Bolsonaro faz ato no Planalto para celebrar 100 primeiros dias de governo

Eleito em outubro de 2018, ele assumiu a Presidência da República em 1º de janeiro. Governo disse que cumpriu 35 metas estabelecidas para os primeiros 100 primeiros dias.

G1

O presidente Jair Bolsonaro participou nesta quinta-feira (11), no Palácio do Planalto, de uma cerimônia em celebração aos 100 primeiros dias de governo. Eleito em outubro, Bolsonaro tomou posse em 1º de janeiro.

No primeiro mês de governo, a Casa Civil apresentou 35 metas prioritárias para os primeiros 100 dias de gestão, que foram completados nesta quarta-feira (10). Na solenidade desta quinta, o presidente assinou 18 projetos e decretos relacionados às metas.

Entre as metas estavam o envio do pacote anticrime e anticorrupção ao Congresso Nacional, a implantação do 13º salário aos beneficiários do Bolsa Família e o combate a fraudes no INSS.

Escalado para abrir o evento, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, disse que o governo conseguiu cumprir as 35 metas estabelecidas no início da gestão para os 100 primeiros dias.

“O sucesso das ações realizados nos primeiros 100 dias de governo sob a liderança de Jair Bolsonaro ratificam o compromisso de transformar o Brasil. Muito já foi feito é verdade, mas a estrada para o futuro que se descortina nesse momento alvissareiro ainda exigirá os nossos esforços para pavimentá-la”, declarou.

Em um discurso curto após assinar os decretos e os projetos, Bolsonaro elogiou a equipe de ministros, os servidores militares do governo e a base aliada no Congresso e afirmou que, além das 35 metas estipuladas para os 100 dias de governo, sua gestão planeja outras medidas. Ele deu como exemplo o projeto de reforma da Previdência enviado em fevereiro ao Congresso Nacional.

“Foram estabelecidas metas em todos os setores, divididos nos eixos social, infraestrutura, econômico, institucional e ambiental. Ressalto que além das 35 ações estipuladas, diversas outras ações estão sendo planejadas pelo Executivo” (Jair Bolsonaro)

Balanço dos 100 dias

Ao final da cerimônia no salão nobre do Palácio do Planalto, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, concedeu uma entrevista coletiva para fazer um balanço dos primeiros 100 dias de gestão. Aos jornalistas, Onyx disse que o governo trabalha para implantar um plano diretor de governança pública.

Metas

Saiba abaixo as metas anunciadas pelo governo como prioritárias para os primeiros 100 dias:

  1. Estímulo à Agricultura Familiar
  2. 13º Benefício do Bolsa Família
  3. Programa Bolsa Atleta
  4. Implantação do Centro de Testes de Tecnologias de Dessalinização
  5. Programa Ciência na Escola
  6. Plano Nacional de Segurança Hídrica (PNSH)
  7. Combate às fraudes nos benefícios do INSS (já implementado)
  8. Redução da Máquina Administrativa
  9. Intensificação do processo de inserção econômica internacional
  10. Vinculação da autorização de concursos públicos à adoção de medidas de eficiência administrativa
  11. SINE Aberto
  12. Alfabetização Acima de Tudo
  13. Privatizações no Setor de Transportes
  14. Decreto de Facilitação da Posse de Armas
  15. PL Anticrime
  16. Apoio à Operação Lava Jato
  17. Aprimorar o Sistema de Recuperação Ambiental
  18. Plano Nacional para Combate ao Lixo no Mar
  19. Viabilizar o leilão do excedente da cessão onerosa
  20. Campanha nacional de prevenção ao suicídio e à automutilação de crianças, adolescentes e jovens
  21. Regulamentação de Partes da Lei Brasileira de Inclusão
  22. Educação domiciliar
  23. Redução tarifária do Mercosul
  24. Retirada do Brasil do padrão de passaporte do Mercosul e retomar o Brasão da República como identidade visual nesse documento
  25. Fortalecer a vigilância e aumentar a cobertura vacinal
  26. Melhorar o ambiente de negócios do turismo e potencializar a atração de investimentos para o Brasil
  27. Reestruturar a Empresa Brasileira de Comunicação
  28. Racionalizar e modernizar estruturas e processos ministeriais
  29. Regras e critérios para ocupação de cargos de confiança no Governo Federal
  30. Programa Um por Todos e Todos por Um! Pela Ética e Cidadania
  31. Criação do Comitê de Combate à Corrupção no Governo Federal
  32. Sistema Anticorrupção do Poder Executivo Federal
  33. Atendimento eletrônico de devedores dos órgãos federais
  34. Independência do Banco Central
  35. Critérios para Dirigentes de Bancos Federais

Secretaria nega demissão sumária: afastamento de presidente do DER ocorreu por “motivos pessoais”

A Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco esclareceu em nota ao blog que é falsa a informação que o ex-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Bruno Cabral, foi sumariamente demitido. “A exoneração ocorreu a pedido, por motivos pessoais”, diz em nota a Secretaria.

Dia 9, havia sido divulgada a informação de que Bruno Azevedo Cabral havia sido sumariamente exonerado do cargo. A publicação saiu no Diário Oficial do Estado daquela data.

A notícia era de que Bruno não estaria gerindo o órgão como esperado pela Secretária Fernandha Batista, o que foi negado na nota. A própria secretaria está respondendo pelo DER temporariamente.

 

Fonte: Blog do Nill Junior

Em nota de pesar, Gonzaga Patriota lamenta morte de sua irmã Raimunda Alves Patriota

Faleceu aos 78 anos de idade, na madrugada deste domingo (31), em um hospital particular de Petrolina (PE), a senhora Raimunda Alves Patriota, irmã de Alvinho e do Deputado Gonzaga Patriota.

Em nota, o parlamentar sertanejo lamentou a perda da irmã e informou que devido ao seu estado de saúde, não poderá comparacer ao sepultamento.

“Foi com imenso pesar que recebi a notícia do falecimento da minha irmã, Raimundinha Alves Patriota. Nesse momento de dor, me faltam as palavras para expressar meus sentimentos. Ela parte deixando-nos muitas lições de amor, amizade e humanidade. Que a luz e o amor divino pairem sobre a alma de quem sofre essa imensurável perda e que Deus dê a Raimundinha o merecido repouso eterno em seu reino. Infelizmente, pela enfermidade da cirurgia que fiz ontem, não tenho como me fazer presente ao seu sepultamento, me farei representar pela família e amigos presentes. Orações, orações e orações, para Raimundinha Patriota.”

A família informa que o corpo está sendo velado no SAF 7 de Setembro e o sepultamento será realizado às 16h no Cemitério Campo da Paz, em Petrolina (PE).

Resgate tenta chegar a regiões remotas atingidas por temporal no sul do Nepal

Autoridades informaram que 28 pessoas morreram nos distritos de Bara e Parsa, no sul da capital Katmandu.

G1

As equipes de resgate tentam chegar nesta segunda-feira (1º) a regiões remotas no sul do Nepal que foram atingidas pelo forte temporal de domingo (31). Autoridades informaram que 28 pessoas morreram.

A Reuters informou no domingo que 400 pessoas ficaram feridas. O temporal destruiu casas, derrubou árvores e postes de energia elétrica em Bara, distrito mais atingido pela tormenta no sul da capital Katmandu.

“Ao menos 27 pessoas morreram e contamos muitos feridos. Mobilizamos equipes de busca e resgate”, afirmou o comandante da polícia de Bara, Sanu Ram Bhattarai. Ele ressaltou que o número de vítimas pode aumentar.

Em Parsa, distrito vizinho, uma pessoa morreu, de acordo o administrador Narayam Bhattarai, segundo a agência Associated Press.

O primeiro-ministro nepalês, K.P. Sharma Oli, prestou condolências às famílias e disse que os helicópteros estão preparados para as operações de resgate.

Bara fica a cerca de 62 km ao sul da capital Kathmandu, perto da fronteira leste com a Índia. Nessa região, tempestades antes da época das monções são comuns durante a primavera. No entanto, dificilmente temporais do tipo causam tantos estragos.

Mercado prevê, pela 1ª vez, alta do PIB abaixo de 2% para este ano

Previsão de alta do PIB recuou de 2% para 1,98% neste ano. Estimativa de inflação para 2019 permaneceu inalterada em 3,89%.

G1

Economistas de instituições financeiras reduziram a estimativa de alta do Produto Interno Bruto (PIB) para o ano de 2019, pela primeira vez, para um patamar abaixo da marca de 2%.

As previsões constam no boletim de mercado, também conhecido como relatório “Focus”, divulgado nesta segunda-feira (1º) pelo Banco Central (BC). O relatório é resultado de levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras.

Para o crescimento do PIB deste ano, a previsão do mercado financeiro recuou de 2% para 1,98% na semana passada. Foi a quinta queda seguida do indicador.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país e serve para medir a evolução da economia.

Na semana passada, o próprio Banco Central estimou uma expansão de 2% para a economia brasileira neste ano. Na última revisão do orçamento deste ano, o Ministério da Economia projetou um crescimento de 2,2% para 2019.

A revisão na expectativa de crescimento do mercado financeiro para o PIB deste ano foi feita após a divulgação do resultado do ano passado – quando a economia avançou 1,1%.

Para o ano que vem, a expectativa do mercado financeiro para expansão da economia recuou de 2,78% para 2,75%. Nesse caso, foi a segunda queda seguida do indicador.

Os economistas dos bancos não alteraram a previsão de expansão da economia para 2021 e para 2022 – que continuou em 2,5% para os dois anos.

Inflação

Para 2019, os economistas do mercado financeiro mantiveram a expectativa de inflação estável em 3,89%. A meta central deste ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,75% a 5,75%.

A meta de inflação é fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Para alcançá-la, o Banco Central eleva ou reduz a taxa básica de juros da economia (Selic).

Para 2020, o mercado financeiro manteve em 4% a estimativa de inflação – em linha com a meta central, de 4% para o próximo ano. No ano que vem, a meta terá sido oficialmente cumprida se a inflação oscilar entre 2,5% e 5,5%.

Outras estimativas

  • Taxa de juros – O mercado manteve em 6,5% ao ano a previsão para a taxa Selic no fim de 2019. Atualmente, o juro básico da economia está neste patamar. Com isso, o mercado segue prevendo juros estáveis neste ano. Para o fim de 2020, a previsão continuou em 7,5% ao ano. Deste modo, os analistas continuam prevendo alta dos juros no ano que vem.
  • Dólar – A projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2019 permaneceu estável em R$ 3,70 por dólar. Para o fechamento de 2020, ficou inalterada em R$ 3,75 por dólar.
  • Balança comercial – Para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações), a projeção em 2019 recuou de US$ 50,50 bilhões para US$ 50,25 bilhões de resultado positivo. Para o ano que vem, a estimativa dos especialistas do mercado para o superávit caiu de US$ 46,80 bilhões para US$ 46,65 bilhões.
  • Investimento estrangeiro – A previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2019, subiu de US$ 81 bilhões para US$ 81,89 bilhões. Para 2020, a estimativa dos analistas permaneceu em US$ 83,38 bilhões.

154 concursos com inscrições abertas reúnem mais de 18 mil vagas

As oportunidades são para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com postos de trabalho em diversos estados.

Nesta segunda-feira, 154 concursos estão com inscrições abertas para preencher mais de 18 mil vagas. As oportunidades são para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com postos de trabalho em diversos estados.

As oportunidades oferecidas incluem vagas para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados serão chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Somente na Prefeitura de Juazeiro do Norte (CE), há mais de 7 mil vagas para pessoas com nível fundamental, médio e superior de escolaridade. A remuneração chega a R$ 7 mil, e as inscrições terminam em 25 de abril. Veja mais informações no site da organizadora.

Os salários chegam a R$ 35.462,22 no Ministério Público de Contas do Pará, que tem 1 vaga destinada a profissional de nível superior de escolaridade. Veja mais informações no site da organizadora. Já no Ministério Público de São Paulo, que tem 80 vagas para profissionais de nível superior, a remuneração chega a R$ 24.818,71.

Nesta segunda-feira, 16 órgãos abrem inscrições para preencher mais de 1,1 mil vagas. Veja quais são:

Prefeitura de Itabirito (MG)

  • Inscrições até: 03/05/2019
  • Cagas: 164
  • Salário de até: R$ 14.604,07
  • Escolaridade: fundamental, médio, técnico e superior
  • Estado: Minas Gerais
  • Veja o edital

Prefeitura de Governador Eugênio Barros (MA)

  • Inscrições até: 02/04/2019
  • Vagas: 187
  • Salário de até: R$ 13.500,00
  • Escolaridade:médio e superior
  • Estado: Maranhão
  • Veja o edital

Universidade Federal de Rondônia (RO)

  • Inscrições até: 10/04/2019
  • Vagas: 24
  • Salário de até: R$ 9.570,41
  • Escolaridade: superior
  • Estado: Rondônia
  • Veja o edital

Prefeitura de Doutor Ulysses (PR)

  • Inscrições até: 05/04/2019
  • Vagas: 11
  • Salário de até: R$ 8.434,25
  • Escolaridade:fundamental, médio e superior
  • Estado: Paraná
  • Veja o edital

Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região – SP (CREF 4ª Região)

  • Inscrições até: 02/05/2019
  • Vagas: 21
  • Salário de até: R$ 6.552,34
  • Escolaridade:médio, técnico e superior
  • Estado: São Paulo
  • Veja o edital

Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (MS)

  • Inscrições até: 03/04/2019
  • Vagas: 16
  • Salário de até: R$ 6.244,68
  • Escolaridade:superior
  • Estado: Mato Grosso do Sul
  • Veja o edital

Fundação Santo André (FSA – SP)

  • Inscrições até: 29/04/2019
  • Vagas: 36
  • Salário de até: R$ 4.038,99
  • Escolaridade:médio e superior
  • Estado: São Paulo
  • Veja o edital

Prefeitura de Cordislândia (MG)

  • Inscrições até: 01/05/2019
  • Vagas: 33
  • Salário de até: R$ 3.100,00
  • Escolaridade:fundamental, médio e superior
  • Estado: Minas Gerais
  • Veja o edital

Prefeitura de Rancharia (SP)

  • Inscrições até: 12/04/2019
  • Vagas: 29
  • Salário de até: R$ 2.586,11
  • Escolaridade:fundamental, médio, técnico e superior
  • Estado: São Paulo
  • Veja o edital

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Cabo Frio (CMDCA)

  • Inscrições até: 30/04/2019
  • Vagas: 10
  • Salário de até: R$ 2.323,60
  • Escolaridade:médio
  • Estado: Rio de Janeiro
  • Veja o edital

Prefeitura de Rorainópolis (RR)

  • Inscrições até: 14/04/2019
  • Vagas: 100
  • Salário de até: R$ 2.174,07
  • Escolaridade:superior
  • Estado: Roraima
  • Veja o edital

Prefeitura do Rio de Janeiro (RJ)

  • Inscrições até: 11/04/2019
  • Vagas: 400
  • Salário de até:R$ 1.350,36
  • Escolaridade:médio
  • Estado: Rio de Janeiro
  • Veja o edital

Prefeitura do Rio de Janeiro

  • Inscrições até: 09/04/2019
  • Vagas: 39
  • Escolaridade:superior
  • Estado: Rio de Janeiro
  • Veja o edital

Prefeitura de Tomazina (PR)

  • Inscrições até: 05/04/2019
  • Vagas: 8
  • Salário de até: R$ 1.278,57
  • Escolaridade: superior
  • Estado: Paraná
  • Veja o edital

Prefeitura de João Monlevade (MG)

  • Inscrições até: 31/04/2019
  • Vagas: 37
  • Salário de até: R$ 1.250,00
  • Escolaridade:médio
  • Estado: Minas Gerais
  • Veja o edital

Marinha (Sargento músico)

  • Inscrições até: 29/04/2019
  • Vagas: 40
  • Escolaridade:médio
  • Estado: Rio de Janeiro
  • Veja o edital

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (RS)

  • Inscrições até: 05/04/2019
  • Vagas: 7
  • Escolaridade:superior
  • Estado: Rio Grande do Sul
  • Veja o edital

Prefeito entrega rodoviária requalificada em Flores

As obras de reforma do Terminal Rodoviário de Passageiros da cidade de Flores foram concluídas, e entregues à população pela administração pública municipal no final desta última sexta-feira (29). Além da entrega do equipamento completamente reformado, a gestão municipal inauguração a iluminação de LED a luz solar de toda extensão da Avenida Deputado Wilson Florentino Santana. O ato teve apresentação da Banda Marcial Onze de Setembro, do saxofonista Thiago Xavier e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo.

O ato de entrega contou com a presença dos munícipes de autoridades públicas, como a Vereadora Jeane Lucas e o Vereador Alberto Ribeiro, empresários, lideranças religiosas e membros do Poder Executivo.

O vereador Alberto Ribeiro lembrou que antes da reforma, a Rodoviária era um ponto negativo, e que agora, se transformou numa das grandes atrações turísticas, sociais e econômicas da cidade. “Esse é um grande equipamento que entregamos a nossa população, com um ambiente limpo, bem iluminado, e que atendeu ao clamor de muito tempo do nosso povo. Peço que todos tenham zelo total com essa construção para que nós possamos possibilitar ainda, mais obras para nosso município”, disse o prefeito.

Ainda fizeram uso da palavra a vereadora Jeane Lucas, a Secretaria de Turismo do município, Lucila Santana e o Secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, Júnior Campos.

 

Fonte: Blog do Nill Junior

Afogados bate Santa nos pênaltis, faz história e vai às semi do Pernambucano

Foi sofrido, mas o Afogados conseguiu uma classificação inédita para as semifinais do Campeonato Pernambucano. Depois de empatar em 1 a 1 no tempo normal – com gols de Rodrigo e Allan Dias – a Coruja foi superior nos pênaltis. Nas penalidades, os sertanejos venceram por 3 a 1. O adversário será o Náutico nas semis.

Apesar do jogo ser no Arruda, o Afogados que mostrou mais controle da partida desde o começo. O Santa Cruz pouco agrediu e o time sertanejo, por outro lado, mostrava uma boa postura defensiva. Só que o jogo era fraco até os 30 minutos, quando Candinho teve a primeira boa chance e quase faz em uma cobrança de falta. A partir daí as chances começaram a aparecer. Só que a Coruja que foi mais competente: Rodrigo, aos 44 minutos, abriu o placar. Ao fim da primeira etapa, a torcida vaiou muito os corais.

Na necessidade de correr atrás do placar – até por jogar em casa – o Santa Cruz coltou com mais vontade. Apesar de desorganizado, o Tricolor se lançou ao ataque e acumulou algumas chances perdidas. Até Marcos Martins encontrar Allan Dias, que cabeceou para empatar o jogo. Com a torcida empurrando, o Santa Cruz se animou mais ainda depois do empate. Só que o ímpeto foi baixando a medida que o tempo passava principalmente pelo desgaste físico e a chuva forte. O Afogados se segurou como pode. E o jogo foi para os pênaltis.

Pipico foi o primeiro a cobrar pelo Santa e converteu. Douglas foi para a bola pelo Afogados e Anderson pegou. Neto Costa bateu pelo Santa Cruz e perdeu também. Jader empatou para o Afogados. Em seguida, foi a vez de Patrick Vieira. Ele perdeu também. Pelo Afogados, Márcio converteu e deixou o time sertanejo na frente. Allan Dias perdeu para o Santa. O Afogados tinha tudo na mão. Era fazer para avançar às semifinais. Thalison fez o do Afogados e classificou os sertanejos.

O Afogados enfrenta o Náutico, em jogo único no estádio dos Aflitos. A data ainda será confirmada pela Federação Pernambucana de Futebol. Eliminado, o Santa Cruz foca na Copa do Nordeste e Copa do Brasil

Dia de herói: Wallef pegou duas cobranças e se tornou o grande nome do Afogados nas quartas de final. Durante o tempo normal, ele já tinha ido muito bem e fez várias defesas que salvaram a Coruja.

Prefeitura emite nota: em nota, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira disse ter muito orgulho em, desde o início, ter acreditado nesse sonho, e em fazer parte dessa conquista. “Parabéns Afogados da Ingazeira, Parabéns Sertão do Pajeú. Que venha o Náutico na semifinal!” – concluiu.

 

Fonte: Blog do Nill Junior

Maia falta a evento com Bolsonaro. “Cerimonial não colocou na agenda”

Por Andréia Sadi

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não compareceu nesta quinta-feira (28) a evento do Superior Tribunal Militar (STM), que homenageou o presidente Jair Bolsonaro e outras autoridades, como o vice-presidente Hamilton Mourão, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Na solenidade, que marca os 211 anos da Justiça Militar da União, os homenageados receberam a Ordem do Mérito Judiciário Militar, comenda que reconhece pessoas com trabalhos prestados à Justiça Militar.

Segundo o Superior Tribunal Militar, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também estava entre os homenageados com a comenda, no entanto, ele não compareceu à cerimônia. Procurado pelo blog, Maia justificou: “meu cerimonial não colocou na agenda”.

A assessoria do tribunal informou que Maia foi convidado pela terceira vez para a cerimônia, porém não confirmou presença.

A ausência do presidente da Câmara na cerimônia do STM se deu em um momento em que ele está protagonizando uma crise política com Bolsonaro. Nos últimos dias, os dois estão se alfinetando em público. A desavença entre os presidentes da República e da Câmara repercutiu nos mercados financeiros.

Rodrigo Maia passou a manhã desta quinta-feira na residência oficial da presidência da Câmara. No início do dia, ele recebeu Sérgio Moro para um café da manhã no qual trataram o pacote anticrime.

O encontro, confirmado pela assessoria de ambos, aconteceu uma semana após os dois trocarem farpas publicamente em razão da tramitação da proposta. Moro queria que o projeto tivesse tramitação prioritária como a reforma da Previdência, principal medida da equipe econômica de Bolsonaro e defendida por Rodrigo Maia.

Diante das cobranças, Maia chegou a dizer que Moro conhecia “pouco a política” e estava “passando” daquilo que é sua responsabilidade como ministro, além de ter “copiado e colado” pontos do projeto apresentado por uma comissão de juristas liderada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes.

Questionado sobre as declarações de Maia, Sérgio Moro respondeu: “A única expectativa que eu tenho, atendendo aos anseios da sociedade contra o crime, é que o projeto tramite regularmente e seja debatido e aprimorado pelo Congresso com a urgência que o caso requer. Talvez alguns entendam que o combate ao crime pode ser adiado indefinidamente, mas o povo brasileiro não aguenta mais. Essas questões sempre foram tratadas com respeito e cordialidade com o senhor presidente da Câmara, e esperando eu que o mesmo possa ocorrer com o projeto e com quem o propôs”.

O encontro entre Maia e Moro na manhã desta quinta foi intermediado pela líder do governo no Congresso Nacional, deputada Joice Hasselman (PSL-SP).

Além da conversa com Moro, Rodrigo Maia vai se reunir nesta quinta-feira com o ministro da Economia, Paulo Guedes. O encontro está previsto para 12h desta quinta. O próprio Maia convidou o ministro da Economia para a conversa.

Chuva provoca estragos em Arcoverde

Uma chuva de 77 milímetros em Arcoverde na noite deste sábado derrubou muros, estourou galerias, invadiu casas e provocou uma séria de problemas.

Segundo a Folha das Cidades, pouco mais de uma hora de chuva mais intensa foi suficiente para provocar estragos de toda ordem em vários bairros de Arcoverde na noite deste sábado (23).

Segundo dados do INMET foram registrados 77 mm de precipitação de chuvas no município. Ruas alagadas, casas invadidas pelas águas, queda de muros e os velhos problemas se repetindo no centro da cidade, onde as águas voltaram a tomar a Av. Cel. Antônio Japiassu chegando as portas das lojas.

Já na Rua Edilberto de Araújo, no bairro do Sucupira, o velho problema das enchentes que atingem as residências na parte baixa da artéria voltaram a acontecer. Segundo os moradores uma das piores enchentes dos últimos anos que, novamente provocou prejuízos para quem ali reside.

Em outro ponto da cidade, no bairro do Coliseu, por trás da Casa de shows, não foi diferente. As chuvas provocaram estragos de toda ordem e as ruas se transformaram em verdadeiros rios invadindo casas, derrubando muros e levando prejuízos para os moradores.

A força da água derrubou um muro de uma casa e hoje de manhã o domingo de muitos moradores foi de rodo nas mãos para promover a limpeza das residências.

O local surgiu próximo ao antigo riacho que corta a área e para piorar, segundo denúncias dos moradores, um serviço realizado pela prefeitura em um Loteamento no Bairro do JK fez com que grande parte das águas pluviais escoasse para o bairro localizado por trás do Coliseu.

 

Fonte: Blog do Nill Junior

Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação

 

Exame

O governo acompanha atentamente as primeiras movimentações de caminhoneiros no País, que ameaçavam dar início a nova paralisação. A classe entende que os principais compromissos assumidos pelo governo Michel Temer no ano passado não estão sendo cumpridos.

Os monitoramentos são feitos pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que tem por missão se antecipar aos fatos para evitar problemas para o governo. As investigações apontam que teve início uma articulação por meio de mensagens de WhatsApp, que já começam a falar em paralisações para o dia 30 de março. O governo quer evitar, a todo custo, que qualquer tipo de paralisação aconteça. Não quer, nem de longe, imaginar que pode enfrentar o mesmo problema que parou o país no ano passado.

Os primeiros dados são de que, neste momento, o movimento não tem a mesma força percebida no ano passado, mas há temor de que os caminhoneiros possam se fortalecer e cheguem ao potencial explosivo da última greve. Dentro do Palácio, o objetivo é ser mais ágil e efetivo e não deixar a situação sair de controle por ficarem titubeando sobre o assunto, como aconteceu com o ex-presidente Michel Temer, no ano passado.

Na semana passada, Wallace Landim, o Chorão, presidente das associações Abrava e BrasCoop, que representam a classe de caminhoneiros, teve reunião com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Chorão também teve encontro com a diretoria da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e, ontem, se reuniu com o secretário executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.

Segundo Landim, os ministros disseram que, até a próxima semana, o próprio presidente Jair Bolsonaro deve se manifestar sobre os pedidos dos caminhoneiros. Na pauta de reivindicações da classe estão três pleitos. O primeiro pedido diz respeito ao piso mínimo da tabela de frete. Os caminhoneiros reclamam que as empresas têm descumprido o pagamento do valor mínimo e cobram uma fiscalização mais ostensiva da ANTT. A agência, segundo Landim, prometeu mais ações e declarou que já fez mais de 400 autuações contra empresas.

O segundo item da pauta é o preço do óleo diesel. Os caminhoneiros querem que o governo estabeleça algum mecanismo para que o aumento dos combustíveis, que se baseia em dólar, seja feito só uma vez por mês, e não mais diariamente.

Wallace Landim afirma que não é a favor de uma paralisação no próximo dia 30, porque acredita que o governo tem buscado soluções, mas diz que “o tempo é curto” e as mudanças estão demorando. “Não acredito que deva ocorrer greve no dia 30, mas paralisações não estão descartadas. Estamos conversando.”

Por meio de nota, o Ministério de Infraestrutura declarou que, no Fórum dos Transportadores Rodoviários de Cargas realizado ontem, esteve reunido com lideranças do setor e ouviu as demandas. O governo confirmou que tratou do piso mínimo, pontos de paradas e descanso e o preço do óleo diesel. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

A Justiça nasceu para todos, diz Bolsonaro sobre Temer

G1

Ao desembarcar em Santiago, no Chile, o presidente Jair Bolsonaro comentou nesta quinta-feira (21) a prisão do ex-presidente Michel Temer, dizendo que cada um deve responder pelos seus atos.

O ex-presidente foi preso na manhã desta quinta, em São Paulo, pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes federais também prenderam o ex-ministro Moreira Franco e o coronel da reserva da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, amigo pessoal de Temer.

“A Justiça nasceu para todos e cada um que responda pelos seus atos”, declarou Bolsonaro em uma breve conversa com a imprensa no aeroporto da capital chilena.

Segundo o atual presidente da República, “acordos políticos dizendo-se em nome da governabilidade” desencadearam as situações que culminaram na prisão de Temer e Moreira Franco.

“Governabilidade você não faz com esse tipo de acordo, no meu entender. Você faz indicando pessoas sérias, competentes para integrar seu governo. É assim que fiz no meu governo, sem acordo político, respeitando a Câmara e o Senado brasileiro”, complementou.

A prisão de Temer teve como base a delação do empresário José Antunes Sobrinho, dono da construtora Engevix. O delator disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina a pedido do coronel João Baptista Lima Filho, de Moreira Franco e com o conhecimento do ex-presidente da República. A Engevix fechou um contrato em um projeto de construção da usina nuclear de Angra 3, que ainda não foi concluída.