SERÁ INAUGURADO HOJE, QUINTA (17) O MUSEU DA CULTURA POPULAR EGIPCIENSE.

A foto abaixo, de 1931, mostra operários, o prefeito e servidores públicos junto à construção da sede da prefeitura de São José do Egito, no Sertão do Pajeú, prédio ainda hoje existente.

Missa pela passagem do Dia Nacional do Município (que é comemorado a 1º de janeiro), celebrada em frente ao prédio da prefeitura de São José do Egito, no Sertão de Pernambuco. O celebrante foi o padre Sebastião Rabelo, pároco do município entre 1922 e 1970. Foto do acervo do Arquivo Público Jordão Emerenciano, do Estado de Pernambuco, 01/01/1939.

A Terra da Poesia com os 104 anos de emancipação,o município ganha  nesta quinta-feira, 17 de outubro, as 4 da tarde, o Museu Histórico e Cultural da cidade,e vai se chamar MEMORIAL DA CULTURA POPULAR EGIPCIENSE.
O museu, que fica no centro histórico da cidade,ao lado da Rua do Arranco, vai expor inicialmente as histórias da criação e emancipação da cidade, O espaço será aberto, ainda, para futuras exposições temporárias, para mostras de artesanato e para a prática da Educação Patrimonial.
A exposição conta com objetos que fizeram parte do desenvolvimento de SÃO JOSE DO EGITO e a história do município está retratada de várias formas, com textos, fotos, vídeos e até depoimentos de moradores antigos da cidade. Uma verdadeira viagem de volta ao passado, respeitando a importância do município e onde pode ser conhecido o grande crescimento que a cidade teve no últimos 100 anos.
 
Fonte: Blog do Marcello Patriota

QUIXABA GANHA FEIRA AGROECOLÓGICA. IGUARACY E CARNAÍBA SERÃO AS PRÓXIMAS

DSC00937

Foi inaugurada nesta quarta (16), Dia Mundial da Alimentação, a feira agroecológica da cidade de Quixaba. São oito produtores e produtoras agroecológicos do próprio município que desenvolvem a produção de hortaliças, frutas, criação de pequenos animais e beneficiamento de produtos de origem animal e vegetal.

Na feira foi possível encontrar alface, coentro, cebolinha, couve, pimenta de cheiro, pimenta de macaco, quiabo, cenoura, abóbora, repolho, berinjela, laranja lima, limão, maracujá, acerola, mel de abelha, ovo de galinha, bolo e doces caseiros e poupa de frutas.

DSC00909

Apesar da estiagem prolongada os produtores(as) estão conseguindo produzir uma diversidade considerável de produtos de forma agroecológica, sem nenhum tipo de agrotóxico ou fertilizante químico, são produtos naturais e saudáveis que trazem qualidade de vida para os consumidores.

No primeiro dia a feira foi bastante prestigiada e as vendas satisfatórias. A feira agroecológica será permanente, e funcionará toda quarta feira, dia da feira livre de Quixaba, no centro da cidade, em frente a Biblioteca pública.

Para viabilizar esse importante empreendimento, os produtores agroecológicos contam com o apoio do Projeto Dom Helder Câmara / SDT / MDA e demais parcerias da Prefeitura Municipal de Quixaba, Coopagel, Diaconia, IPA e Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

 

DSC00904

Participaram do evento Adelmo Santos, Supervisor Territorial do Projeto Dom Helder Câmara/ MDA, o Prefeito de Quixaba Zé Pretinho, Zé Pereira, Secretário de Agricultura do município, Valberto Amaral presidente da Coopagel, Miguel diretor do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Elisabete mobilizadora do STR, os técnicos Tonhão e Jerônimo do IPA, Cristiano da Diaconia e os técnicos da Coopagel Paulo Charles, Jobson e Elton. O evento foi coordenado pelo assessor do território da cidadania do Pajeú Anchieta Alves.

O supervisor Territorial do Projeto Dom Helder Câmara (PDHC) Adelmo Santos afirma que estão previstas a criação de mais duas feiras agroecológicas, com o apoio do PDHC e outros parceiros do território, em Iguaraci e Carnaíba. Na próxima segunda feira, 21 de outubro será a inauguração da feira agroecológica de Iguaracy, às 7:00 da manhã, e Carnaíba, acontecerá dia 1º de novembro.

 

Fonte: Nill Júnior

APROVAÇÃO DE PROJETO AUMENTA ESPERANÇA DE DISTRITOS QUE QUEREM VIRAR CIDADE NO PAJEÚ

Novas regras para fusão, criação e desmembramento de municípios foram aprovadas nesta quarta (16) pelo plenário do Senado. Com a aprovação do Projeto de Lei Complementar 98/2002, 188 distritos passam a ter condição de se emancipar e virar municípios. Em Pernambuco há 26 projetos tramitando na Assembleia Legislativa para transformar distritos em municípios, porém somente 16 devem se enquadrar nos limites impostos pela nova lei.

Pelo texto aprovado, que seguirá para sanção da presidenta Dilma Rousseff, a criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de municípios dependerão da elaboração do Estudo de Viabilidade Municipal e de consulta prévia, mediante plebiscito, às populações dos municípios envolvidos. Para fazer o plebiscito será necessário o apoio de pelo menos 20% dos habitantes do ente federativo a ser afetado pelas mudanças.

Praça de Ibitiranga

Uma vez reunidas as assinaturas e aprovada a lei, o plebiscito ocorrerá em conjunto com as eleições mais próximas, sejam elas gerais ou municipais, e a mudança no município será aprovada se a metade mais 1 dos eleitores assim determinar. Se for caso de emancipação e criação de um município, até a primeira eleição para prefeito e vereadores, o município mãe continuará obrigado a manter os serviços públicos e a gestão da área a ser emancipada.

A criação de municípios também está condicionada a alguns fatores. As terras onde ficam os limites do novo ente federativo devem estar regularizadas. Em casos de terras da União, ou que incluam trechos de áreas indígenas, a emancipação não poderá ocorrer. Os distritos que irão se emancipar também precisarão ter número mínimo de habitantes, que será 12 mil nas regiões Sul e Sudeste, 6 mil nas regiões Centro-Oeste e Norte e 6,5 mil na Região Nordeste.

A lei também contempla a possibilidade de fusão, quando um município é criado a partir da união de dois que tenham personalidade jurídica própria.

Jabitacá, Iguaraci

A discussão no Congresso dá possibilidade de criação de novos municípios no país acendeu a esperança de três distritos sertanejos no Pajeú: Ibitiranga, em Carnaíba, Fátima de Flores (imagem) e Jabitacá, município de Iguaraci.

Os Distritos de Fátima e Jabitacá, já têm projetos apresentados no Legislativo, pelos  Deputados  Ângelo Ferreira e Claudiano Filho (PSDB). O terceiro tem uma força tarefa sendo criada por nomes como o vereador Luiz Alberto. Eles querem que um Estadual apresente o Projeto  na ALEPE.

 

Fonte: Nill Júnior

SHOW DE CULTURA NA FESTA DE ZÉDANTAS COM AS APRESENTAÇÕES DOS MUNICÍPIOS DE FLORES, SERRA TALHADA E INGAZEIRA

Nesta terça-feira (15), aconteceu mais uma noite de apresentações culturais no monumento do pátio de eventos de Carnaíba, dentro da programação da 20ª Festa do Poeta e Compositor Zédantas. Um público estimado de 400 pessoas, assistiu um verdadeiro show de cultura com as atrações dos municípios de Flores, Serra Talhada e Ingazeira.

As apresentações tiveram início às 20h com o Grupo de Dança Luz do Luar da cidade de Flores, que apresentou o espetáculo Mistureba, encantando à todos. Logo depois, foi à vez de Serra Talhada fazer o público ir ao delírio com os Grupos Herdeiros do Xaxado, Mistura Pernambucana (caboclinho e frevo), Gilvan Santos (coco e samba de coco), Serra do Cangaço e Herdeiros do Xaxado (ciranda e coco).

Antes da última apresentação da noite, a diretora de cultura, Margarida Pereira, sorteou dois brindes aos professores presentes, em comemoração ao Dia do Professor. Os brindes foram patrocinados pela Loja Aromas e Acessórios, de Clevio Oliveira. Após os sorteios, os músicos Beto Hortis (sanfona), Máercio Lopes (guitarra), Damião Alves – Bada (zabumba) e Francisco Pereira (Sivuca) também fizeram uma homenagem.

A cidade de Ingazeira encerrou a programação com o grupo musical “Na sombra da Ingazeira”. A festa de Zédantas segue até o próximo sábado (19). Nesta quarta-feira (16), a partir das 08h, continuação das oficinas. Já às 19h, no monumento pátio de eventos, apresentações culturais de Carnaíba; escolas e grupos musicais, além da famosa Forronata pelas ruas da cidade com parada no Busto de Zédantas, na Rua José Martins, fazendo uma homenagem ao safoneiro Cici, encerrando no pátio de eventos.

 

Fonte: Blog Carnaíba Agora

Armando relata projeto com direitos e garantias do contribuinte

Brasília – Projeto relatado pelo senador Armando Monteiro (PTB-PE) que assegura direitos e garantias ao contribuinte brasileiro foi aprovado nesta quarta-feira (16) na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ). O texto é um substitutivo de Armando ao projeto de lei (PLS 298/2011 – Complementar) da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO).

O projeto impõe restrições às condutas praticadas pelos agentes fiscais e estabelece a proibição do uso de meios administrativos de cobrança que comprometam as atividades econômicas do contribuinte para forçar o recolhimento de tributos. O projeto também obriga a Fazenda a informar, anualmente, a carga tributária incidente sobre produtos e serviços, para que o contribuinte tenha conhecimento do que está pagando.

O texto dispõe sobre as normas gerais aplicáveis à relação entre contribuintes e as administrações fazendárias da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Para Armando, os comandos existentes no projeto deveriam ser inseridos no Código Tributário Nacional (CTN) e não em um Código de Defesa do Contribuinte, como propõe o projeto original. “Criar uma legislação paralela somente contribui para aumentar ainda mais o grau de complexidade do nosso sistema tributário”, destacou.

O relator argumentou ainda que muitos dos temas abordados na proposta já estão regulados no CTN, apresentando também dispositivos que não tratam de matéria tipicamente de legislação tributária e que, portanto, deveriam ser remetidos a leis diversas. Essas ressalvas motivaram a elaboração de um substitutivo, que eliminou estes dispositivos e outros tópicos considerados inconstitucionais.

Quatro emendas foram apresentadas pelo senador Pedro Simon (PMDB-RS), das quais três foram acolhidas por Armando. A matéria segue agora para exame da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

 

ROBERTO MURILO DIZ QUE DIÁRIAS SÃO LEGAIS E PROMETE IDA À CÂMARA NA PRÓXIMA SESSÃO

O Secretário de Turismo, Cultura e Esportes de Iguaracy, Roberto Murilo, deu a primeira entrevista depois que os vereadores Fábio Torres, Simão Rafael e José Torres (Zeinho), questionaram a quantidade de diárias recebidas por ele no período de 30 de abril à 30 de maio deste ano. Segundo eles, no período, ele teria recebido R$ 2.106,00 em diárias, além do salário normal. 

Roberto antecipou que solicitará à Câmara sua presença na próxima sessão da casa, na próxima terça-feira. “Estou tranquilíssimo. Vou estar na Câmara apresentando os fatos reais. Como está no Portal da Transparência não temos o que esconder”. Murilo afirmou que todas as informações repassadas pelos vereadores procedem. Ele apresentou cópias de todas as diárias recebidas no período, que batem com o que foi colocado. Explicou Roberto que diante da agenda a poucos dias do São João do Gonzagão, com busca de apoios em Recife e com outras reuniões realizadas na região, houve duas situações em que recebeu as duas diárias para os dois deslocamentos, o que é legal. Ele deu o exemplo do dia 30 de abril. “De dia, fomos a reunião do Festival Pernambuco Nação Cultural em Triunfo. Estive com nomes como Margarida Pereira e Edgley Freitas. Chegando lá tivemos a surpresa de saber que a reunião foi cancelada. Voltamos, e à noite viajei no ônibus da Progresso para Caruaru. Lá, realizamos orçamento para compras de ornamentação da festa”. 

Roberto disse que uma diária de R$ 207 mal dá para cobrir despesas de deslocamento, passagens e alimentação em cidades como Recife, em idas a Empetur, Fundarpe, Casa Civil ou Caruaru. 

“Todas as despesas com diárias aconteceram e temos nossa justificativa legal”. Murilo afirmou ter certeza de que os questionamentos são “orquestrados” em virtude de sua postura no seu blog. 

O Secretário afirmou que tem ciência do cumprimento de suas atividades. “Realizamos atividades como Sarau Cultural, investimentos no turismo, eventos, atividades culturais, contemplando importantes projetos, preparando a festa do cinquentenário, cumprindo nossa missão”. 

Fonte: Blog Web Sertão

Vox Populi: Dilma vence no 1º turno em todos os cenários

A presidente Dilma Rousseff (PT) tem mais intenções de votos, neste momento, para as eleições de outubro de 2014, do que todos os seus adversários somados. De acordo com o site BR247, o Instituto Vox Populi divulgará os resultados pelo Jornal da Record na noite desta terça-feira (15).

De acordo com o site, o cenário mais difícil para a presidente é o que se tem contra a ex-ministra Marina Silva (PSB), e o ex-governador José Serra (PSDB). Ainda assim Dilma venceria em primeiro turno, com 41% contra 21% para Marina e 19% para Serra, o que totalizaria 40%.

A pesquisa testou os seguintes cenários: Dilma x Aécio Neves (PSDB) e x Eduardo Campos (PSB); contra a ex-ministra Marina Silva (PSB) e o ex-governador José Serra (PSDB), diante de Aécio e Marina e num confronto contra Marina e Serra. Em todos eles Dilma conseguiu mais intenções de voto que a soma dos adversários.

Fonte: Folha PE

MORRE MÃE DO EX-PREFEITO TOTONHO VALADARES

Imagem 033

Morreu no final da tarde de ontem no Hospital Português do Recife, vítima de infarto, Maria José Cavalcanti Valadares Sousa, genitora do ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, Antônio (Totonho) Valadares Filho (PSB).

Ela tinha 86 anos de idade e será sepultada hoje no cemitério Morada da Paz, em Paulista. Dona Maria José morava na casa da filha, Maria das Graças, em Boa Viagem. Ela sentiu-se mal no meio da tarde e foi levada às pressas para o Hospital Português, morrendo em seguida.

Fonte: Nill Júnior

Governo sanciona lei da profissão de vaqueiro com veto a seguro de vida

Vaqueiros do Piauí comemoram aprovação do Senado (Foto: Reprodução/TV Clube)O governo sancionou a lei que regulamenta no Brasil a profissão de vaqueiro, mas vetou o parágrafo que obrigava o empregador a prover seguro de vida e de acidente a esses trabalhadores.

A lei número foi publicada na edição desta quarta-feira (16) do “Diário Oficial da União”. O parágrafo único que havia no projeto de lei aprovado pela Câmara e Senado foi vetado. o texto dizia “o contrato de prestação do serviço ou de emprego deverá conter seguro de vida e de acidentes em favor do vaqueiro, inclusive indenizações por morte ou invalidez permanente, bem como o ressarcimento de todas as despesas médicas e hospitalares, independente da duração da internação, dos medicamentos e das terapias necessárias”.

Na justificativa para vetar esta parte da lei, o governo alega: “Na forma como redigido, o dispositivo não leva adequadamente em consideração a realidade econômica do setor, em
especial a dos pequenos produtores, onerando o processo produtivo excessivamente. Assim, a medida poderia ter como efeito a redução da contratação de vaqueiros, enfraquecendo a categoria e gerando desemprego. Além disso, ao limitar tais garantias a estes profissionais, criaria diferenciações de tratamento em relação aos demais trabalhadores rurais e outras categorias que atuam no setor agropecuário.”

Pelo texto, a contratação pelos serviços de vaqueiro é de responsabilidade do administrador, proprietário ou não, do estabelecimento agropecuário de exploração de animais de grande e médio porte, de pecuária de leite, de corte e de criação.
O texto publicado define vaqueiro como “o profissional apto a realizar práticas relacionadas ao trato, manejo e condução de espécies animais do tipo bovino, bubalino, equino, muar, caprino e ovino”.

 

A lei define como atividades do vaqueiro alimentar os animais, fazer a ordenha, treinar e preparar animais para eventos culturais e socioesportivos com a garantia de que não sejam submetidos a atos de violência; e, sob a orientação de veterinários e técnicos qualificados, auxiliar com os cuidados necessários à reprodução das espécies.
 
Fonte: G1

Para Alison, seria preciso uma noite inteira para explicar o ano desastroso

O ditado “da água para o vinho’ é utilizado quando uma algo muda drasticamente do ruim para o bom. No caso do Náutico, os papeis estão invertidos e pode-se dizer que a mudança do ano de 2012 para a atual temporada foi do vinho para a água. Depois de brilhar na Série A do ano passado e conseguir a classificação para a Copa Sul-Americana, o Timbu amarga a lanterna há 17 rodadas e o rebaixamento é questão de tempo. Isso sem contar na eliminação no torneio internacional para o Sport.

O ano do Náutico vem sendo desastroso e praticamente tudo que foi feito no futebol precisará ser apagado e reformulado para a próxima temporada. Os erros foram incontáveis e até os jogadores do próprio elenco se complicam para enumerar os principais fatores que colocaram o Timbu na atual situação.

– Para explicar isso eu ia passar a noite toda porque com certeza foram inúmeras coisas que aconteceram ao longo do ano e que se refletiram em resultados. É complicado e não adianta a gente ficar julgando. Cada um tem o seu peso para carregar e não adianta tirar das costas para colocar na dos outros. Todos nós temos parcela de culpa com esse ano vergonhoso que estamos fazendo até agora. Foram inúmeros erros ao longo do ano – destacou o zagueiro Alison.

Apesar de reconhecer o momento difícil da equipe para a sequência da Série A do Campeonato Brasileiro, Alison garante que o grupo não deixará de brigar um momento sequer até o último minuto do campeonato.

– A atual situação é difícil para qualquer um, mas precisamos ter alegria para fazer o que a gente mais gosta. Toda criança sonha em jogar futebol e nós temos esse prazer. Temos que entrar em campo com alegria.

 

SECOU: COMPESA ANUNCIA COLAPSO TOTAL DE BROTAS

A informação é da Compesa : a Barragem de Brotas em Afogados da Ingazeira entrou em colapso total. A partir de agora os moradores da cidade de Tabira receberão água só uma vez por mês.

A água para abastecimento da Cidade das Tradições virá dos poços da comunidade do Caruá em Carnaíba através da Adutora Zé Dantas e do poço do Sítio Mansinha, no município de Tabira.

Carros Pipa abastecerão reservatórios instalados pela Compesa para reforçar o abastecimento.

Já Afogados da Ingazeira continuará sendo atendida pelos poços de Fátima e a Adutora Zé Dantas. As duas cidades esperam pela Adutora do Pajeú que deve chegar até o final de novembro.

Em entrevista a Celso Brandão na Rádio Pajeú, Nadja Rejane afirmou que ainda tenta através de bomba submersa capitar o poco da lâmina d’água que resta. “Mas se conseguirmos a água não dura mais que oito, dez dias”, sentenciou.

Fonte: Nill Júnior