Ingazeira Agora

Habeas corpus preventivo a Lula é negado por maioria do STF

Resultado de imagem para lula

Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou no início da madrugada desta quinta (5) habeas corpus no qual a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenta impedir eventual prisão após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça Federal. Os advogados tentavam mudar o entendimento firmado pela Corte em 2016, quando foi autorizada a prisão após o fim dos recursos naquela instância. O julgamentodurou mais de 10 horas.

Em julho do ano passado, Lula foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a nove anos e seis meses de prisão. Em janeiro deste ano, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) aumentou a pena para 12 anos e um mês na ação penal do triplex do Guarujá (SP), na Operação Lava Jato.

Com a decisão, Lula perde direito ao salvo-conduto que foi concedido a ele pela Corte no dia 22 de março e impedia sua eventual prisão. Dessa forma, o juiz federal Sérgio Moro poderia determinar a prisãoimediata do ex-presidente, no entanto, a medida não é automática, porque ainda está pendente de mais um recurso na segunda instância da Justiça Federal.

Em casos semelhantes na Lava Jato, o juiz determinou a prisão sem esperar comunicação do tribunal. Em outros, aguardou a deliberação dos desembargadores.

No dia 26 de março, a Oitava Turma do TRF4 negou os primeiros embargos contra a condenação e manteve a condenação de Lula, no entanto, abriu prazo para notificação da decisão até 8 de abril, fato que permite a apresentação de um novo embargo. Para que a condenação seja executada, o tribunal deve julgar os recursos e considera-lós protelatórios, autorizando Moro, titular da 13ª Vara Federal em Curitiba, responsável pela primeira sentença de Lula, assine o mandado de prisão.

Votaram contra a concessão do habeas corpus o relator, Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e a presidente, Cármen Lúcia. Gilmar Mendes, Dias Toffoli ,Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Celso de Mello se manifestaram contra por entenderem que a prisão só pode ocorrer após o fim de todos os recursos na própria Corte. As informações são do jornal Folha de Pernambuco.

Carnaíba: vereadores da oposição falam sobre mudanças na Câmara

Em encontro com a reportagem da Folha do Pajeú, nesta terça-feira (03), os vereadores Nêudo da Itã (PSB), e Gleybson Morais (PDT), que formam parte da oposição em Carnaíba, falaram sobre as mudanças na gestão da Câmara, a votação para o novo presidente do legislativo, além das escolhas para as eleições deste ano. O grupo que se opõe ao prefeito Anchieta Patriota (PSB), atualmente é formado pela maioria de seis vereadores.

Nêudo, presidente da Câmara de Vereadores de Carnaíba, há um ano e três meses, fez uma avaliação de sua gestão. Segundo ele, desde que está à frente do comando da casa, houve mais transparência no processo político do legislativo e maior envolvimento da população nas decisões.

“Projetos que antigamente chegavam na câmara de vereadores, e eram votados meia-noite, uma hora da manhã, para que a pessoas não tomarem conhecimento, na minha gestão como presidente, não aceito isso”, falou Nêudo.

E acrescentou: “No passado não existia plateia, a população não ia a câmara de vereadores, hoje a gente já teve sessões com oitenta pessoas. E isso demostra que o povo está acompanhando de fato os trabalhos.”

Nêudo, também pretende levar sessões do legislativo aos bairros e comunidades rurais do município. “Algumas pessoas têm dificuldade de ir as reuniões na cidade, então a gente vai levar a câmara até a população”, disse.

A partir de janeiro de 2019, quem assumirá a posição de presidente será Gleybson. Através de um consenso do grupo, ele foi escolhido em uma votação feita de maneira aberta.

“A gente almeja dar conta da responsabilidade da qual assumimos, dando sequência ao trabalho desenvolvido por Nêudo”, disse Gleybson, que está em seu primeiro mandato como vereador.

Questionado se o grupo apoiaria o ex-prefeito Didi, em 2020, Gleybson, declarou que não têm uma visão clara do que pode acontecer: “A gente não sabe do futuro porque está um pouco distante ainda, isso o tempo que vai dizer.”

Para as eleições de 2018, a oposição ao prefeito Anchieta, que aumentou de quatro para seis vereadores na câmara, e se mantém sem divisões, irá apoiar os deputados Júlio Cavalcanti (estadual) e Zeca Cavalcanti (federal).

Fonte: Folha do Pajeú

Atos reúnem milhares de pessoas contra habeas corpus a Lula

Em várias cidades do Brasil, manifestantes favoráveis à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foram às ruas nesta terça-feira (3) para cobrar que o o STF (Supremo Tribunal Federal) não conceda habeas corpus ao petista.

No Recife, o ato aconteceu na avenida Boa Viagem, no bairro homônimo, na Zona Sul. Os cerca de 2 mil manifestantes, segundo a organização do Vem Pra Rua Recife, se concentraram diante da Padaria Boa Viagem, de onde saíram por volta das 19h10 em direção ao Segundo Jardim.

Os manifestantes caminharam por, aproximadamente, 1 quilômetro vestindo as cores da bandeira brasileira e levando faixas e cartazes. Em cima do trio elétrico, integrantes do movimento discursaram contra o presidente Lula. “Fomos pedir justiça igual para todos e a manutenção da prisão de condenados em segunda instância”, disse a economista Maria Dulce Sampaio, coordenadora do Vem Pra Rua Recife.

Em São Paulo, ao menos oito quarteirões da avenida Paulista, entre a avenida Brigadeiro Luís Antônio e a rua Augusta, foram ocupados por manifestantes pedindo a prisão de Lula. Até as 19h, não havia estimativa do número de participantes. Carros de som de cinco movimentos –Vem pra Rua, MBL (Movimento Brasil Livre), Endireita Brasil, Direita Brasil e Nas Ruas– se espalhavam pelo trajeto.

Em Brasília, centenas se reuniram em frente ao Congresso Nacional. Segundo a Polícia Militar, por volta das 19h, antes de ter um início uma forte chuva, cerca de 400 pessoas estavam no local.

O MBL disse ter marcado atos em mais de 70 cidades, espalhadas por 21 estados. O movimento Vem Pra Rua afirmou que foram convocados protestos em mais de cem cidades, em 20 estados. Na avenida Paulista, a garoa que caía em alguns momentos foi ignorada pelos manifestantes, muitos deles vestindo verde e amarelo, com bandeiras do Brasil e cartazes.

Discursos nos alto-falantes e cartazes citavam os ministros do STF. A ministra Rosa Weber era o principal alvo da pressão, com pedidos para que ela ouça recado das ruas. O voto de Rosa é considerado decisivo no julgamento: ela é contra a prisão após segunda instância, mas tem decidido os casos seguindo a atual jurisprudência do tribunal.

“Ei, Lula, vai para a cadeia” e “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão” eram alguns dos coros entoados na Paulista, puxados nos carros de som. Duas faixas gigantes, que podiam ser lidas do alto dos prédios e helicópteros, exibiam as expressões “Lula na cadeia” e “STF corrupto”.

Em Brasília, os manifestantes também fizeram críticas ao ministro do STF Gilmar Mendes –uma das placas o chamava de traidor. Em Curitiba, um membro da organização pediu que os manifestantes fizessem uma prece para que o STF rejeite o habeas corpus. Ele afirmou que o procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol havia lhe enviado uma mensagem: “É uma luta contra gigantes e cada um tem seu papel nela.”

Em meio a buzinas e rojões, ambulantes vendiam bonecos “pixulecos” e camisetas com a inscrição “Moro, República de Curitiba”. No Rio, centenas de pessoas reuniram-se em frente ao posto 5 da orla de Copacabana. Em Salvador, uma carreata com cerca de 200 veículos foi organizada em protesto em favor da prisão de Lula. As informações são do jornal Folha de Pernambuco.

Grupo das Oposições realiza último grande ato “Pernambuco Quer Mudar” em Ipojuca

O Grupo das Oposições em Pernambuco, liderado pelos senadores Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (PMDB), os ministros Fernando Filho (Minas e Energia) e Mendonça Filho (Educação), o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) e os ex-governadores João Lyra Neto (PSDB) e Joaquim Francisco (PSDB) realiza, no próximo sábado (07/04), em Ipojuca, na Região Metropolitana, o quarto e último grande ato político. O evento ocorrerá no Centro de Convenções do Hotel Armação (PE-09, Porto de Galinhas), a partir das 9h30. Em pauta, os rumos do Estado e a necessidade de Pernambuco mudar.

Serviço:

“Pernambuco Quer Mudar”

Data: Sábado, 07/04

Local: Centro de Convenções do Hotel Armação (PE-09, Porto de Galinhas)

Horário: 9h30

Danilo Cabral assume presidência da Comissão de Educação

O deputado Danilo Cabral (PSB\PE) assumiu nesta terça (3), a presidência da Comissão de Educação na Câmara Federal. A chapa, eleita por unanimidade, tem, além do socialista na presidência, as deputadas Dorinha Seabra (DEM\TO) e Alice Portugal (PCdoB\BA), nas 1ª e 2ª vice-presidências, respectivamente. A Comissão conta com 42 membros titulares e o mesmo número de suplentes. A primeira reunião da Comissão já ficou convocada para a próxima quarta-feira, dia 11.

Danilo, que já foi secretário de Educação de Pernambuco, falou que terá como foco o cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação, ressaltando a importância do documento construído em um diálogo com a sociedade e com o próprio Congresso Nacional. “O trabalho na Comissão tem que ter como norte o Plano Nacional de Educação e preocupa-me que as metas estabelecidas pelo PNE não estejam sendo cumpridas”, disse o socialista, que também tem preocupação especial no que se refere ao financiamento para Estados e Municípios.

A Comissão, uma das mais importantes e disputadas da Casa Legislativa, abrange ainda temas, como a Reforma do Ensino Médio; Financiamento Estudantil; Sistema Nacional de Educação, formação e remuneração dos professores, entre outros.

O deputado também agradeceu ao seu partido, o PSB, a oportunidade de estar no comando da Comissão. “Sei que a responsabilidade é grande. Essa comissão é importante não só pela relevância do tema da educação, mas também pela capacidade de produção que tem”, afirmou, comprometendo-se a fazer uma gestão marcada pelos valores do diálogo e da dedicação. “Vamos dialogar entre nós e com a sociedade, entendendo que o nosso esforço será de trazer o PNE para a pauta, repactuar e fazermos cumprir as metas propostas”, finalizou.

Comissões – A casa é composta por 25 comissões permanentes, que foram todas instaladas hoje, a pedido do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ). Coube ao PSB, segundo acordo dos Partidos, a indicação da Presidência da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. Por sua experiência como Secretário de Educação de Pernambuco, Danilo Cabral foi escolhido no seu Partido, por unanimidade.

A divisão das comissões segue o princípio da proporcionalidade – as maiores bancadas escolhem primeiro. As comissões permanentes são colegiados divididos por áreas de atuação, aos quais cabe analisar e votar projetos de lei, entre outras propostas.

Experiência – Como Secretário de Educação em Pernambuco, o parlamentar foi responsável por inúmeras ações de melhoria da qualidade da educação pública, que garantiram igualdade de oportunidades para todos os estudantes das escolas da rede estadual. Transformou em política pública o ensino integral na rede estadual, Programa de Educação Integral, que hoje oferece jornada ampliada em 346 escolas, atendendo mais de 200 mil alunos do ensino médio das Escolas de Referência; Criou o Programa de Educação Profissional, construindo escolas técnicas em vários municípios do Estado; Garantiu fardamento, livro didático e material escolar para todos os estudantes – iniciativa pioneira no Estado; Garantiu, também, o direito a Merenda Escolar.

Em sua gestão, a educação de Pernambuco também deu passos importantes na política de valorização dos seus servidores e criou o Programa Professor Conectado, que garantiu a todos os professores da rede o um notebook para ajudar nas tarefas pedagógicas. O Bônus de Desempenho Educacional (BDE) também foi implantado. Todos os profissionais das escolas que alcançam suas metas no IDEPE (Índice de Desempenho Educacional de Pernambuco) recebem um 14° salário.

Foto Bruna Andrade

Projeto socioeconômico deve gerar 60 mil empregos em Pernambuco

Projeto Renovar

Um projeto de natureza socioeconômica que pretende recompor a cultura canavieira no Nordeste e gerar cerca de 60 mil empregos diretos e indiretos apenas em Pernambuco. Este é o fundamento do Projeto Renovar, que foi apresentado ontem, na Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco, para representantes do setor, deputados federais, prefeitos de cidades pernambucanas e o secretário de Agricultura do Estado, Welligton Batista. De autoria do consultor Gregório Maranhão, a formatação técnica do projeto está concluída. “Estamos aguardando a agenda do governador Paulo Câmara para apresentar o processo”, informou Maranhão. O projeto prevê investimentos a partir de recursos do próprio setor, além de um repasse financeiro do Governo Federal para o Governo Estadual.

“Esse recurso federal será repassado ao setor em forma de insumos, como fertilizantes e sementes, e geração de mão de obra”, destacou Maranhão, completando que mais de 30% dos recursos serão investidos em novos empregos. “O retorno social desse investimento é absolutamente fantástico. Além disso, ao recompor o fato gerador de impostos, que é a produção, o retorno tributário para o Estado será de grande importância”, acrescentou. Ainda segundo o consultor, serão renovados cerca de 16 mil hectares de área de produção por ano, o que representa R$ 26 milhões anualmente no contexto do fornecimento da cana-de-açúcar.

Para o presidente da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco, Alexandre de Andrade Lima, “a geração de postos de trabalho é capaz de reduzir o índice de violência das regiões”. Por sua vez, o secretário da Agricultura do Estado, Welligton Batista, se comprometeu a levar o programa para ser debatido no Governo. “Paulo Câmara já se mostrou disposto a apoiar o projeto”, ressaltou Batista.

Durante o evento, que contou com a participação do presidente do Grupo EQM, Eduardo de Queiroz Monteiro, foram conhecidos os pontos estratégicos do projeto. Na ocasião, ainda estavam presentes o presidente do Sindicato dos Cultivadores de Cana, Gerson Carneiro Leão, e o presidente da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida), José Inácio. As informações são do jornal Folha de Pernambuco.

Foto: Folha de Pernambuco.

PPS pode ter disputa judicial em Pernambuco

Manoel Carlos, ex-presidente do PPS-PE

No dia em que oficializou seu ingresso às fileiras do PPS, o deputado federal Daniel Coelho já pode ter sofrido sua primeira derrota. Uma manobra política feita por militantes do PPS insatisfeitos com o ingresso de Coelho na legenda, resultou hoje na realização de um congresso estadual e na eleição de um novo diretório e uma nova executiva.

De acordo com Manoel Carlos, eleito presidente do PPS Pernambuco, a ação dos militantes está protegida pelo estatuto e só pôde acontecer porque os militantes apresentaram suas cartas de desfiliação, mas não chegaram a protocolar os pedidos nas instâncias competentes ao caso. “Nós noticiamos, eu noticiei a minha intenção em me desfiliar, porém eu não fiz isso junto ao TRE”, explicou Manoel Carlos, que disse ainda que o resultado do congresso deve ser protocolado amanhã no TRE.

Para o presidente nacional do partido, deputado Roberto Freire, a ação não tem validade porque uma chapa provisória já havia sido designada a conduzir o partido desde o momento que a cadeira da estadual havia sido dada como vazia. “Já venceu o prazo de vigência da executiva e, além do mais, foram pessoas, algumas delas que saíram do partido e saíram, inclusive, de uma forma, para dizer no mínimo, deselegante e desleal”. De acordo com Manoel Carlos, caso a situação não se resolva, o caso pode ir para a disputa judicial.

Entenda – Após as críticas dos militantes de que o presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire, estaria agindo de modo “autoritário” ao impor o adiamento da realização do congresso estadual para esperar o ingresso de Coelho, pelo menos cinco pós-comunistas entregaram suas cartas de desfiliação, entre eles o presidente da sigla na Capital Pernambucana, Felipe Ferreira, e no Estado, Manoel Carlos. As informações são do jornal Folha de Pernambuco.

Barragem de Brotas atinge 67% de sua capacidade

De acordo com medição realizada pela Compesa, neste domingo (01), a barragem de Brotas, em Afogados da Ingazeira, atingiu 67% de sua capacidade máxima (19,7 mi m³). O reservatório já acumula em média 13,1 mi de metros cúbicos de água.

Afogados também utiliza para abastecimento do município, águas provenientes da adutora do Pajeú (São Francisco), e do Sistema Zé Dantas (Carnaíba).

A construção da barragem de Cachoeirinha/Ingazeira, que já está com 80% de sua construção concluída, não afetou consideravelmente o volume de água em Brotas.

Fotos: Wellington Júnior

Edmo anuncia pré-candidatura a Armando e reafirma apoio ao grupo das Oposições

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) reuniu-se com o ex-vereador e ex-candidato a prefeito de Vitória de Santo Antão, Professor Edmo Neves, nesta segunda-feira (2), no gabinete no Recife. Edmo anunciou ao petebista que pretende disputar uma das vagas na Assembleia Legislativa (Alepe). Ele também reafirmou seu compromisso em apoiar o grupo das Oposições “Pernambuco Quer Mudar”. O movimento realiza seu último grande ato no próximo sábado (7), em Ipojuca, na Região Metropolitana.

No encontro, Armando destacou que a pré-candidatura de Professor Edmo vai expressar a renovação para o município de Vitória de Santo Antão e região. O senador ressaltou também que o ex-vereador – que foi presidente da Câmara Municipal – vai ser um ator relevante para o bloco das oposições na Mata Central na eleição deste ano. Professor Edmo agradeceu o apoio se colocou à disposição do bloco oposicionista.

O líder da oposição na Alepe, o deputado Silvio Costa Filho (PRB), também presente, enalteceu a experiência que o Professor Edmo acumulou ao longo de sua vida pública. Silvio, que reafirmou aliança com Edmo e seu grupo, frisou ainda que o pré-candidato será a ponte para quebrar a hegemonia presente na política em Vitória de Santo Antão e poderá defender os interesses do município.

Além do Professor Edmo e o deputado Silvio Costa Filho, estiveram presentes à reunião o vereador André de Bau (PSD), líder da oposição na Câmara de Vitória de Santo Antão; o ex-vereador Edinho (PRB); os professores universitários Darlindo Ferreira e Glauco Caldas; os presidentes municipais do Avante e PTB, Osseas Araújo e Arthur Neves, respectivamente; e Irmão Davi Severino, representante da Igreja Assembleia de Deus Abreu e Lima.

Foto: Leo Caldas/Divulgação

Afogados: vereador denuncia falta de cuidado em Brotas

Na manhã desta segunda-feira (02), o vereador Augusto Martins postou em seu perfil do Facebook, fotos e um comentário a respeito do excesso de mato nas margens e no sangradouro da barragem de Brotas. No texto, ele classifica como “lamentável a situação que se encontra um dos mais belos cartões postais de Afogados da Ingazeira.”

“(…) prestes a sangrar, a nossa barragem continua sendo tratada como lugar de ninguém. Já de forma antecipada solicitei ao Governo do Estado e a APAC, Agência Pernambucana de Água e Clima, uma limpeza às margens de Brotas, próximo ao paredão, o que não foi atendido (…), relatou em seu comentário.

“Por nossa insistência conseguimos em 2013 com a gerente local da Compesa, o corre mão e depois de muita luta o conserto da caixa de descarga que passou mais de 10 anos quebrada. Uma vergonha a atual situação de brotas, tão barato uma limpeza das margens em torno do manancial”, completou.

Fonte: Folha do Pajeú

Serra Talhada e Salgueiro recebem Super Mix Itinerante

Após fomentar negócios em Petrolina, a versão itinerante da Super Mix chega a Serra Talhada e Salgueiro com todo o gás. O evento aporta na Capital do Xaxado no dia 10, das 16h às 22h, no Hotel São Cristóvão. Já na Encruzilhada do Nordeste, a visita será no dia 12, no mesmo horário, no Salgueiro Plaza Hotel. Promovidos pela Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (Aspa) e a Associação Pernambucana de Supermercados (Apes), os eventos levam uma amostra da 13ª da feira de negócios para importantes cidades do interior do Estado.

A coordenadora da Super Mix, Paula Valéria, destaca que primeira parada da caravana Itinerante, em Petrolina, trouxe resultados importantes para os empresários participantes. “A Super Mix Itinerante gerou R$ 600 mil em negócios e contou com a participação de empresas conceituadas no mercado, como a Cadan, Compare, Vitamassa, Ondunorte, Remix, Capricche, São Braz, Grupo San Francisco, Metal Design e Rod Car. Esperamos que os números sejam cada vez mais expressivos a cada cidade que visitarmos”, destaca.

A programação da feira itinerante nas duas cidades contará com a palestra sobre a importância de saber calcular os impostos para a formação de preço no mercado varejista, ministrada pelo diretor da empresa caruaruense Team Contabilidade Assessoria, Adilson Araújo. Ele vai falar sobre como calcular o ICMS, PIS/COFINS, imposto de renda e a contribuição social, custo operacional, categorias do produto e tendências de consumo. O espaço também terá uma exposição de produtos e serviços de empresas locais e a rodada de negócios, com o objetivo de gerar relacionamentos e fomentar negócios entre os participantes.

O público-alvo da Super Mix Itinerante são atacadistas, distribuidores e empresários dos segmentos de varejo, supermercado e food service. As inscrições são gratuitas e serão realizadas no local do evento ou pelo telefone (81) 9 8985-1884. O evento conta com o apoio do Sebrae e das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (CDL) dos municípios. “A feira promove a integração e a conectividade entre a capital e as demais cidades do Estado. Isso contribui para que não existam fronteiras no mundo dos negócios e, consequentemente, favorece o crescimento econômico”, pontua a presidente do CDL de Salgueiro, Regilane Barros.

A 13ª edição da Feira de Negócios Super Mix acontecerá de 21 a 23 de agosto, no Centro de Convenções de Pernambuco, no Recife. Trata-se da maior feira setorial do Norte/Nordeste e a terceira maior do Brasil. A próxima parada da versão Itinerante será em Caruaru, no mês de maio. Salgueiro, Carpina, Surubim e Palmares também serão visitados pela caravana.

SERVIÇO

SUPER MIX ITINERANTE EM SERRA TALHADA – 10/4, às 16h, no Hotel São Cristóvão – Av. João Gomes de Lucena, 3478 – São Cristóvão, Serra Talhada. Inscrições gratuitas pelo (81) 9 8985-1884.

SUPER MIX ITINERANTE EM SALGUEIRO – 12/4, às 16h, no Salgueiro Plaza Hotel – Av. Cel. Veremundo Soares, 551, Nossa Sra. Aparecida, Salgueiro. Inscrições gratuitas pelo (81) 9 8985-1884.

Pedido de isenção da taxa do Enem começa nesta segunda

Começa nesta segunda-feira (2) às 10h o prazo para os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pedirem a isenção da taxa de inscrição da prova. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) espera que cerca de 4 milhões de pessoas peçam a isenção da taxa neste ano. O prazo termina no dia 11 de abril.

Em 2018, o Enem completa 20 anos e pela primeira vez o pedido de isenção da taxa de inscrição será feito antes do período de inscrição. Até o ano passado, os dois atos eram feitos simultaneamente. Também pela primeira vez, os candidatos que tiveram a isenção no ano passado e faltaram aos dois dias de prova terão que justificar a ausência para ter a gratuidade novamente.

Segundo a diretora de Gestão e Planejamento do Inep, Eunice Santos, o objetivo é garantir mais oportunidade para os jovens que necessitam da isenção, mas também garantir maior cuidado do dinheiro público e o desenvolvimento de uma consciência mais ética no cidadão. “Vamos fazer isso com mais critério e mais responsabilidade”, disse ela.

Para todos os casos de solicitação de isenção da taxa de inscrição, o participante deverá ter documentos que comprovem a condição declarada, sob pena de responder por crime contra a fé pública e de ser eliminado do exame. Se a solicitação de isenção for negada, ainda é possível recorrer da decisão, na Página do Participante, entre os dias 23 e 29 de abril.

A aprovação da isenção da taxa de inscrição não significa que o participante já está inscrito no Enem 2018. As inscrições deverão ser feitas das 10h do dia 7 de maio às 23h59 de 18 de maio deste ano, pelo site do Enem. As informações são do jornal Folha de Pernambuco.