Ingazeira Agora

Pernambuco tem mais de 1,5 mil obras paralisadas

Adutora do Agreste é uma das obras citadas na lista da Neoway
Foto: Helia Scheppa/Acervo JC Imagem

O rastro está por toda a parte, do Litoral ao Sertão. Percorrendo o Grande Recife ou pegando a estrada em direção ao interior, não é difícil ver obras que engordam a lista de 1.547 projetos de infraestrutura paralisados em Pernambuco, que somam investimentos de R$ 6,2 bilhões, R$ 1,9 bilhão já desembolsado. Também é extenso o rol de obras estaduais em projeto ou em intenção, espelhando a estagnação do mercado de infraestrutura no Brasil. Levantamento realizado pela Neoway – empresa de big data analytics que monitora fontes públicas e mercadológicas – aponta para uma projeção de investimentos em infraestrutura de R$ 719,2 bilhões entre 2018 e 2023, mas desse total apenas R$ 91,6 bilhões estão em andamento. Os R$ 627,6 bilhões restantes estão apenas no planejamento ou na intenção do governo e da iniciativa privada.

Em Pernambuco, dos R$ 80 bilhões previstos para os próximos 5 anos, R$ 77,3 bilhões também estão apenas no plano das intenções. “O mercado de infraestrutura deu uma parada por vários motivos. Chegaram ao mesmo tempo a crise econômica e as investigações da operação Lava Jato. O governo (Michel Temer) até anunciou o Projeto Crescer (lançado em setembro de 2016 para alavancar investimentos), mas o cenário do País não permitiu seu avanço”, observa a CMO e head de construção civil na Neoway, Cristina Penna.

Na última década, o Brasil vem investindo cerca de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) em infraestrutura, ficando distante de países emergentes, como Índia e China, que aportam 5% e 8% na área, respectivamente. No documento Propostas da Indústria para as Eleições 2018, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) traz um capítulo sobre infraestrutura. De acordo com o levantamento, o Brasil teria que ampliar o investimento no setor para 4% do PIB nas próximas duas décadas para tirar o atraso dos anos de estagnação. Isso quer dizer aplicar R$ 8 trilhões em 20 anos. Nos anos 70, o País investia o equivalente a 5,5% do PIB em infraestrutura. Na década de 80, caiu para 3,62%, enquanto nos anos 90 ficou em 2,27%, em 2000 estagnou em 2,12% e no ano passado fechou em 1,40%.

Por ADRIANA GUARDA JC Online

Definidas atrações da Festa de Setembro em Serra Talhada

A Prefeitura Municipal de Serra Talhada divulgou, nesta segunda-feira (13), a programação oficial da Festa de Setembro 2018, que acontecerá de 04 a 07 de setembro, no Pátio de Eventos, dentro da 228ª edição da Festa de Nossa Senhora da Penha.

A programação contará com Solteirões do Forró, Jefferson Moraes, Jonas Esticado, Gustavo Mioto, Luan Estilizado, Mano Walter e Saia Rodada, além dos artistas locais Dudu Gonçalves, Forrozão 1000, Ítala e Brenda, Kennedy Brazzil e Fábio Diniz, com participações especiais de Nailton Gomes, Wesley Magalhães, Colorado, Felipe Filho, Fabíola Leite, Jéssica Nonato, Leya e Mateus Carvalho, atendendo lei municipal que determina a contratação de 50% de artistas da terra nos eventos públicos municipais.

No Polo Cultura Viva, na Praça Sérgio Magalhães, a programação começará no dia 29 de agosto e contará com apresentações culturais, shows musicais, Missa do Agricultor, Grande Final do Festival Cantando na Concha, Noite do Rock, Encontro Pernambucano de Forró e Noite da Juventude, que acontecerá no dia 02, com show de Thiago Brado.

Haverá ainda programação cultural no Polo Pátio da Feira, de 03 a 07 de setembro; Tarde Pop Romântico, após o desfile de Sete de Setembro; Feira de Artesanato da Economia Solidária de Pernambuco; Mostra de Cinema do Pajeú, no CEU das Artes e Polo Danças Populares, no Museu do Cangaço. O encerramento da 228ª Festa de Nossa Senhora da Penha será no dia 08 de setembro com shows religiosos na Praça Sérgio Magalhães.

Confira a programação do Pátio de Eventos:

Terça – 04/09

Dudu Gonçalves,  Nailton Gomes e Wesley Magalhães

Solteirões do Forró e Zé Cantor

Jefferson Moraes

Quarta – 05/09

Forrozão 1000 + Part. Colorado e Felipe Filho

Jonas Esticado

Gustavo Mioto

Quinta – 06/09

Ítala e Brenda e Part. Fabíola Leite

Kennedy Brazzil e Part. Jéssica Nonato

ORBASS

Luan Estilizado

Sexta – 07/09

Fábio Diniz + Part. Leya e Mateus Carvalho

Mano Walter

Saia Rodada

Armando amplia espaço nos maiores colégios eleitorais

No estado de Pernambuco apenas 22 municípios possuem mais de 50 mil eleitores, boa parte deles, dez, estão concentrados na Região Metropolitana, dois na Zona da Mata, seis no Agreste e apenas três no sertão.

Diferente da eleição de 2014, quando naquela ocasião Armando possuía o apoio de apenas três dos 22 prefeitos dos maiores colégios eleitorais do estado, nesta disputa o candidato da oposição conseguiu ampliar de forma significativa a sua base, chegando inclusive a superar o governador Paulo Câmara. Agora o petebista conta com o apoio dos prefeitos de 13 dos 22 municípios com maior eleitorado, são eles: Jaboatão dos Guararapes, Petrolina, Caruaru, Ipojuca, Camaragibe, Santa Cruz do Capibaribe, São Lourenço da Mata, Igarassu, Gravatá, Goiana, Garanhuns, Belo Jardim e Araripina, enquanto que Paulo Câmara detém o apoio de apenas oito (Recife, Cabo, Paulista, Olinda, Abreu e Lima, Carpina, Pesqueira e Vitória de Santo Antão). O único município a ficar de fora das listas é Serra Talhada, onde o prefeito Luciano Duque ainda não se posicionou com quem ficará, no entanto, por questões locais e por já ter votado na oposição na eleição anterior é bem provável que Duque caminhe com Armando, o que pode ampliar ainda mais a vantagem do petebista neste quesito.

Em relação à quantidade de eleitores que estes conjuntos de municípios representam, Paulo Câmara apresenta uma certa vantagem, no entanto, diferente do que está acontecendo com Armando, onde há um envolvimento maior dos prefeitos em torno de sua candidatura, com Paulo Câmara não se pode dizer o mesmo, uma vez que um desses prefeitos, professor Lupércio (Olinda), já confidenciou à pessoas próximas que não está com disposição de trabalhar pelo governador depois que ele escolheu Luciana Santos, sua adversária local, como a candidata a vice-governadora.

Quando comparado os apoios que cada candidato possui nos maiores colégios eleitorais por região, Armando supera Paulo Câmara em quase todas elas. Na RMR o petebista conta com o apoio de 6 dos 11 prefeitos de municípios acima de 50 mil eleitores, porém Paulo leva vantagem por ter ao seu lado o prefeito do Recife, maior colégio eleitoral do Estado.

Na Zona da Mata Paulo detém o apoio dos prefeitos dos dois únicos municípios com mais de 50 mil eleitores (Vitória de Santo Antão e Carpina). Já no Agreste, a vantagem é de Armando, pois terá ao seu lado o apoio de cinco dos seis municípios com mais de 50 mil eleitores (Santa Cruz do Capibaribe, Belo Jardim, Garanhuns e Caruaru, este último é o maior colégio eleitoral de todo o interior), enquanto que a Frente Popular conta com o apoio apenas da prefeita de Pesqueira.

No sertão, a vantagem continua com o petebista, que já contabiliza dois dos três prefeitos dos maiores colégios eleitorais da região (Araripina e Petrolina) e com a grande possibilidade de ter somada à sua base Serra Talhada.

Embora em termos práticos o apoio de prefeitos possa ser relativo em relação a vitória,uma vez que a eleição é decidida a favor daquele que conquiste a maioria dos votos dos 6,5 milhões de eleitores pernambucanos, e não a maioria dos 184 prefeitos, o atual cenário evidência uma fragmentação da Frente Popular em relação a eleição de 2014. Este  quadro também tem se repetido nos municípios com densidade eleitoral menor, onde Armando também tem avançado.

Na eleição passada não era difícil encontrar municípios onde Paulo tinha o apoio das duas principais forças políticas locais, porém nesta eleição parece que as coisas estão se invertendo a favor de Armando.

Fonte: Blog Ponto de Vista

Câmara defende investimentos hídricos em giro no Agreste

Em passagem pelo município de Surubim, no Agreste Setentrional, o governador e candidato à reeleição Paulo Câmara (PSB) vistoriou a barragem de Jucazinho.

Depois, o socialista foi recebido para um almoço com a prefeita da cidade, Ana Célia (PSB).

Paulo Câmara reafirmou seu compromisso com a melhoria da infraestrutura hídrica no Estado, destacando que os investimentos realizados, além de aliviar o sofrimento da população pernambucana atualmente, serão primordiaispara as próximas gerações.

Durante os três anos e meio e gestão, mais de R$ 1 bilhão foram investidos na área. “Tivemos sete anos de seca e nunca esperamos para resolver com chuva. Fizemos obras estruturadoras. Pensando em trazer água da Mata Sul, fizemos a Adutora do Pirangi. Pensando em trazer água da Mata Norte, fizemos a Adutora de Siriji e num ano de colapso, em 2016, conseguimos dar respostas”, pontuou Paulo Câmara.

Além das ações realizadas, a gestão também deu início à construção da Adutora de Serro Azul, que vai levar água da barragem de Serro Azul, na Zona da Mata Sul, para o Agreste.

“Paulo dá mais uma demonstração que é o governador da água. Arraes trouxe a energia para Surubim, Eduardo marcou a região com a mudança na estrutura das estradas e Paulo Câmara é o governador que tem transformado nossa região com a infraestrutura hídrica, levando água e acabando com o desabastecimento”, afirmou Ana Célia.

Com a ampliação do sistema de Jucazinho, será possível dobrar o volume de água que chega a 11 cidades da região.

Além da prefeita Ana Célia e do vice-prefeito Guilherme Nóbrega, também acompanharam a agenda o deputado federal Danilo Cabral, os estaduais Lucas Ramos, Zé Maurício e Nilton Mota, a prefeita de Frei Miguelinho, Adriana Assunçao, o prefeito de Casinhas, João Camelo, os vereadores Veia de Aprigio, Fabrício Brito, Luciano Medeiros e Nailton do Jucá.

Além da visita à Jucazinho, Paulo Câmara também vistoriou a barragem de Matheus Vieira, em Taquaritinga do Norte. O prefeito do município, Ivanildo Lero, também destacou os investimentos na área.

Fonte: Blog do Nil Júnior

Prefeito de Olinda diz que apoia Bruno para o Senado

O prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD), anunciou  o seu apoio à candidatura de Bruno Araujo (PSDB) ao Senado.

“Bruno é um homem íntegro, um dos grandes nomes da política brasileira e foi um ministro que sempre se colocou à disposição para ajudar Olinda. Nada mais justo a gente retribuir o apoio a quem sempre se preocupou com a cidade.”

Já Bruno afirmou que o “Professor Lupércio é um dos prefeitos mais bem avaliados do estado. Uma administração que não é de gabinete, uma administração na rua junto ao povo, entregando ações importantes”.

“O meu compromisso aumenta ainda mais com essa confiança que Lupércio deposita em mim”, acrescentou.

Fonte: Blog do Nil Júnior

Radar Político – A força de Paulo Câmara no Litoral Sul

Em nenhum outro local do estado o governador Paulo Câmara possui uma base de apoio tão sólida quanto no Litoral Sul. Este pequeno pedaço de Pernambuco pertencente à região da Zona da Mata Sul e possui 5 municípios dos quais ao menos 4 deles (Sirinhaém, Rio Formoso, Tamandaré e Barreiros) o governador conta com o apoio do prefeitos. Já no quinto, São José da Coroa Grande, Paulo guarda a expectativa de também contar com o prefeito no seu palanque, no entanto, caso não consiga, lá ele já tem o apoio declarado do ex-prefeito Barbosa e de João Baleia, este último é um político que exerce forte liderança em Barreiros e em São José da Coroa Grande.

Como prova da vantagem que a Frente Popular possui nesta região, Paulo Câmara esteve no dia de ontem nos municípios de Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém onde foi recepcionado por um grande público liderado pelos prefeitos Sérgio Hacker (Tamandaré), Isabel Hacker (Rio Formoso) e Franz Hacker (Sirinhaém). Há quinze dias o governador já havia sido recebido por uma multidão em Barreiros em evento coordenado pelo prefeito Elimário Farias e o ex-prefeito João Baleia.

Com um time de peso que conta nestes municípios Paulo deverá das urnas como o mais votado nesta pequena região. Armando Monteiro terá que trabalhar bastante para diminuir a diferença por lá.

Fonte: Blog Ponto de vista

Iguaracy: Presidente da Câmara rompe com Prefeito e anuncia apoio a Armando

O Presidente da Câmara de Vereadores de Iguaracy, Vereador Francisco de Sales (PMDB), afastou-se politicamente do grupo do Prefeito Zeinha Torres (PSB), e declarou apoio à candidatura de Armando Monteiro (PTB), ao Governo do Estado. A comunicação foi feita diretamente ao Prefeito, em reunião realizada no seu Gabinete, na última sexta-feira, com os vereadores da base. A posição do Presidente foi reafirmada na Sessão da Câmara desta semana. O Vereador Francisco de Sales está no segundo mandato, ocupa a presidência da Casa pela segunda vez, e foi o parlamentar mais votado das últimas eleições.

Fonte: Blog do Roberto Murilo

Prefeito declara apoio a Armando e sobe no palanque da mudança

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna

“Pernambuco precisa voltar a ser respeitado, precisa voltar a ser o Leão do Norte e a ter voz ativa no cenário nacional.” A opinião é do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe (Agreste), Edson Vieira (PSDB), que declarou apoio ao candidato a governador pela coligação Pernambuco Vai Mudar, Armando Monteiro (PTB). Ao lado da esposa, Alessandra Vieira (PSDB), candidata a deputada estadual, e de sete vereadores do município, Vieira ressaltou a importância de mudar Pernambuco.

Armando Monteiro agradeceu a presença de Vieira no palanque e enfatizou que o prefeito compreendeu o sentido desse novo projeto “que se coloca acima de interesses pessoais”. “Nós desse grupo não tínhamos a mesma trajetória. Mas o que nos uniu foi a vontade de trabalhar por Pernambuco e a convicção de que esse governo que está aí não tem mais o que oferecer ao Estado”, disse o candidato a governador.

Alessandra Vieira destacou a falta de atenção do governo do Estado com Santa Cruz do Capibaribe. “Milhares de pessoas estão semanalmente no Polo de Confecções e a gente não vê o olhar do governo lá, uma área que faz tanto por Pernambuco.” Nesta sexta-feira (10), Alessandra realiza ato de lançamento de sua candidatura a deputada estadual, no município.

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) e o deputado federal Fernando Filho (MDB) participaram do encontro do grupo de Edson Vieira com Armando. “É uma alegria ser testemunha desse apoio. Mostra que é possível unir os grupos políticos, apesar das divergências locais, em torno de um projeto para Pernambuco”, frisou FBC. Já para Fernando Filho, o apoio do grupo de Edson Vieira a Armando significa que “Pernambuco está em primeiro lugar”. “O governo atual já se esgotou. Precisamos de fato mudar Pernambuco. Um gesto como esse mostra desprendimento dos políticas locais em prol do que é melhor para o Estado”, destacou Fernando Filho.

A imagem pode conter: 11 pessoas, incluindo Marcos Oliveira, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna

Fotos: Leo Caldas/Divulgação

Fiscalização Preventiva Integrada fecha fábrica de cimentos de Carnaíba e identifica novas áreas de desmatamento e produção ilegal de carvão no Pajeú

No município de Tuparetama, a Equipe Flora do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada do São Francisco (FPI/PE), em atuação para promover o uso sustentável da Caatinga e coibir práticas ilegais relacionadas à extração de madeira, identificou atividades em desacordo com a legislação e sem autorização de órgãos competentes. Três grandes fornos de carvão foram destruídos esta semana. São os maiores já identificados no estado, segundo a equipe de fiscais, com capacidade de produção semanal de 480 sacas do produto por fornada. O responsável foi autuado com penalidade de multa. Duas armas de fogo – um fuzil e um rifle tipo escopeta – sem registros também foram encontradas e apreendidas. Foi identificada ainda uma área de desmatamento, estimada em 44,2 hectares, e apreendidos 38 metros de lenha.
No município de Iguaracy, outros nove fornos de produção ilegal de carvão foram destruídos.
E em Carnaíba, uma indústria de produção de cimento (Fábrica de Cimentos Pajeú) que estava funcionando sem licença para operação foi identificada. A empresa foi multada e teve as atividades suspensas até que se regularize.
Cento e cinquenta e oito sacas de carvão apreendidas foram doadas à Prefeitura de Afogados da Ingazeira, único município fiscalizado na região que dispõe de instalações públicas licenciadas para receber esse material: matadouro público e cozinha comunitária. (Por Anchieta Santos)

Zé Marcos vai coordenar campanha de Armando no Pajeú

O coordenador de campanha do bloco Pernambuco Vai Mudar no Pajeú será o ex-prefeito, ex-deputado e  ex-presidente da ALEPE José Marcos de Lima. O bloco tem como candidato a governador Armando Monteiro, do PTB.

Tido como habilidoso articulador político, Zé Marcos um teve uma reunião hoje a tarde no Comitê de Campanha de Armando Monteiro e disse sim ao senador.

O político, da oposição egipciense estava propenso a votar em Marília Arraes para Governadora, pela aproximação com Romério Guimarães.

Com  a candidatura da petistfa rifada, Zé Marcos foi convidado e aceitou a missão. Ele chega amanhã à região para iniciar as articulações.

Fonte: Blog do Nil Júnior

Lula Cabral, do PSB, anuncia apoio a Bruno Araújo

O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral,do PSB, anunciou nesta quarta-feira, 08, o seu apoio à candidatura de Bruno Araújo para o Senado.

Lula Cabral ressalta a relação antiga com Bruno, com quem foi Deputado Estadual de 1999 a 2002 e a disposição de Bruno a ajudar sempre sua gestão e o municipio, seja como deputado ou como ministro de Estado, para justificar o apoio.

“Bruno Araújo, mesmo sendo Aliado dos nossos opositores no Cabo, sempre nos respeitou e, não fez política pequena ou raivosa e como Ministro liberou muitos recursos para o Cabo. Não poderíamos faltar com ele e vou votar e pedir votos com muito empenho para que ele seja Senador de todos os Pernambucanos., destacou Lula

Com esse apoio, Bruno Araújo sai fortalecido para a disputa, pois o Cabo é Município importante e a Gestão do Prefeito Lula Cabral possui uma das melhores avaliações populares, segundo pesquisas.

Fonte: Blog do Edmar Lyra

Armando reafirma em sabatina: “Voto em Lula”

A imagem pode conter: 1 pessoa, câmera

O candidato ao governo do Estado pela coligação Pernambuco Vai Mudar, senador Armando  Monteiro (PTB), reafirmou, durante sabatina realizada na manhã desta quinta-feira (9), na Rádio Jornal, que vai votar no ex-presidente Lula nas eleições presidenciais desse ano. “Mantenho minha posição. Se Lula for candidato, eu voto em Lula”, disse Armando durante a entrevista. “O presidente Lula é alguém em que eu identifico um símbolo: ele veio de Pernambuco, e construiu uma liderança, com um olhar sobre os mais carentes”, completou.

“Lula fez muito por Pernambuco. Não há um grande projeto realizado no Estado que não tenha a participação de Lula: a Fiat, a refinaria, os estaleiros, a transposição do Rio São Francisco, o Prouni, a ampliação do bolsa-família , a politica de valorização do salário mínimo. Lula melhorou a condição de vida de milhões de pessoas”, destacou.

Armando e Lula trabalharam juntos no período em que o senador esteve à frente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o líder petista era presidente, alinhando parcerias que foram essenciais para a qualificação profissional e atração de indústrias. Estiveram juntos no mesmo palanque em 2010 e 2014 – inclusive com duas vindas de Lula ao Estado para pedir votos para o petebista. Além disso, Armando foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio no governo Dilma Rousseff.

Armando aproveitou para criticar o governador Paulo Câmara pelo processo “violento” que deixou de fora da disputa pelo Palácio das Princesas a vereadora do PT do Recife Marília Arraes. “Como é um governo é mal-avaliado, ele precisa se agarrar com o presidente lula, como tábua de salvação, e eliminar concorrentes”, ressaltou o candidato ao governo, enfatizando ainda que o pré-candidatura da petista era legítima. “Sempre a postulação de Marília. Ela é guerreira, ela é combativa. Ela foi pro PT quando todo mundo estava saindo”, continuou Armando, lembrando o apoio que recebeu da neta do ex-governador Miguel Arraes em 2014.

SEM CONTRADIÇÃO – Armando ainda rebateu as colocações de que a frente liderada por ele tenha dificuldades em estabelecer uma agenda tendo a mudança de Pernambuco como ponto comum. “Nós temos trajetórias distintas, mas nos reunimos em uma frente por Pernambuco. Onde meu enfoque sobre segurança ou modelo de gestão pode ser diferente do dos meus companheiros?”, questionou.

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, barba, close-up e atividades ao ar livre

Fotos: Ricardo Labastier/Divulgação