargos, distribuídos entre as funções de auxiliar de creche (16), auxiliar de serviços gerais (60), professor I (25), professor II – Letras (05), professor II – Geografia (02) e professor II – Matemática (02).

O Prefeito Luciano Duque explicou a abertura dos novos cargos. “Além das vagas que foram oferecidas no edital, vamos chamar outros cento e dez candidatos que participaram do Concurso Público para preenchimento de cinquenta vagas na área de Educação, incluindo professores e auxiliares de creche, além de sessenta vagas para auxiliares de serviços gerais, atendendo as necessidades do serviço público”, disse.

O gestor também reforçou o compromisso do governo com os servidores aprovados e garantiu a prorrogação do certame por mais dois anos. “A Prefeitura mantém o compromisso em valorizar o concurso, convocando servidores aprovados de acordo com a necessidade da criação de vagas efetivas, valorizando a carreira desses servidores. Nosso interesse é chamar todos os aprovados dentro da necessidade, e antes de terminar o mandato vamos renovar a validade do concurso por mais dois anos”, completou.

Estado cria Sala de Situação para monitorar derramamento de óleo em Pernambuco

O governador Paulo Câmara institui, a partir desta sexta-feira (18.10), uma Sala de Situação no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, para monitorar as manchas de óleo que chegaram ao litoral pernambucano.

As manchas foram localizadas, nesta quinta-feira (17), após vistorias realizadas pela manhã e à tarde no Litoral Sul do Estado por técnicos do Governo , utilizando helicópteros e embarcações. Ao todo, foram mobilizadas 70 pessoas e coletados 1,2 mil litros de óleo em alto mar, além de confirmar a presença de uma mancha de aproximadamente um metro de diâmetro na foz do Rio Una, no município de São José da Coroa Grande.

A Sala de Situação reúne representantes das Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, da Defesa Civil e da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), que atuam no caso.

O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, afirmou que 70 pessoas compuseram as equipes que trabalharam para conter e retirar o resíduo localizado em São José da Coroa Grande, e adiantou que o trabalho continuará nesta sexta, envolvendo cerca de 200 pessoas.

“Não resolve, mas ajuda”, diz Patriota sobre aprovação da cessão onerosa

Prefeito de Afogados e Presidente da Amupe, Patriota comemorou aprovação, mas se mostrou cauteloso com próximas etapas.

Veja a previsão de quanto receberá cada município da região do Pajeú.

Por André Luis

O prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da Amupe, José patriota, falou em entrevista aos comunicadores André Luis e Micheli Martins durante o programa A Tarde é Sua da Rádio Pajeú FM, desta quarta-feira (16), sobre a aprovação do projeto que define regras para a divisão entre estados e União dos recursos do megaleilão de petróleo marcado para 6 de novembro. O leilão corresponde à chamada “cessão onerosa”, que trata do petróleo excedente de uma área da Bacia de Campos do pré-sal inicialmente explorada pela Petrobras. Proposta segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Com isso Pernambuco terá direito a R$508 milhões. Já os municípios do Pajeú vivem a expectativa de receberem 28,2 milhões com a divisão. (Veja mais abaixo a previsão de quanto receberá cada município da região).

Patriota comemorou a conquista e disse que estão acompanhando a discussão desde o começo, atribuiu a conquista a todos os prefeitos do Brasil, que fizeram marcha e disse que é um acúmulo de trabalho junto a Câmara dos Deputados e do Governo Federal, que havia prometido desde o mês de maio.

“Vamos aguardar agora os resultados e depois ver o processamento e o cumprimento dos prazos. Para que aja o repasse para os estados e os municípios foi uma caminhada longa com muitos percalços por isso que demorou muito, são muitos interesses em jogo no Congresso Nacional”, disse.

Explicando como se dará a divisão dos recursos, Patriota disse que vai corresponder a dois FPMs e alguns casos “dois e mais um pouco”. “Por isso ele é tão aguardado, porque há um déficit em todos os municípios, que tem compromissos, tem precatórios, previdência… é uma coisa que não resolve, mas ajuda a adiantar pelo ao menos para alguns municípios”, afirmou.

Patriota explicou ainda que a divisão é baseada nos critérios do FPM, que leva em conta entre outras coisas, a população e a renda da região. “Por isso que os governadores do Sul pegaram resistência e terminou o Norte e Nordeste perdendo essa queda de braço”, disse o prefeito se referindo ao único destaque que foi rejeitado. O destaque aumentava a parcela de recursos para os estados do Norte e do Nordeste, além do Distrito Federal. “Os municípios ficaram intocados”, explicou.

O Prefeito confirmou a previsão de que Afogados da Ingazeira receba R$ 2,5 mi, mas disse não ter certeza de quando o recurso pode chegar ao município. “Existe a previsão de que seja repassado em dezembro, outros dizem que pode ser em janeiro de 2020, vai depender ainda se o Presidente da República vai sancionar, se ele colocar qualquer tipo de veto a matéria volta para o Senado. Ainda depois de realizado o leilão tem todo um processamento do Tesouro Nacional para regularizar esses repasses”, alertou.

Segundo José Patriota, o grande obstáculo a ser superado foi o Congresso Nacional e disse que os recursos irão ajudar as prefeituras um pouco no equilíbrio fiscal.

“Superamos um obstáculo grande que é o congresso nacional, porque eles falam uma coisa nos microfones, mas quando chega lá muda muito, tem negociação com os líderes, com os presidentes das casas e as vezes após as reuniões a coisa muda. Essa conquista é para que possamos ter um mínimo do mínimo de equilíbrio fiscal que está faltando nos estados e principalmente nos municípios, onde a situação é bastante preocupante”, destacou.

Recursos para o Pajeú – O municípios do Pajeú vivem a expectativa de receberem R$28,2 mi. Veja a seguir quanto cada um receberá:

Serra Talhada: R$ 4,4 milhões – Afogados da Ingazeira e São José do Egito: R$ 2,5 milhões –Tabira: R$ 2,2 milhões – Carnaíba  e Flores: R$ 1,9 milhões – Itapetim e Triunfo: R$ 1,5 milhões – Iguaracy, Santa Cruz da Baixa Verde e Santa Terezinha: R$ 1,2 milhões – Brejinho, Calumbi, Ingazeira, Quixaba, Solidão e Tuparetama: R$ 953 mil.

Quarta pessoa morta é encontrada em escombros de desabamento em Fortaleza

Com essa atualização, seis pessoas permanecem desaparecidas e outras sete foram encontradas com vida

Jornal O Povo para a Rede Nordeste

O Corpo de Bombeiros retirou mais um corpo dos escombros do Edifício Andréa, em Fortaleza, por volta das 7 horas desta quinta-feira (17). Já é a quarta morte confirmada. Com essa atualização, seis pessoas permanecem desaparecidas e outras sete foram encontradas com vida.

O número é menor do que o divulgado nos últimos dois dias. Conforme o Corpo de Bombeiros, a confusão foi gerada devido a duplicidade nos nomes dos resgatados após o desabamento.

Vítimas vivas – O POVO Online, integrante da Rede Nordeste, apurou que, no momento, não há nenhuma confirmação de vítima viva em comunicação com as equipes de resgate. Surgiram indícios de uma viva no fim da noite dessa quarta-feira (16) mas não há confirmação.

Apesar disso, vítimas sobreviventes do desabamento do Edifício Andréa, no bairro Dionísio Torres, podem estar soterradas em bolsões de ar que se formaram na estrutura após o acidente. A informação foi dada pelo comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Eduardo Holanda, durante coletiva na noite desta quarta-feira (16).

“A estrutura de prédio tem bolsões (de ar) que as pessoas podem estar lá”, disse o comandante. De acordo com ele, os cães alarmaram para a existência de pessoas nos escombros. “Estamos fazendo um trabalho manual de retirada de escombros”, ressaltou.

Prefeitura orienta sobre cuidados com a saúde devido à baixa umidade do ar em Petrolina

Petrolina está em ‘Estado de Atenção’ devido à baixa umidade relativa do ar e às altas temperaturas registradas nos últimos dias. As consequências negativas à saúde vão desde a ardência e ressecamento dos olhos, boca e nariz, por exemplo, até o agravamento de doenças respiratórias preexistentes. Assim, para evitar ou minimizar a ocorrência de agravos à saúde em razão do tempo seco, a Secretaria de Saúde indica alguns cuidados importantes.

De acordo com o diretor médico, Diego Dourado, crianças, idosos e pessoas que já possuem histórico de problema respiratório são os grupos mais vulneráveis às doenças neste período e precisam redobrar os cuidados.

“Apesar de haver grupos mais vulneráveis, são orientações que servem pra todos nesta época do ano. Aumentar a ingestão de líquidos como água, sucos naturais e chás. Consumir mais frutas e legumes e evitar exercícios físicos ao ar livre entre 10 e 16 horas. Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, e sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol”, frisou.

Segundo a Defesa Civil do município, em Petrolina, principalmente no horário das 16h às 20h, a umidade vem sendo registrada abaixo de 30%, o que classifica o ‘Estado de Atenção’. A previsão é que a umidade continue baixa. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), um nível considerado aceitável deve estar acima dos 60%.

No Dia do Professor, prefeitura aponta avanços na valorização da categoria em Petrolina

A Prefeitura de Petrolina vem buscando, desde o início da atual gestão, fortalecer a valorização dos profissionais da educação pública no município. Através da promoção de políticas educacionais e de ações continuadas, a prefeitura investiu na qualificação dos mais de 2.300 professores que atuam na rede municipal. Nesta terça-feira (15), Dia do Professor, a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes ressalta a importância dos profissionais no desenvolvimento da cidade.

É através da dedicação diária dos educadores que Petrolina tem conquistado ótimos resultados de aprendizagem em nível estadual e no cenário nacional. A exemplo das últimas notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2017; do resultado do avaliação do Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco (SAEPE) e  do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe), onde Petrolina aparece em primeiro lugar entre os maiores municípios do estado.

Foi na atual gestão que o maior concurso público para o cargo de Professor foi lançado no município. Em 2019, milhares de educadores participaram do certame para preenchimento de 455 vagas, sendo que os aprovados já foram nomeados. Também foi nesta gestão que foi realizado o primeiro concurso para professor de Libras e Braile realizado no município.

O concurso possibilitou que educadores como Alyne Rocha, natural de Teresina-PI, tivesse a oportunidade de contribuir com a aprendizagem dos alunos. “Sempre tive o gosto pelo ato de ensinar, desde mocinha comecei com esse dom ministrando aulas particulares. Minha primeira formação foi em Licenciatura em Biologia e a segunda em Pedagogia. Conheci Petrolina através de um casal de amigos. Me falaram que era uma cidade maravilhosa e boa de se viver. Pela bênção de Deus fui aprovada no Concurso da Secretaria Municipal de Educação, fui chamada e estou trabalhando em uma escola de referência muita linda estruturalmente. Onde a cada dia  estou aprendendo e me aperfeiçoando como professora. Sigo esperando sempre contribuir com o crescimento dessa cidade acolhedora que me recebeu de braços abertos“, destaca.

Recém aprovada também neste concurso, a educadora Janaína pereira, destaca os avanços que vem observando na rede. “A Educação da rede municipal de Petrolina, a cada dia vem crescendo e trazendo progresso para as crianças. A escola-família- sociedade toda ganha com o novo sistema de ensino, totalmente com base na BNCC. Os novos concursados, e até mesmo os que já estavam no quadro, sentiram a diferença e a dificuldade, porém muitas coisas boas foram agregadas, ou seja, de forma positiva alavancou a educação do município“, pontua.

A secretária de Educação, Cultura e Esportes, Margareth Costa, destaca o compromisso da atual gestão com os professores. “É um grande privilégio trabalhar com todos e, não tenho dúvida de que os resultados que estamos alcançando são, sobretudo, graças ao esforço dos nossos educadores. A Secretaria de Educação enquanto órgão central existe para atender as demandas das escolas em tempo hábil. Nós pedimos desculpas por não puder atender a todos ainda, mas estamos caminhando para isso. A orientação do prefeito Miguel Coelho é garantir condições adequadas para o trabalho dos nossos professores, o aprendizado de todos os estudantes e sobretudo, ambientes educativos adequados. Parabéns para cada profissional e nós queremos que todos os dias seja o Dia do Professor”. Ressalta.

Investimentos – A prefeitura lançou no primeiro semestre, a plataforma “Petrolina Educa” que define uma política educacional com ênfase nos professores, nos estudantes e no desenvolvimento do currículo. A gestão também vem cuidando da saúde vocal dos professores com a distribuição de amplificadores vocais para os educadores; climatização de 40 salas de aulas em 9 CMEI’s e 96 salas de aulas em 21 escolas; na manutenção de 75% das unidades de ensino; aquisição de mais de 200 mil livros para uso nas bibliotecas escolares e cantinhos da leitura, além de equipamentos e mobiliário. Também foram implantados os programas e projetos: PROMAP/IQE, ProALFA, ProMei e Juntos no Direito de Aprender.

MDB articula unidade das oposições em Bonito

A unidade das oposições em Bonito, no Agreste pernambucano, vem sendo costurada para as eleições municipais. O vereador Zenilson deu o pontapé nas articulações nesta semana, quando reuniu diversas lideranças locais juntamente com o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB). Outros três vereadores (Tonho da Granja, Roberto Monteiro e Josenildo Rosa) também participaram do encontro, que simbolizou um novo momento para a política daquele município. O deputado federal Fernando Filho (DEM) e o deputado estadual Antonio Coelho (DEM) também têm atuado pela unidade do campo oposicionista.

Segundo FBC, o encontro faz parte de uma reorganização no MDB em todo o estado, que vem sendo feita juntamente com o presidente estadual da legenda e deputado federal Raul Henry e o senador Jarbas Vasconcelos. “O MDB tem hoje 17 prefeituras e estamos trabalhando em todas as regiões de Pernambuco para ampliarmos esse número, lançando no mínimo, 75 candidaturas a prefeito. Sabemos que não é fácil, mas o primeiro passo é reorganizar o partido. Fico feliz com atos como esse em Bonito, pois demonstram que esse processo para construirmos a unidade das oposições, que tem o vereador Zenilton à frente, tem ganhado corpo”, destaca Fernando Bezerra Coelho.

O senador lembra que as eleições municipais de 2020 inauguram um novo ciclo na política brasileira, com o fim das coligações proporcionais. “Os partidos terão que disputar e formar seus quadros. E é evidente que não dará para se ter candidato a vereador por vários partidos, porque termina sacrificando quem disputa. Teremos então, no máximo, duas chapas para vereadores na oposição em Bonito e em várias cidades. Ou seja, os candidatos só conseguirão disputar por dois partidos, e o que estamos trabalhando é para que o destino desses candidatos seja o MDB, porque é um partido que tem estrutura, tem história, tem musculatura para todas as disputas”, ressalta FBC.

Festa movimentou Distrito de Fátima

A prefeitura de Flores, através da Secretaria de Turismo e Eventos promoveu dois dias de atrações musicais dentro da Programação da Tradicional Festa do Distrito de Fátima. Durante os dias, 11 e 12 passaram pelo palco montado pela Administração Municipal , no centro do distrito, atrações como: Banda Flash Back, Amigos Sertanejos, Piu Cantor e Banda Magníficos.

O evento  foi encerrado com a apresentação da Banda Magníficos. Primeira Dama do município e Secretária de Turismo e Eventos, Lucila Santana diz como tem sido possível garantir para população, entretenimento, com grandes atrações e sem comprometer os serviços essenciais para os munícipes.

“Apesar da crise e das dificuldades financeiras, nós temos a grande preocupação de fazer um planejamento e buscar trazer para população forense, atrações musicais de qualidade e de grande presença no mercado. Para nós é uma felicidade enorme, contemplar nossos forenses e visitantes se divertirem em uma festa marcada por muita tranquilidade e muita paz”, disse Lucila.

Projeto ‘Direitos humanos na comunidade’ chega ao Residencial Park São Gonçalo, em Petrolina

O Residencial Park São Gonçalo recebeu, na noite desta quinta-feira (10), a equipe responsável pelo projeto ‘Direitos Humanos na Comunidade’, que visa levar orientações e atendimento jurídico às comunidades em situação de vulnerabilidade social.

O grupo é formado por estudantes de Direito que participaram de um mini- curso em Direitos Humanos, por membros da comissão de Direitos Humanos da OAB Petrolina e por representantes da Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

A comunidade participou de palestra sobre o significado de Direitos Humanos e como eles são importantes para a manutenção da vida em sociedade. Os participantes também receberam orientações sobre como acontecerá o atendimento jurídico.

O projeto tem sido bastante exitoso em cada comunidade que a gente chega, ficamos muito satisfeitos quando a população abraça eventos que auxiliam para a vida em sociedade e a garantia de direitos fundamentais”,  diz  a secretária executiva de Juventude, Direitos Humanos, Mulher e Acessibilidade, Bruna Ruana.

Na Câmara, presidentes do Corinthians e do Flamengo criticam projeto Clube Empresa

A Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados discutiu, nesta quarta-feira (9), o projeto de lei que estabelece as condições para que clubes de futebol se transformem em empresas. O texto, chamado projeto Clube Empresa, cria o novo modelo empresarial Sociedade Anônima do Futebol.

Os clubes que aderirem a ele poderão negociar ações nas bolsas de valores, deixando de lado o caráter de instituição sem fins lucrativos. A sociedade será regulada pela Comissão de Valores Mobiliários, que poderá fiscalizar e punir os dirigentes dos times.

A proposta apresentada pelo deputado Pedro Paulo (DEM-RJ), busca criar condições para o fortalecimento financeiro do futebol nacional. O deputado lembrou que dos 20 principais times de futebol do mundo em termos de receita, apenas 2 são geridos como clubes – o inglês Manchester United e a italiana Juventus -, todos os outros são empresas.

O presidente do CorinthiansAndrés Sanchez, não se opôs ao projeto, mas afirmou que o grande problema do futebol brasileiro é a questão trabalhista e, se ela não foi resolvida, não adianta aprovar a lei. “Jogador que ganha R$ 1 milhão, R$ 1,5 milhão, R$ 2 milhões, é CLT. Trabalha duas horas por dia, não tem folga de fim de semana. Joga toda quarta ou quinta à noite e, enquanto ele está ganhando R$ 1 milhão no teu clube, ele é um grande torcedor do Corinthians, do Flamengo, de todos os clubes. Quando ele sai, ele odeia o clube que ele estava, e vai para a Justiça trabalhista.”

Pensando nisso, o Clube Empresa propõe que jogadores sejam contratados como pessoas jurídicas quando firmarem acordos salariais a partir R$ 11,6 mil.

O presidente do Clube de Regatas FlamengoRodolfo Landim, apoiou o projeto, mas também fez ressalvas. Para ele, o Fundo Garantidor do Futebol previsto no texto é um incentivo a gestões irresponsáveis. “Era, na verdade, um fundo que captaria recursos para clubes inadimplentes e que, para mim, isso aqui é um incentivo perverso. É você incentivar os clubes a não agirem corretamente na sua gestão, então eu espero que isso também tenha sido retirado do projeto”, disse.

Em 1998, um projeto com objetivo semelhante foi aprovado no Brasil. A chamada Lei Pelé estabelecia que todos os clubes tinham 24 meses para abandonar a estrutura de associação sem fins lucrativos. 21 anos depois do fracasso, a ideia, dessa vez, não é obrigar os clubes a aderirem ao formato de empresa, mas oferecer uma alternativa.